Início » São Paulo » Salesópolis


Salesópolis - São Paulo



Salesópolis faz parte do estado de São Paulo, localizado na região metropolitana da capital paulista. A população estimada em 2009 era de 16041 e a área é de 426km², o que resulta numa densidade demográfica de 37,3 hab/km².

Abriga a Estação Biológica de Boraceia, com 96 ha e situada em área de proteção de mananciais, que é administrada pelo Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo. Esta estação é uma das duas únicas localidades onde ainda ocorre uma árvore da Mata Atlântica ameaçada de extinção, a Buchenavia rabelloana.

Salesópolis é um dos 29 municípios paulistas considerados estâncias turísticas pelo Estado de São Paulo, por cumprirem determinados pré-requisitos definidos por Lei Estadual. Tal status garante a esses municípios uma verba maior por parte do Estado para a promoção do turismo regional. Também, o município adquire o direito de agregar junto a seu nome o título de Estância Turística, termo pelo qual passa a ser designado tanto pelo expediente municipal oficial quanto pelas referências estaduais.

História da cidade de Salesópolis

Salesópolis teve início no antigo povoado de São José do Paraitinga, fundado em princípios do século XIX por Aleixo de Miranda, e os alferes José Luís de Carvalho e Francisco Gonçalves de Souza Melo.

Localizado no percurso entre Taubaté e Mogi das Cruzes, na subida do Rio Tietê, o povoado foi resultado de um deslocamento feito por Aleixo de Miranda de outro núcleo, denominado Nossa Senhora da Ajuda, que havia sido estabelecido por esse mesmo grupo no Alto Tietê.

Com o crescimento do núcleo de São José do Paraitinga, seus fundadores entraram em negociação com as autoridades da província de São Paulo para elevá-lo à categoria de freguesia da vila de Santana de Mogi das Cruzes, o que aconteceria em 28 de fevereiro de 1838. Em 24 de março de 1857, elevou-se a freguesia a vila graças ao esforço de seus administradores, mas sua atual denominação só seria adotada muito mais tarde, em 16 de novembro de 1905, em homenagem ao presidente Campos Sales.

As possibilidades de desenvolvimento da vila na época de sua criação eram, no entanto, muito limitadas, principalmente pela precariedade das vias de transporte e de comunicação com outras localidades. Até final do século XIX, o intercâmbio comercial com Guararema era feito por meio de tração animal. Mais tarde, a situação foi alterada com a aquisição de uma ligação rodoviária com Mogi das Cruzes, o que facilitou o transporte dos produtos locais para outros mercados.

Sua economia girou, inicialmente, em torno das lavouras de fumo, café, milho e feijão. A plantação de fumo assumiu tamanha importância que, em 1909, tornou-se objeto de exportação em larga escala para mercados como os de Mogi e São Paulo. A partir de 1912, com a construção de uma usina pela Companhia de Força e Luz Norte de São Paulo, o município, que ficava na nascente do Rio Tietê, passou a produzir energia elétrica própria.

Posteriormente, no início da década de 40, sua economia teve um breve crescimento com a industrialização do carvão vegetal, que provocou a devastação de suas matas circundantes. Por volta de 1945, foi inaugurada outra atividade industrial, a manufatura de tábuas para a produção de artigos de proteção para garrafas e frutas exportadas, que, contrariamente à anterior, viria a se estabelecer de forma mais sólida na economia da cidade.

Com a chegada, em 1956, de imigrantes japoneses que se estabeleceram na região em uma colônia própria, Salesópolis passou também a se dedicar ao cultivo de diversos produtos agrícolas e hortaliças.

Formação Administrativa

Freguesia criada com a denominação de São José do Paraitinga, pela lei provincial nº 17, de 28-02-1838, subordinado ao município de Mogi das Cruzes.

Elevado à categoria de vila com a denominação de São José do Paraitinga, pela lei provincial nº 9, de 24-03-1857, desmembrado de Mogi das Cruzes.

Pela lei estadual nº 965, de 16-11-1905, o município de São José do Paraitinga passou a denominar-se Salesópolis.

Elevado à condição de cidade e sede do município com a denominação de Salesópolis, pela lei estadual nº 1038, de 19-12-1906.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município permanece constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de I-I-1979.

Pela lei estadual nº 3198, de 23-12-1981, é criado o distrito de Nossa Senhora do Remédio e anexado ao município de Salesópolis.

Em divisão territorial datada de I-VII-1983, o município é constituído de 2 distritos: Salesópolis e Nossa Senhora dos Remédio.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Alteração toponímica municipal

São José do Paraitinga para Salesópolis, alterado pela lei nº 965, de 16-11-1905.

Fonte: IBGE

Código do Município

3545001

Gentílico

salesopolense

Prefeito

VANDERLON OLIVEIRA GOMES

População
População estimada [2018]17.022 pessoas  
População no último censo [2010]15.635 pessoas  
Densidade demográfica [2010]36,79 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,0 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]2.038 pessoas  
População ocupada [2016]12,1 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]34,4 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]98,4 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]6,4  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]5  
Matrículas no ensino fundamental [2017]2.284 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]812 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]126 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]59 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]8 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]2 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]11.669,96 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]89,2 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,732  
Total de receitas realizadas [2017]42.345,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]38.245,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]31,75 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,1 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]4 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]424,997 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]82,9 %  
Arborização de vias públicas [2010]45,7 %  
Urbanização de vias públicas [2010]22,2 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Salesópolis: Imagens da cidade e Região

imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-1
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-2
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-3
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-4
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-5
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-6
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-7
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-8
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-9
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-10
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-11
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-12
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-13
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-14
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-15
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-16
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-17
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-18
imagem de Sales%C3%B3polis+S%C3%A3o+Paulo n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Salesópolis e arredores.


Você conhece a cidade de Salesópolis? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: