Início » Tocantins » Miracema do Tocantins


Miracema do Tocantins - Tocantins



Miracema do Tocantins faz parte do estado do Tocantins. Encontra-se a uma latitude 09º34′02" sul e a uma longitude 48º23′30" oeste, estando a uma altitude de 197 metros. A população avaliada em 2004 era de 26 729 habitantes. Possui uma área de 2,667.075km². Foi a capital estadual ate 1990. A cidade forma uma conurbação com o município vizinho de Tocantínia.

O município foi criado em 25 de agosto de 1948. Em 1989 foi capital provisória do Estado.

A história de Miracema começa com os garimpos que atraíam imigrantes para o Norte de Goiás, no início do século XX, passando pela exploração da cana-de-açúcar e a navegação fluvial. Em 1929 chegaram os primeiros habitantes, se fixando no local devido à beleza da paisagem.

História da cidade de Miracenma do Tocantins - To

Comenta-se que os primeiros a habitarem a região foram os índios Xerente. Nessa região permaneceram pouco tempo.Ela era assolada pela febre. O ribeirão Prvidência era denominado, Ribeirão do Inferno. Este nome foi motidificado, posteriomente, por iniciativa de Frei Antõnio de Ganges, então vigário da vizinha Piabanha (atual Tocantínia), num ato litúrgico celebrado na barra do citado ribeirão.

é voz corrente que os primórdios do município prendem-se aos fatores fertilidade do solo e abundância da caça que fornecia pele sempre cobiçada e geralmente explorada por habitantes da vila Piabanha, município de Pedro Afonso.

Em 25 de novembro de 1920 foi criado o distrito de Lajeado pela Lei Municípal nº 2. E só foi instalado em 12 de novembro de 1934, passando a denominar-se Bela Vista em razão da sede já ser de fato nesta localidade, por conviência administrativa.

Por volta de 1922, fixou residência no local onde acha-se o porto atual o Sr. Pedro Praxedes. Ali veio ele intensificar a sua agricultura, já iniciada há anos, uma vez que residia em Piabanha. Construiu um engenho e dedicou-se ao cultivo da cana-de-açucar. Verificando ele a beleza da paisagem local, deu-lhe o nome de Bela Vista. Após sua vinda, algumas famílias para ali se dirigiram e dedicaram-se também a agricultura.

Mesmo contra a vontade de Pedro Praxedes, mas com o apoio da administração municipal, o sr. Temístocles Sardinha Sardinha instalou um pequeno estabelecimento comercial nas proximidade e passou a fazer concorrência ao comércio da vila de Piabanha (hoje Tocantínia). mantinha estreito contato com os sertanejos da região que lhe forneciam, principalmente, peles silvestres. Ao redor deste estabelecimento foram se localizando imigrantes procedentes, notadamente do Estado do maranhão. Para ali acorriam, assim como se introduziam pelo sertão, movidos pelas informações sobre a fertilidade do solo e da existência de boas pastagens para criação do gado.

é do consenso geral que o distrito de Bela Vista teve como seu primeiro sub-prefeito o sr José Lima, que teria tomado posse na data da instalação do mesmo.

Grande progresso veio a ter então vila de Miracema, nome escolhido por destacados habitantes locais, com a descoberta do garimpo da Piaus(atual Pium), de 1941 em diante. E em fins de 1944, com a descoberta, no próprio distrito, do garimpo de Monte Santo, por exploradores oriundos do garimpo de cristal em Piaus. Destacam-se os irmãos Hipolito e Vicente Gomes. A vila transformou-se em entreposto comercial dos garimpos.

O progresso concorreu para que seus habitantes alimentassem a idéia da emancipação político-administrativa. Da idéia passaram à iniciativa e, após muito trabalho viram coroados de êxito os sacrifícios dedicados a causa. O distrito, de Xerente (nome dado pelo decreto-Lei nº 8.305 de 31/12/1943) foi desmembrado do município de Araguacema (ex-Santa Maria do Araguaia), pela Lei Estadual nº120 de 25/08/1948 e que lhe restituiu o nome de "Miracema", com a terminação "do Norte".

Em 1º de janeiro de 1949 foi solenemente instalado, na presença das autoridades locais e de delegações dos municípios vizinhos, destacando-se a presença do Sr. Bispo Diocesano de Poto Nacional, Dom João Alano Maria du Noday e do Deputado Estadual, Dr.José de Sousa Porto, e já tendo como perfeito municipal o Sr Nereu Gonzales Vasconcelos.

Foi um período de revezes políticos em que miracema do Norte, (hoje atual Miracema do Tocantins) um pequeno espaço de tempo, passou por 4 administrações, que foram Nereu Gonzales Vasconcelos, Pedro Santana e Pedro Franco Noleto que, na qualidade de presidente da camâra, assumiu a função de prefeito, por um dia, para finalmente transmitir o cargo ao primeiro prefeito constitucional, o Sr. Euripedes Pereira Coelho, empossado em 27 de maio de 1949.

Na gestão do Sr. Eurides Pereira Coelho ocorreu a criação do distrito de Monte Santo, tendo como sede a vila de idêntico topônimo, através da Lei Municipal nº 26, de 18/04/1952. A ele sucederam na gestão do poder municipal os senhores: Mariano de Holanda Cavalcante, Pedro Franco Noleto, Oscar Sardinha Filho, Boanerges Moreira de paula e Sebastião Borba Santo, Osmar Brbosa Soares, Giordanio Rotta, Rainel Barbosa Soares, e atualmente Antonio Evangelista Pereira junior, sendo que cada um deu a sua parcela de contribuição ao desenvolvimento do município.

Gentílico: Miracemense

ASPECTOS GEOGRáFICOS

A sede está numa altitude em torno de 192 metros e sua posição geográfica é determinada pelas coodernadas de 09º 33′ 00" de latitude sul e 48º 24′ 30"de longitude WGr.

Fonte: IBGE

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Esttatística IBGE

Autor do Histórico: MáXIMO LEVI LEITE GOMES

Código do Município

1713205

Gentílico

miracemense

Prefeito

MOISÉS COSTA DA SILVA

População
População estimada [2018]18.566 pessoas  
População no último censo [2010]20.684 pessoas  
Densidade demográfica [2010]7,79 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,6 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]1.714 pessoas  
População ocupada [2016]8,9 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]38,7 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97,1 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4  
Matrículas no ensino fundamental [2017]3.409 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]767 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]190 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]54 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]19 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]3 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]33.388,90 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]94,1 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,684  
Total de receitas realizadas [2017]55.728,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]50.645,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]16,45 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]1,3 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]9 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]2.656,090 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]13,7 %  
Arborização de vias públicas [2010]85,7 %  
Urbanização de vias públicas [2010]1,8 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Miracema do Tocantins: Imagens da cidade e Região

imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-1
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-2
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-3
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-4
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-5
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-6
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-7
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-8
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-9
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-10
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-11
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-12
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-13
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-14
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-15
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-16
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-17
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-18
imagem de Miracema+do+Tocantins+Tocantins n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Miracema do Tocantins e arredores.


Você conhece a cidade de Miracema do Tocantins? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: