Início » São Paulo » Populina


Populina - São Paulo



Populina faz parte do estado de São Paulo. Encontra-se a uma latitude 19º55′58" sul e a uma longitude 50º32′15" oeste, estando a uma altitude de 443 metros. sendo assim o municipio mais setentrional do estado de São Paulo . A cidade tem uma população de 4.223 habitantes (IBGE/2010) e área de 315,9km². Populina pertence à Microrregião de Jales.

Seu início se iguala a tantos outros, um aventureiro, uma picada e uma moradia rústica. O aventureiro pelo que se sabe, veio para caçar e a procura de um canto sossegado para ficar. Isso se deu no ano de 1915, com a chegada da primeira família, a de Antônio Alves de Oliveira seguida pela de Jonas Gonçalves de Menezes. Famílias que com o correr dos anos, se tornaram ligadas pelo casamento de seus filhos Antonio de Menezes e Laurenciana de Jesus. Após 28 anos chegou à região Lesbino de Souza Alkimin, vindo em seguida os senhores Antonio Augusto Ribeiro Filho, Antonio Augusto Fernandes e Antonio Custódio Alves, que dão todo o apoio a Lesbino na formação da vila. O traçado geográfico foi feito pelo Sr. Antonio Augusto Ribeiro Filho. Roçam-se as matas e abrem-se três ruas e, o Sr. Antonio Fernandes deu-lhe o nome de POPULINA. Etmologicamente falando, a palavra de origem latina, significa: POPULUS povo; LINA pequena (pequeno povo), mas o sentido real da palavra é reunião de povo.

No ano de 1946, construíram uma capela e organizaram a primeira festa em louvor a São João Batista, que ficou sendo o padroeiro do lugar. Nessa festa, vieram missionários capuchinhos, que realizaram cerimônias religiosas e o casamento do Sr. Lesbino de Souza Alkimin com a Sra. Maria Barboza de Souza Alkimin, que eram casados apenas no cartório. A vila foi desenvolvida, passando a DISTRITO DE PAZ de Populina, criada no município de Estrela DOeste, comarca de Fernandópolis, com sede no povoado de igual nome e com território desmembrado da sede do município de Estrela DOeste, pela Lei n.º 2.454, de 30 de dezembro de 1952 e posto em prática em 1 de janeiro de 1953.

História da cidade de Populina

Seu início se deu no ano de 1915, com a chegada da primeira família, a do Sr. Antonio Alves de Oliveira seguida pela do Sr. Jonas Gonçalves de Menezes, que com o correr dos anos se uniram pelo casamento de seus filhos Antonio de Menezes e Laurenciana de Jesus.

Após 28 anos chegaram nesta região o Sr. Lesbino de Souza Alkimin, vindo em seguida os senhores Antonio Augusto Ribeiro Filho, responsável pelo traçado geográfico; Antonio Augusto Fernandes; e Antonio Custódio Alves, que deram todo o apoio ao Sr. Lesbino à formação da vila, conhecida por Populina.

Tal denominação tem origem latina, significando: populis - povo; lina - pequena (pequeno povo), mas seu sentido real é reunião de povos, foi conferido ao povoado pelo Sr. Antonio Fernandes.

No ano de 1946, construíram uma capela e organizaram a primeira festa em louvor a São João Baptista, que ficou sendo o padroeiro do lugar. Nessa festa, vieram missionários capuchinhos, que realizaram cerimônias religiosas e o casamento do Sr. Lesbino de Souza Alkimin com a Sra. Maria Barboza de Souza Alkimin, que eram casados somente em cartório.

Gentílico:

Formação Administrativa

A vila foi desenvolvida, passando a Distrito de Paz de Populina, criada no Município de Estrela D′Oeste, comarca de Fernandópolis, com sede no povoado de igual nome e com território desmembrado da sede do Município de Estrela DOeste, pela Lei nº 2.454, de 30.12.52 e posto em prática em 01.01.53.

No dia 1º de janeiro de 1960 foi instalado o Município de Populina, criado pela Lei nº 5.285 de 18/02/59.

Fonte: IBGE; Arquivos Municipais

Autor do Histórico: JOSé VITORINO DE SOUZA

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Populina: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Populina? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: