Início » São Paulo » Santa Ernestina


Santa Ernestina - São Paulo



Santa Ernestina faz parte do estado de São Paulo. De acordo com o CENSO 2010 possui uma população de 5.568 habitantes.

O município levou o nome de uma santa(alemã), para homenagear a nora do fundador da Estrada de Ferro Araraquarense, Carlos Batista de Magalhães, que lá implantou uma estação. Ernestina Reis de Magalhães, foi casada com o "barão do café" Carlos Leôncio de Magalhães, o maior cafeicultor do Brasil no início do século XX. Com ele teve 8 filhos: Maria José, Carlos, Oswaldo, Ernestina, Maria Cecilia, Paulo, Adelaide e José Carlos Reis de Magalhães. A grande dama, senhora de excelsas virtudes cristãs, nasceu no Rio de Janeiro, em 1876, filha de José Monteiro Reis e Adelaide Monteiro Palha, viveu na lendária Fazenda Cambuhy em Matão, entre 1900 e 1914, e faleceu em São Paulo, em 1968.

A referida Estação Ferroviária, inaugurada em 2 de abril de 1901, que é o "berço" da cidade, foi construída para favorecer o escoamento do café, oriundo da fazenda de Carlos Magalhães, que ficava na região. Na época, quase não havia moradores no lugar, destacavam apenas dois: Manoel de Almeida Rollo e João Lourenço Leite, o qual doou terras para um pequeno loteamento. No entanto, para identificar a parada do trem, foi posto a princípio, o nome de "Estação Ernestina". Logo em seguida, começou a formar um povoado ao redor da estação, o qual foi batizado como "Vila de Santa Ernestina", que depois passou a Distrito de Taquaritinga.

História da cidade de Santa Ernestina

Após a construção de uma estação da Estrada de Ferro Araraquarense, em 1901, os irmãos Teixeira, proprietários das terras locais, autorizaram João Lourenço Leite a proceder um loteamento para formação da Vila de Santa Ernestina, assim denominada em homenagem à esposa de Carlos Leôncio de Magalhães, um dos fundadores da ferrovia.

O rápido progresso alcançado com a cafeicultura possibilitou a criação do Distrito, em 1924. Mas as sucessivas crises do café provocaram um período de retração, somente superado entre os anos 1950-1960, quando passaram a ser plantados laranjais na região. O novo surto de progresso de Santa Ernestina originou sua emancipação, em 1964. Nessa época passaram a ser cultivadas, também, a cana-de-açúcar, atualmente a principal atividade local.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Santa Ernestina, pela lei estadual nº 1441, de 19 de dezembro de 1914, subordinado ao município de Taquaritinga.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Santa Ernestina figura no município de Taquaritinga.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Elevado à categoria de município com a denominação de Santa Ernestina, pela lei estadual nº 8092, de 28-02-1964, desmembrado do município de Taquaritinga. Sede no antigo distrito de Santa Ernestina. Constituído do distrito sede. Instalado em 21-03-1965.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Santa Ernestina: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Santa Ernestina? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: