Início » São Paulo » Tanabi


Tanabi - São Paulo



Tanabi faz parte do estado de São Paulo. A cidade tem uma população de 24.055 habitantes (IBGE/2010) e área de 745,8 km².

Encontra-se à 477 km da cidade de São Paulo. Tanabi pertence à Mesorregião de São José do Rio Preto.

Tanabi foi fundada em 4 de julho de 1882. No local onde hoje é a Praça Stélio Machado Loureiro, antes chamada "24 de Outubro", o terreno fora convenientemente montado e da clareira aberta na mata em volta, divulgava-se, ao fundo a choça onde Joaquim Francisco de Andrade (Joaquim Chico), remanescente da tribo dos Caiapós, comerciava produtos da terra e mercadorias que trazia de longe.

História da cidade de Tanabi-SP

No início do século XIX toda a região oeste do Estado de São Paulo estava ainda inexplorada e habitada por indígenas. Os primeiros posseiros vieram de Minas Gerais, entre eles João Ramos da Costa e José Alves Ferreira que penetraram o sertão tanabiense por volta de 1830 e se fixaram na região do Viradouro.

Em 1860, às margens do Rio Jataí, o índio manso Joaquim Chico, construiu uma choupana onde instalou uma venda, tendo aberto uma picada que ligava o local às proximidades de São José do Rio Preto, de onde trazia pinga, fumo, rapadura e outros produtos da terra, objetos do seu comércio. Foi considerado o primeiro habitante do local, embora houvesse outros residentes nas cercanias.

Em 4 de julho de 1882 foi erguido um cruzeiro, marco da fundação do arraial de Jataí, nome primitivo conservado até 1907. Tomaram parte no ato não só o fundador - Joaquim Chico - como ainda, Hilário de Souza Rozendo, Agostinho Pereira, Manoel Francisco da Silva, Joaquim Euzébio e Bento Perez de Souza, este último carpinteiro que esculpiu o madeiro histórico. Foram personagens importantes na fundação da localidade, João Barbosa do Amaral, Leonildo Bataglia, Polinice Celari - o Alferes, como era conhecido. Padres Missionários vindos de São Francisco de Sales, Minas Gerais, celebraram missa e os moradores da vizinhança festejaram o acontecimento.

Em 21 de maio de 1887, Francisco de Souza Lopes e sua mulher Maria Francisca da Conceição, Joaquim José de Souza e sua mulher Gertrudes de Souza Martins e Maria Rosária da Conceição doaram o patrimônio da cidade composto de 75 alqueires e sob a invocação de invocação de nossa Senhora da Conceição, onde já havia uma capela, doação essa mais tarde confirmada por José Teodoro Ferreira Lemos e sua mulher.

Em 1895 foram iniciados os estudos para abertura da estrada do Taboado que foi concluída em 1900 e o povoado passou a existir em função dessa estrada. Por ela tropas e boiadas, peões e boiadeiros formaram o ponto inicial do vilarejo; em 1902 já era Distrito Policial com cadeia própria.

Foram criados em 1920 os correios; a paróquia em 1922 e em 1924 Tanabi é elevado a Município. Vilas e cidades se desenvolvem em seu território e assim pode-se registrar: Monteiro e Américo de Campos, Cosmorama, Votuporanga, Brasilândia, Cardoso, entre outras. Em 4 de março de 1933 foram iniciados os trabalhos de prolongamento da Estrada de Ferro Araraquara, com estação em Engenheiro Balduíno, trazendo ao município e a região considerável incremento civilizador.

Gentílico: Tanabiense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Tanabi, por Lei Estadual nº 992, de 01 de agosto de 1906, no Município de Rio Preto.

Elevado à categoria de Município com a denominação de Tanabi, por Lei Estadual nº 2009, de 23 de dezembro de 1924, desmembrado de Rio Preto. Constituído do Distrito Sede. Sua instalação verificou-se no dia 13 de março de 1925.

Em divisão administrativa do Brasil referente ao ano de 1911, figura no Município de Rio Preto o Distrito de Tanabi (Tanaby).

Cidade por Lei Estadual nº 1038, de 19 de dezembro de 1906.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Município de Tanabi compõe-se dos seguintes Distritos: Tanabi, Américo de Campos e Vila Monteiro.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, bem como no quadro anexo ao Decreto-lei nº 9073, de 31 de março de 1938, o Município de Tanabi pertence ao têrmo judiciário de Monte Aprazível, da comarca de Monte Aprazível, e se divide em 4 Distritos: Tanabi, Américo de Campos, Cosmorama e Vila Monteiro. Pelo decreto estadual nº 9775, de 30 de novembro de 1938, o Município de Tanabi perdeu parte do território do Distrito de Monteiro para o novo Município de Pereira Barreto.

Em 1939-1943, o Município de Tanabi é composto dos Distritos de Tanabi, Américo de Campos, Cosmorama e Monteiro (Ex-Vila Monteiro), e pertence ao termo de Monte Aprazível, da comarca de Monte Aprazível. Pelo Decreto Estadual nº 14334, de 30 de novembro de 1944, foi criada a comarca de Tanabi com Sede na cidade e Município do mesmo nome, Tanabi.

No quadro fixado pelo referido Decreto-lei nº 14334, para vigorar em 1945-1948, o Município de Tanabi ficou composto dos Distritos de Tanabi, Américo de Campos, Cosmorama e Ibiporanga, comarca de Tanabi. Constituído apenas dos Distritos de Tanabi e Ibiporanga, comarca de Tanabi, menos os Distritos de Américo de Campos e Cosmorama, elevados à categoria de Município, no quadro territorial fixado pela Lei Estadual nº 233, de 24-XII-1948 para 1949-53.

Assim permanece no quadro fixado pela Lei Estadual nº 2456 de 30-XII-1953 para o período 1954-58.

Em divisão territorial datada de 01-VII-1960. O Município de Tanabi é constituído de 2 Distritos: Tanabi e Ibiporanga.

Assim permanece em divisão territorial datada de 15-VII-1997.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Tanabi: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Tanabi? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: