Início » Tocantins » Pequizeiro


Pequizeiro - Tocantins



Pequizeiro faz parte do estado do Tocantins. Encontra-se a uma latitude 08º35′37" sul e a uma longitude 48º56′03" oeste, estando a uma altitude de 283 metros. A população avaliada em 2004 era de 5 170 habitantes.

Segundo depoimentos dos moradores mais antigos da localidade, por volta do ano de 1943, um grupo de caçadores liderados por Inácio de Souza Parente e Manoel Ribeiro de Souza encontraram algumas pedras de cristal de rocha, do tipo quartzo, na localidade onde atualmente é a povoação. A descoberta do cristal mudou o panorama da região e depois de iniciado o garimpo no local para ali se dirigiram pessoas de diversas regiões, em especial do Maranhão, Piauí e do sul de Goiás. Algum tempo depois foi construída uma pista de pouso para aviões de pequeno porte, esta ficava localizada onde atualmente é a Avenida Salgado Filho (o principal logradouro da cidade). As aeronaves levantavam vôos diários da povoação transportando pessoas ou o produto do garimpo. Nesse período o principal pólo de venda do cristal produzido nos garimpos da região era a cidade de Carolina, no estado do Maranhão.

Em razão ao grande número de árvores de ′Pequi′ que tinha na localidade diversas atividades eram realizadas sob a sombra dos pequizeiros. Ali garimpeiros e compradores de cristal realizavam negócios com o precioso minério. Dizem os antigos, que os viajantes e negociadores em comitiva no trajeto do Rio Tocantins para o Rio Araguaia em tropas, fizeram deste local ponto importante de encontro e realizações de negócios. Era o pouso, ou a pousada, do pequizeiro, fato que levou à origem do nome do atual município.

História da cidade de O Município de Pequizeiro teve origem com a descoberta do garimpo de cristal-de-rocha na região.

Antigos moradores contam que no ano de 1943, caçadores que por aqui passavam encontrarão pedras de cristal à flor da terra, destacando entre eles: Inácio de Souza Parente e Manoel Ribeiro de Souza. Com a descoberta do cristal, instalou-se o garimpo e no local próximo a este foi construída uma pista de pouso de aeronaves leves, onde hoje se localiza a Avenida Salgado Filho (principal Avenida da cidade), o local era todo ornamentado por frondosas árvores de Pequi (origem do nome do Município). Sob a sombra dos Pequizeiros, garimpeiros e compradores de cristal realizavam negócios com o precioso minério. Dizem os antigos, que os viajantes e negociadores em comitiva no trajeto do Rio Tocantins para o Rio Araguaia em tropas, fizeram deste local ponto importante de encontro e realizações de negócios.

Com o avanço e sucesso dos garimpos, fixou residência no local o Senhor Longuinho Vieira Junior, seus familiares e diversos trabalhadores que o acompanhavam para a exploração do cristal. Foi dado a uns dos principais garimpos o nome de quebra martelo, alem de vários outros que ainda nos dias de hoje exploram essa atividade.

Senhor Longo Vieira, como era conhecido foi considerado o fundador do Município de Pequizeiro, por ter fixado residência no local e conservado o nome primitivo. Ele trouxe o primeiro automóvel para a região, o primeiro motor de luz, a primeira máquina de beneficiar arroz, construiu a primeira escola da região, instalou o escritório de beneficiamento de cristal e abriu várias estradas na região.

Pequizeiro até então, era parte integrante do município de Araguacema, onde o Senhor Longuinho Vieira Junior foi Prefeito e através do seu genro, Ex-Deputado Estadual Antonio Balestra Filho, foi concedido autonomia política ao Distrito, através da Lei Estadual nº 4.595 de 1° de Janeiro de 1.963 e sua instalação ocorreu 1º de Janeiro de 1.964, ou seja, um ano depois.

Após uma década e devido ao desenvolvimento de Colméia, que era distrito de Pequizeiro, a pedido de Políticos e com a comprovação da evolução demográfica e econômica a sede do município de Pequizeiro foi transferida para Colméia, através da Lei n° 8.809 de 14 maio de 1.980. Pequizeiro volta através dessa Lei à condição de Distrito mantendo o mesmo nome.

Graças a Lei Estadual nº 10. 397 de 30 dezembro 1.987, o Distrito de Pequizeiro foi desmembrado de Colméia sendo elevado novamente a condição de Município autônomo, mantendo seu nome primitivo e sendo estalado novamente em 1º Junho de 1.989, depois das eleições de 17 de Abril 1.989.

Pequizeiro celebrar festa religiosa de 1° a 13 de junho em louvor ao seu padroeiro Santo Antônio.

Fonte: Prefeitura Municipal

Autor do Histórico: ERILDO VICENTE DE OLIVEIRA

Código do Município

1716653

Gentílico

pequizeirense

Prefeito

PAULO ROBERTO MARIANO TOLEDO

População
População estimada [2018]5.443 pessoas  
População no último censo [2010]5.054 pessoas  
Densidade demográfica [2010]4,18 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,5 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]266 pessoas  
População ocupada [2016]4,9 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]44,7 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]99,4 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]4,8  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,1  
Matrículas no ensino fundamental [2017]928 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]197 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]55 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]12 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]4 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]13.498,19 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]-  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,627  
Total de receitas realizadas [2017]16.866,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]16.398,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]25,97 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,4 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]1 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]1.209,798 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]25,4 %  
Arborização de vias públicas [2010]53,2 %  
Urbanização de vias públicas [2010]7,6 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  18. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  19. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  21. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  22. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  23. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  24. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  25. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  26. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Pequizeiro: Imagens da cidade e Região

imagem de Pequizeiro+Tocantins n-1
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-2
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-3
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-4
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-5
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-6
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-7
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-8
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-9
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-10
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-11
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-12
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-13
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-14
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-15
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-16
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-17
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-18
imagem de Pequizeiro+Tocantins n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Pequizeiro e arredores.


Você conhece a cidade de Pequizeiro? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: