Início » São Paulo » Penápolis


Penápolis - São Paulo



Penápolis faz parte do estado de São Paulo. A cidade tem uma população de 58.510 habitantes (IBGE/2010). Pertence à Mesorregião de Araçatuba e à microrregião de Birigui.

A Região dos "Campos do Avanhandava" e do "Salto do Avanhandava", no baixo Rio Tietê, quando da chegada dos primeiros pioneiros (brancos colonizadores), era habitada pelos índios Coroados (ou Kaingang ou ainda Caingangue) vindos do sul do Brasil.

O topônimo Ava - Nhandava significa: "O índio que fala o dialeto Nhandeva", por isso não se diz: "salto de", e, sim, se diz: "Salto do Avanhandava" ou "Cachoeira do Avanhandava", e, por isso, se acredita que os nhandevas predominavam na região quando da chegada dos índios Coroados.

História da cidade de PENáPOLIS SãO PAULO

O desbravamento do divisor de águas Tietê-Aguapeí, aberto na construção da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, na sua marcha para o oeste, foi marcado por grandes dificuldades e de lutas intensas com os índios coroados, primitivos habitantes dessa região.

Alguns fazendeiros, como João Antonio de Castilho, abandonaram suas propriedades fugindo dos constantes ataques dos coroados.

O povoamento da região se intensificou com a notícia da vinda da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil e com a atuação do advogado de São José do Rio Preto, Manoel Bento da Cruz, que em 1907, preparou um loteamento e fez doação de 100 alqueires de terras à Ordem dos Capuchinhos de São Paulo, constando como doador, Eduardo de Castilho, para formação de um patrimônio. No ano seguinte, em 25 de outubro, foi celebrada a primeira missa e instalado o Patrimônio de Santa Cruz de Avanhandava, cuja paróquia foi transferida de Bauru, em 22 de abril de 1909.

Com a chegada dos trilhos da ferrovia na nova localidade, em março de 1908, novos moradores foram atraídos e em dezembro de 1909, foi elevada a distrito de paz com o nome de Penápolis, em homenagem ao Ex-Presidente da República, Afonso Augusto Moreira Penna.

GENTíLICO: PENAPOLITANO

FORMAçãO ADMINISTRATIVA

Distrito criado com a denominação de Penápolis, por Lei Estadual no 1177, de 17 de novembro de 1909, com sede na povoação da estação de Santa Cruz do Avanhandava, no Município de Rio Preto.

Lei Estadual no 1225, de 16 de dezembro de 1910, transfere o Distrito de Penápolis do Município de Rio Preto para o de Bauru.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, Penápolis (Ex-Pennapolis), figura como Distrito do Município de Bauru.

Elevado à categoria de município com a denominação de Penápolis, por Lei Estadual no 1397, de 22 de dezembro de 1913, desmembrado de Bauru, com Sede no antigo Distrito de Penápolis. Constituído do Distrito Sede. Sua instalação verificou-se no dia 11 de maio de 1914.

Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 01-IX-1920, o Município de Penápolis, se compõe de 5 Distritos: Penápolis, Hector Legru, Miguel Calmon, Birigui e Araçatuba.

Lei no 1811, de 08 de dezembro de 1921, desmembrado do Município de Penápolis, o Distrito de Birigui.

Lei no 1812, de 08 de dezembro de 1921, desmembra do Município de Penápolis, o Distrito de Araçatuba.

Lei no 1934, de 29 de novembro de 1923, desmembra do Município de Penápolis o Distrito de Promissão (Ex-Hector Legru).

Lei no 2102, de 29 de dezembro de 1925, desmembra do Município de Penápolis, o Distrito de Avanhadava (Ex-Miguel Calmon).

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Município de Penápolis, se compõe do Distrito Sede.

Decreto no 6713, de 29 de setembro de 1934, cria o Distrito de Alto Alegre e incorpora ao Município de Penápolis.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, bem como no quadro anexo ao Decreto-lei Estadual no 9073, de 31 de março de 1938, o Município de Penápolis, compreende o único têrmo judiciário da comarca de Penápolis e se divide em 2 Distritos: Penápolis e Alto Alegre.

No quadro fixado, pelo Decreto-lei Estadual no 9775, de 30 de novembro de 1938, para 1939-1943,

o Município de Penápolis, é constituído de 2 Distritos: Penápolis e Alto Alegre - e é têrmo único da comarca de Penápolis, têrmo êste formado por 3 Municípios: Penápolis, Avanhandava e Glicério.

Em virtude do Decreto-lei Estadual no 14334, de 30 de novembro de 1944, que fixou o quadro territorial para vigorar em 1945-1948, o Município de Penápolis ficou composto de 2 Distritos: Penápolis e Alto Alegre - e constitui o único têrmo judiciário da comarca de Penápolis, a qual é formada pelos Municípios de Penápolis, Avanhandava e Glicério.

Figura no quadro fixado pela Lei no 233, de 24-XII-1948, para 1949-1953, é constituído de 2 Distritos: Penápolis e Alto Alegre, comarca de Penápolis e no fixado pela Lei Estadual no 2456, de 30XII-1953, para 1954-1958, com 1 Distrito, Penápolis mesma comarca, em virtude da elevação do Distrito

de Alto Alegre à categoria de município, pela mesma lei. Em divisão territorial datada de 01-VII-1960, o município é constituído do Distrito Sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VII-1999.

Fonte: IBGE

Código do Município

3537305

Gentílico

penapolitano

Prefeito

CELIO JOSE DE OLIVEIRA

População
População estimada [2018]63.047 pessoas  
População no último censo [2010]58.510 pessoas  
Densidade demográfica [2010]82,31 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,1 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]17.697 pessoas  
População ocupada [2016]28,4 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]29,5 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]98,7 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]6,5  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,7  
Matrículas no ensino fundamental [2017]7.279 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]2.196 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]432 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]190 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]25 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]13 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]27.010,39 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]72,2 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,759  
Total de receitas realizadas [2017]176.620,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]162.096,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]14,34 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,4 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]22 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]711,315 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]96,7 %  
Arborização de vias públicas [2010]98,9 %  
Urbanização de vias públicas [2010]11,2 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Penápolis: Imagens da cidade e Região

imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-1
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-2
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-3
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-4
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-5
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-6
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-7
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-8
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-9
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-10
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-11
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-12
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-13
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-14
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-15
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-16
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-17
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-18
imagem de Pen%C3%A1polis+S%C3%A3o+Paulo n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Penápolis e arredores.


Você conhece a cidade de Penápolis? Então deixe seu comentário!


Comentários (1)

  1. vera lucia rodrigues da silva's avatarvera lucia rodrigues da silva

    Bom dia,minha mae nasceu em Penapolis,meus avos Joaquim de Oliveira e Albina Ferreira,moravam na Zona rural,gostaria que alguem que os conheceu me mandassem alguma foto,da zona rural, minha mae falava muito sobre Penapolis,por favor ajudem a resgatar minha historia,eles sairam de Penapolis para morar na zona rural de nova Independencia-sp,tenho algumas fotos e uma delas parece ser uma casa de costureiras,uma das moças e japonesa,meu telefone para contato:2433415721 Volta Redonda-RJ

    #1 – 31/01/2018 - 14:02

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: