Início » São Paulo » São Bernardo do Campo


São Bernardo do Campo - São Paulo



São Bernardo do Campo faz parte do estado de São Paulo, na mesorregião Metropolitana de São Paulo e microrregião de São Paulo. A área total do município é de 408,45km² e sua população de acordo com Censo do IBGE de 2010, é de 765.203 habitantes, o que resulta em uma densidade demográfica de 1.873,4 hab/km². A cidade detém esse nome em honra a são Bernardo de Claraval, santo patrono da cidade.

Pode-se dividir a história de São Bernardo do Campo em várias fases. A primeira, intimamente ligada às das vizinhas Santo André e São Paulo, se iniciou em 1550, quando a cidade de Santo André da Borda do Campo começou a se organizar. No início de 1550 os padres jesuítas que desbravaram o Brasil em busca de catequizar os índios descobriram que na região de São Bernado do Campo havia índios canibais. Seu fundador foi João Ramalho, que se casou com a índia Bartira, filha do cacique Tibiriçá dos índios guaianases que posteriormente tornou-se alcaide. A oficialização da cidade se deu em 8 de abril de 1553, quando foi erguido o pelourinho da vila denominada Santo André da Borda do Campo. Essa fase teve fim no ano de 1560, quando seus habitantes foram transferidos para São Paulo de Piratininga. A documentação do período hoje se encontra arquivada na cidade de São Paulo. Após esse evento, a vila vive um período de grande estagnação, sendo transformada em uma grande sesmaria, da qual Amador de Medeiros era o provedor. O mesmo Amador de Medeiros doa a sesmaria aos monges beneditinos do Mosteiro de São Bento, que a transformam em duas grandes fazendas, a de São Caetano e a de São Bernardo, em 1717.

A população residente no núcleo da Fazenda de São Bernardo manifestou a vontade de erigir uma nova igreja, mas não poderia fazer isto em terras do mosteiro. Por conta disso, foi realizada a transferência da sede da vila, que ficava na margem esquerda do Ribeirão dos Couros (hoje Ribeirão dos Meninos), para outro ponto, às margens do mesmo rio, onde, em 1812, surge a Igreja Matriz e são traçadas as primeiras ruas, derivadas da Estrada Geral de Santos (Caminho do Mar ou Estrada do Vergueiro), que seriam o ponto inicial do núcleo urbano do município.

História da cidade de SãO BERNARDO DO CAMPO SãO PAULO

O primitivo povoado de Santo André da Borda do Campo, fundado em 1553, por João Ramalho e, extinto alguns anos depois, ao ser transferido o pelourinho para São Paulo, no pátio do colégio, segundo alguns historiadores, localizava-se, provavelmente, nas proximidades do quilômetro 18 da via Anchieta. Todavia, por não existirem provas documentais que comprovem com exatidão, Santo André e São Bernardo do Campo dividem as correntes de opinião, quanto à localização.

Os tempos se passaram e nas mesmas terras se localizaram, sucessivamente, detentores de sesmarias, os monges Beneditinos com sua fazenda São Bernardo e muitos outros, até que, em 1735, Antônio Pires Santiago construiu uma capela dedicada à Nossa Senhora da Conceição, cuja instalação se deu à instância do padre Salvador Pires Santiago, em dezembro de 1736, e que por se situar à margem da estrada para o mar; recebeu também o nome de capela da Boa Viagem, porque os viajantes nela oravam invocando proteção.

Ao lado dessa capela floresceu o povoado tendo, em 1812, sido elevado à Capela Curada e à Freguesia, onde se constituiu Município, em 1889, na primitiva Vila de São Bernardo.

A Companhia The São Paulo Railway Co. inaugurou, em 1867, sua linha férrea entre São Paulo e Santos, que, pela conveniência de evitar acidentes topográficos, passou a cerca de sete quilômetros ao norte da Vila, e lá constituiu o próspero povoado, elevado à Distrito de Santo André, e cresceu muito com a instalação de várias indústrias, atraídas pelo rápido e prático serviço ferroviário. Seu crescimento superou a Vila e assim, através dos anos, tornou-se a sede Municipal, e São Bernardo ficou reduzido a Distrito até 1944, quando se desmembrou como Município independente.

O desenvolvimento iniciou-se quando os imigrantes Italianos radicaram-se em São Caetano e, a seguir, nos povoados da vila (São Bernardo) e da estação (Santo André). Algumas famílias permaneceram nessas áreas urbanas, trabalhando em pequenas oficinas de ferraria, funilaria, sapataria, etc, ou mesmo com pequenos estabelecimentos comerciais, enquanto que a maioria foi para a zona rural -as chamadas colônias, onde dedicaram-se a agricultura, destacando-se o cultivo de batata.

A vocação industrial começou por volta de 1920, quando começaram a surgir as primeiras e pequenas indústrias artesanais. No período de instalação do núcleo urbano, a exploração da madeira sustentou o desenvolvimento da indústria do mobiliário, atividade até hoje desenvolvida. Já na década de 1850, quando passou a sediar a indústria automobilística, contava com um importante aglomerado de indústria pioneiras na área de mecânica.

Nessa época, o contigente de mão-de-obra era bastante especializado, de modo a estar preparado para receber as novas técnicas trazidas por aquelas empresas. Esse fator, somado à tendência natural do Município em industrializar-se, uma vez que está localizado próximo à Capital e do Porto de Santos, fez com que para ali fossem atraídas muitas indústrias. O resultado foi a rápida urbanização e, igualmente, do número de habitantes, mantendo hoje uma população flutuante de 93.500 pessoas, cerca de um quinto do número total de habitantes.

GENTíLICO: SãO-BERNARDENSE

FORMAçãO ADMINISTRATIVA

Antigo Distrito de São Bernardo, do Município de Santo André.

Elevado à categoria de Município pelo Decreto-lei Estadual nº 14334, de 30 de novembro de 1944 com denominação de São Bernardo do Campo, desmembrado de Santo André, com sede na Vila do mesmo nome, São Bernardo do campo e com parte do Distrito do mesmo. Constituído do Distrito sede. Sua instalação verificou-se no dia 01 de janeiro de 1945.

No quadro fixado, para vigorar em 1945-48, o Município de São Bernardo do Campo ficou composto de 1 só Distrito, São Bernardo do Campo, comarca de São Paulo. Constituído dos Distritos de São Bernardo do Campo, Diadema e Riacho Grande, comarca de São Paulo.

Assim permanece no quadro fixado pela Lei Estadual nº 233, de 24-XII-1948 para 1949-53, assim permanece no fixado pela Lei Estadual nº 2456, de 30-XII-1953 para 1954-58, porém na comarca de São Bernardo do Campo.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o Município de São Bernardo do Campo é formado dos Distritos de São Bernardo do Campo e Riacho Grande, comarca de São Bernardo do Campo.

Lei Estadual nº 5285, de 18 de fevereiro de 1959, desmembra Bernardo do Campo o Distrito de Diadema.

Fonte: IBGE

Código do Município

3548708

Gentílico

são-bernardense

Prefeito

ORLANDO MORANDO JUNIOR

População
População estimada [2018]833.240 pessoas  
População no último censo [2010]765.463 pessoas  
Densidade demográfica [2010]1.869,36 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]4,1 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]285.916 pessoas  
População ocupada [2016]34,8 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]32,5 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97,6 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]6,8  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,6  
Matrículas no ensino fundamental [2017]94.611 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]34.910 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]5.149 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]2.094 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]208 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]100 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]51.239,64 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]50,5 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,805  
Total de receitas realizadas [2017]3.962.694,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]3.574.829,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]9,86 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,1 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]70 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]409,532 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]91,9 %  
Arborização de vias públicas [2010]84,1 %  
Urbanização de vias públicas [2010]52,3 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


São Bernardo do Campo: Imagens da cidade e Região

imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-1
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-2
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-3
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-4
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-5
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-6
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-7
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-8
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-9
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-10
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-11
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-12
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-13
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-14
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-15
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-16
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-17
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-18
imagem de S%C3%A3o+Bernardo+do+Campo+S%C3%A3o+Paulo n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de São Bernardo do Campo e arredores.


Você conhece a cidade de São Bernardo do Campo? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: