Início » Tocantins » Guaraí


Guaraí - Tocantins



Guaraí é um município do estado do Tocantins, no Brasil.

Localizado a 178 quilômetros da capital do Estado do Tocantins, Palmas, Guaraí teve seu início impulsionado pela construção da BR-153, rodovia federal que veio passar por considerável extensão da Fazenda Guará, propriedade do senhor Pacífico Silva. Em pouco tempo, o povoado "Guará" ultrapassou Tupirama, a cidade-sede do município, tornando-se mais importante que esta. Foi a partir daí que o senhor Osvaldo Dantas de Sá se uniu com alguns moradores para lutar pela transferência da sede (Tupirama) para o povoado "Guará", conseguindo isto, finalmente, através da Lei Estadual 1 177, de 5 de novembro de 1968. A partir daí, o povoado "Guará" municipalizou-se com o nome de "Guaraí", que significa "lobo pequeno" ou "rio dos guarás (na língua indígena tupi). Atualmente, grandes reformas ocorrem na cidade, como a BR-153, expansão de redes de esgoto, construções de estabelecimentos públicos e pavimentação de ruas.

O fundador de Guaraí foi Pacífico Silva, que era dono da Fazenda Guará. Osvaldo Dantas de Sá tornou-se o primeiro prefeito de Guaraí.

História da cidade de O Município de Guaraí está localizado na Mesorregião Ocidental do Tocantins e Microrregião de Miracema do Tocantins com coordenadas geográficas: 08°5003 de latitude, 48°3037 de longitude e altitude de 259m , sede da 6ª Região Administrativa do Estado.

A grande concorrência comercial existente na cidade de Pedro Afonso, que já provocava indícios de crise em sua atividade, levou Leôncio de Souza Miranda a atravessar o Rio Tocantins e se instalar em 1937 na margem esquerda do grande Rio Tocantins, que na época era a única via de comunicação e penetração no norte goiano. Em torno de seu estabelecimento comercial, edificou três casas residenciais, o que deu ao lugarejo o nome de Trindade. Em pouco tempo outras famílias se deslocaram para aquele local, provocando um rápido desenvolvimento, o que permitiu que já em 1938 Trindade fosse elevada à categoria de Vila pela Prefeitura Municipal de Araguacema, em cujo território se situava.

Em pouco tempo, Trindade teve seu nome alterado para Tocantinópolis. Mais tarde foi elevado à condição de Município pela lei nº 838 de 22 de junho de 1953, com o nome de Tupirama, o qual foi instalado em 1º de janeiro de 1954, já quando declinava o ritmo de crescimento local. Com o surgimento da BR-153 (Belém - Brasília), o Rio Tocantins começa a perder a importância para o

Estado, enquanto que a Belém - Brasília se transforma no verdadeiro pólo de atração da população do Município e de diversas regiões do estado, fazendo nascer cidades às margens, fortalecendo as que tangenciaram ao mesmo tempo em que decretava o início de decadência daquelas que se situavam mais distantes de seu traçado.

Com o advento da construção da Belém - Brasília, Pacífico Silva, proprietário da fazenda Guará, adquirida dos senhores Serafim Pereira da Silva e Joaquim Pereira da Costa, (vulgo Joaquim Guará), integrado nas correntes políticas da região, resolveu fundar um povoado no local de sua propriedade. Foi então que, auxiliado pelo Sr. Jorge Yunes, gerente proprietário da Companhia de Engenharia que administrava a construção da Belém - Brasília nesta região, Pacífico Silva iniciou a campanha de fundação do Povoado Guará, que se deu nos primeiros meses do ano de 1959. Em 1961, o povoado Guará contava com cerca de 250 habitantes, 25 casas de comércio varejistas, 1 (um) posto de gasolina, 1 (um) campo de pouso, usado pela VASP, e um surto de progresso.

A força de atração da Belém- Brasília (BR-153) é tão intensa que em poucos anos, Guará ultrapassa Tupirama e se torna mais importante, até que, em 1970, a sede municipal foi transferida para o povoado Guará, pela lei Estadual nº 1.177 de 05 de novembro de 1968, passando o Município a denominar-se Guaraí. O nome Guaraí (Guará Pequeno) do Tupi-Guarani, originou-se da palavra Guará, e o nome guará dado a esta região deve-se à grande quantidade do animal guará

que ali existia. A festa religiosa da cidade é celebrada anualmente no dia 29 de junho, em homenagem a São Pedro,Padroeiro da Paróquia. A cidade está localizada a 200 km de Palmas e a 1.050 km de Brasília, capital da República.

Fonte: Prefeitura Municipal

Autor do Histórico: ERILDO VICENTE DE OLIVEIRA

Código do Município

1709302

Gentílico

guaraiense

Prefeito

LIRES TERESA FERNEDA

População
População estimada [2018]25.677 pessoas  
População no último censo [2010]23.200 pessoas  
Densidade demográfica [2010]10,23 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,0 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]3.203 pessoas  
População ocupada [2016]12,6 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]36,7 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]98,6 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,5  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]3,9  
Matrículas no ensino fundamental [2017]3.673 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]990 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]187 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]62 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]16 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]5 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]22.271,24 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]80,3 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,741  
Total de receitas realizadas [2017]58.953,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]47.515,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]34,03 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]2,3 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]7 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]2.268,161 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]22,6 %  
Arborização de vias públicas [2010]84,7 %  
Urbanização de vias públicas [2010]1,2 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Guaraí: Imagens da cidade e Região

imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-1
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-2
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-3
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-4
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-5
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-6
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-7
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-8
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-9
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-10
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-11
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-12
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-13
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-14
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-15
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-16
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-17
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-18
imagem de Guara%C3%AD+Tocantins n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Guaraí e arredores.


Você conhece a cidade de Guaraí? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: