Início » São Paulo » Bom Jesus dos Perdões


Bom Jesus dos Perdões - São Paulo



Bom Jesus dos Perdões faz parte do estado de São Paulo. Encontra-se a uma latitude 23º08′06" sul e a uma longitude 46º27′55" oeste, estando a uma altitude de 770 metros. A população avaliada em 2009 era de 17.993 habitantes.

Município fundado em 22 de maio de 1705 (307anos), por Bárbara Cardoso de Almeida, paulistana, filha de Mathias Cardoso de Almeida e Isabel Furtado. Seu filho frei Mathias Lopes é fundador de Nazaré Paulista.

A região integra o ciclo das bandeiras que partiam de São Paulo com destino aos sertões brasileiros a procura de riquezas minerais, principalmente esmeraldas e outras pedras preciosas. Fernão Dias Paes Leme, em sua última "bandeira", deixou naquela região sua prima, Bárbara Cardoso, que estabeleceu-se no local, dando início ao povoado do qual se originaram duas cidades-irmãs: Bom Jesus dos Perdões e Nazaré Paulista. Ela foi responsável pela construção de uma capela, que deu origem ao atual Santuário do Senhor Bom Jesus dos Perdões, um templo religioso católico, em estilo barroco mineiro, que no início do século 19 foi reformado pelos discípulos de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. Em 1913, a capela do Senhor Bom Jesus dos Perdões foi elevada a Santuário Arquiepiscopal, hoje, um centro religioso que recebe anualmente a visita de milhares de turistas e devotos vindos de todas as partes do país.

História da cidade de Acolhedora, sem violência e muito respeito ao turista, assim é Bom Jesus dos Perdões, uma típica cidade do interior, também conhecida por suas manifestações folclóricas, especialmente a de São Gonçalo, realizada por violeiros que exibem a "catira", espécie de dança, e onde é servido o "afogado", ensopado com carne bovina e batatas, servido com arroz e farinha de milho. Uma das mais belas atrações de Bom Jesus é, sem dúvida, a Igreja Matriz, um exemplo arquitetônico do barroco mineiro.Em Bom Jesus dos Perdões tem a Feira do Artesanato, peças em madeira e bordados, aberta ao público diariamente no saguão da Prefeitura, no centro. Aos finais de semana, à noite, instalam-se ao redor da Igreja Matriz diversas barracas, para se degustar pratos típicos da região, além de lanches, doces e salgados. No local, são comuns as caminhadas nos calçadões, onde o povo se reúne em volta da igreja, para conversar e se divertir.

Muitas são as paisagens pitorescas do lugar: diversas cachoeiras e locais tranquilos para caminhadas e um contato íntimo com a natureza. Para quem gosta de esportes radicais, tem a Pedra Grande, um local nacionalmente conhecido pelos amantes do vôo Livre. Há também um marco ecológico em forma de coração, denominado Pedra do Coração, localizada a mil metros de altitude, defronte uma cachoeira. Rica em fauna, flora e nascentes, a cidade fica numa região privilegiada, aos pés da Serra da Mantiqueira, cujo clima é considerado um dos melhores do mundo. Sustenta ainda a excelência em qualidade de vida, reconhecida pela ONU. São muitas as festas religiosas que ocorrem durante o ano. A cidade é um santuário ecológico com suas cachoeiras e matas. Possui pousadas para fins de semana..

Elevado a categoria de Freguesia pela lei 1543 de 30-12-1916, com sede na povoação de Bom Jesus dos Perdões, no município de Nazaré Paulista, com o nome de Perdões. O Decreto Lei 14334 de 20-11-1944, mudou-lhe o nome para Ajuritiba. Pela lei 233 de 24-12-1948, tomou o nome de Bom Jesus dos Perdões.Pela lei 5285 de 18-12-1959 criou-se o município.

Fundação: 22 de maio de 1705 (302 anos)

- área: 109 km2

Gentílico : Perdoense

Altitude: 747m - Temperatura média: 20ºC

PONTOS TURíSTICOS:

Feira do Artesanato: peças regionais em madeira e bordados, no saguão da Prefeitura, no centro - Casario Colonial: abriga a sede da Estação Ecológica Administrada pelo Ibama onde funciona a exposição sobre a história do Município - Igreja Bom Jesus dos Perdões: estilo barroco, altar em forma de embarcação cuja a base é um peixe esculpido em madeira. Parque Nacional do Superagui: trilhas ecológicas, abriga diferentes espécies de animais - Reserva Natural Salto Morato: faz parte da Mata Atlântica que pertence à fundação O Boticário - Ponta dos Morretes: no centro da cidade com passarela beirando a Baía e local para banho - Morro do Quitrembê: 80m de altura, no perímetro urbano da cidade, com trilha sinuosa no meio da vegetação nativa e extensão de 800 m que culmina em seu topo - Cachoeira do Ronca: com formação de pedras dágua e extensa área verde, oferece pontos de descanso nos quiosques e serviços de lanchonete - Mirante Pedra do Coração: em meio a muito verde possui 1.300 m de altitude e serve de rampa para a prática de vôo livre. Fica no Bairro da Cachoeirinha.

Fonte: IBGE

Autor do Histórico: VLADEMIR DE AZEVEDO

Código do Município

3507100

Gentílico

perdoense

Prefeito

SERGIO FERREIRA

População
População estimada [2018]24.898 pessoas  
População no último censo [2010]19.708 pessoas  
Densidade demográfica [2010]181,87 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,3 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]5.531 pessoas  
População ocupada [2016]23,5 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]31 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97,7 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]6.6  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4.7  
Matrículas no ensino fundamental [2017]3.041 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]867 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]142 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]59 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]9 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]3 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]23.407,62 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]63,4 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0.713  
Total de receitas realizadas [2017]82.258,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]67.841,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]9,9 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,2 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]3 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]108,366 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]96,3 %  
Arborização de vias públicas [2010]96,5 %  
Urbanização de vias públicas [2010]74,2 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Bom Jesus dos Perdões: Imagens da cidade e Região

imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-1
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-2
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-3
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-4
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-5
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-6
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-7
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-8
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-9
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-10
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-11
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-12
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-13
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-14
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-15
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-16
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-17
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-18
imagem de Bom+Jesus+dos+Perd%C3%B5es+S%C3%A3o+Paulo n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Bom Jesus dos Perdões e arredores.


Você conhece a cidade de Bom Jesus dos Perdões? Então deixe seu comentário!


Comentários (1)

  1. José Roberto Bragança Saracchini de Oliveira's avatarJosé Roberto Bragança Saracchini de Oliveira

    Em relação a fundação de Bom Jesus dos Perdões, falta um fato importante na história, pois sem esta condição, não haveria póssibilidade de se edificar uma capela naquela época, pois o Senhor Bispo não daria a licença ou provisão para se construir uma igreja.

    Que condição seria esta : Era o Patrimônio da Capela, poderia ser terras, casas, escravos, estes eram os patrimônios mais usuais da época, vou citar alguns exemplos de patrimônio que foram necessários para edificação das seguintes Igrejas:

    Piracaia :- foram terras doadas por Dona Leonor de Oliveira Franco, Atibaia : - Antonio Vaz doou de um escravo, vale lembrar que um escravo valia mais que uma fazenda. Jarinu : Lourenço Franco doou uma morada de casa, localizada atráz da Matriz de Atibaia. Bragança Paulista : - Antonio Pires de Alvarenga doou uma gleba de terras em quadra. Toledo Minas Gerais :- João Lopes da Silva doou 8 alqueires de terras. Freguesia do Ó em SP, Manoel Preto doou meia légua de terras em quadra, 30 vacas e um touro, e assim por diante. Doação esta necessária para manter as despesas da futura Matriz.

    #1 – 12/04/2017 - 13:57

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: