Início » Santa Catarina » Sul Brasil


Sul Brasil - Santa Catarina



Sul Brasil é uma cidade do Estado de Santa Catarina.

Encontra-se a uma latitude 26º44′10" sul e a uma longitude 52º57′53" oeste, estando a uma altitude de 418 metros. Sua população segundo o censo do IBGE em 2000 era de 3.116 habitantes. A Contagem da População do IBGE 2007, aponta para uma população atual de 3.061 habitantes. Neste mesma contagem, foram recenseados pelo IBGE, 869 domicílios, sendo 846 ocupados e 23 não ocupados.

Localizado entre os Rios Burro Branco e Pesqueiro, no Extremo-oeste da Micro-região de Chapecó, pertencendo a Associação dos municípios do Oeste de Santa Catarina – AMOSC. O município é formado por 15 comunidades.

História da cidade de Esta comunidade formou-se por volta de 1954, com o nome de Sul Brasil em função do nome da empresa responsável pelo projeto de colonização da área que atualmente compõe o Município de Sul Brasil. A Companhia Colonizadora Sul Brasil Ltda, foi a responsável pela colonização de grande parte do Oeste de Santa Catarina, e as terras que compõe o município de Sul Brasil, foram por elas exploradas. A prática utilizada era a de explorar a madeira, lotear as terras e vendê-las às famílias de agricultores vindas de outras regiões.

Na época em que a Colonizadora Sul Brasil iniciou o processo de vendas das terras, nesta região viviam muitos caboclos, assim denominados as pessoas que viviam principalmente da caça e pesca (aqui no Rio Três Voltas, popular Rio Pesqueiro), além de plantarem principalmente mandioca e batata-doce. Grande parte destes que já residiam aqui foram embora e parte permaneceu aqui e acabavam trabalhado de diaristas (praticamente somente para a sobrevivência) para os colonizadores, principalmente imigrantes do Rio Grande do Sul, Paraná e litoral de Santa Catarina que vinham em busca de novas fronteiras agrícolas e melhores condições de vida. Os primeiros imigrantes compunha-se de um grupo em torno de 10 famílias, principalmente italianos e alemães, comprando de 10 a 20 hectares de terra.

Assim, hoje, algumas das famílias mais carentes são descendentes dos primeiros moradores, que aqui habitavam quando os primeiros colonizadores começaram a chegar. Mas, a maioria são descendentes de colonos que vieram para trabalhar na lavoura, sem nenhuma orientação técnica, apenas com o conhecimento repassado pelos pais, com muito pouco capital, apenas o necessário para adquirirem uma pequena gleba de terra. Empobreceram ainda mais pela falta de capacitação para administrar a propriedade. Já algumas outras famílias vieram posteriormente, provavelmente atropelados de outros municípios, formando alguns barracos, ou então casas em péssimas condições, trabalhavam de diaristas e sobreviviam precariamente.

Pesquisas histórias que vem sendo realizadas demonstram que a ocupação das terras de Sul Brasil iniciou nas primeiras décadas do século XX. Através dos registros eclesiásticos de casamentos e batizados efetuados pelos primeiros padres que visitaram a região Oeste do Estado de Santa Catarina

foram descobertos vários casamentos e batizados efetuados na localidade de Sul Brasil e Pesqueiro, onde atualmente encontra-se o Município.

Apesar das grandes dificuldades por que passaram os primeiros colonizadores, a comunidade foi prosperando ao longo dos anos. Foi assim que, através da Resolução número 004/68, de 16 de dezembro de 1968, aprovada pela Câmara de Vereadores de Modelo - SC, e pela Lei No 5.412, de 08 de dezembro de 1977, aprovada pela Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina, foi transformado em Distrito de Sul Brasil, com sede municipal de Modelo - SC, e Comarca de Pinhalzinho - SC.

Com muito trabalho, em 27 de agosto de 1991, a Assembléia Legislativa aprova o Projeto de Lei no 225/91, que cria o Município de Sul Brasil. O sonho torna-se realidade, em 26 de

O município é banhado pelos Rios Burro Branco (que faz divisa com os municípios de Serra Alta, Modelo e Pinhalzinho) e Três Voltas, popularmente conhecido como Pesqueiro (que faz a divisa com os municípios de União do Oeste, Jardinópolis, e Irati).

Também fazem parte dos recursos hídricos municipais, o Lajeado Bueno, Lajeado Uru, Lajeado Três Amigos e Lajeado Barra Escondida, que tem sua origem no território do município.com subtropical a temperado, sem estação seca, sendo a precipitação pluviométrica entre 1700 a 2000 mm anuais, geralmente ocorrendo de forma bem distribuída, com exceção em alguns anos. Com uma altitude média de 418 metros a temperatura oscila de 0 a 34oC, ficando com uma média de 20oC.

1.1.1.Cobertura Vegetal

A cobertura vegetal é de pastagens naturais e formadas, matas naturais, reflorestamentos e capoeira. No município praticamente inexiste a exploração mineral.

Nos últimos anos tem aumentando a consciência ecológica da população, que, sabedora da importância das matas, tem preservado as matas ainda existentes, principalmente nas áreas de preservação permanente e vem buscando novas alternativas com a intensa implantação de reflorestamento, principalmente com espécies exóticas, que apesar de não trazerem um benefício direto tão grande ao meio ambiente, pelos menos diminui a pressão sobre as espécies nativas setembro de 1991, quando o então Governador Vilson Kleinubing sanciona a Lei nº 8.353, que cria o município de Sul Brasil.

Localização do Município

Sul Brasil encontra-se na Mesoregião Oeste de Santa Catarina, mais precisamente na Microrregião do Meio Oeste Catarinense, cujo centro polenizador é Chapecó, integrando-se a AMOSC (Associação dos Municípios do Oeste de Santa Catarina) que é composta por 20 municípios.

1.1.1.Limites

O município de Sul Brasil limita-se ao Norte com o município de Saltinho, ao Sul com o município de Pinhalzinho, ao Leste com os municípios de Irati, Jardinópolis e União do Oeste e ao Oeste com os municípios de Serra Alta e Modelo.

1.1.2.área Física

O município tem uma área de 114,9 km2, sendo aproximadamente 114,05 km2 de área rural e 0,85 km2 de área urbana.

1.1.3.Localização Espacial

Com altitude média de 418 metros acima do nível do mar, Sul Brasil tendo como referência o Ponto 01 de Latitude 28o38 10 S, e Longitude 52o5943 W; e o Ponto 02 de Latitude 26o3644 S, e Longitude 52o5623 W.

Aspectos Naturais

1.1.4.Geologia e Relevo

As classe de solos predominantes são os Cambissolos, Litólicos e em menor escala Latossolos. A topografia do Município apresenta-se ondulada a fortemente ondulada na sua quase totalidade, sendo que as classes de solos 3 e 4 representam aproximadamente 75% da área total, onde estão situadas 81% das propriedades com até 20 hectares. Por suas características hídricas e de relevo, o município pode ser dividido em quatro micro bacias hidrográficas principais.

Pela sua característica de topografia bastante acidentada grande parte das áreas encontram-se em conflito de uso, o que acarreta danos ambientais, erosão, esgotamento dos solos e baixa produção agrícola.

1.1.5.Recursos Hídricos

O município é banhado pelos Rios Burro Branco (que faz divisa com os municípios de Serra Alta, Modelo e Pinhalzinho) e Três Voltas, popularmente conhecido como Pesqueiro (que faz a divisa com os municípios de União do Oeste, Jardinópolis, e Irati).

Também fazem parte dos recursos hídricos municipais, o Lajeado Bueno, Lajeado Uru, Lajeado Três Amigos e Lajeado Barra Escondida, que tem sua origem no território do município.

Criação do Município

O Município de Sul Brasil foi criado em 26 de setembro de 1991 através da Lei Estadual no 8.353, sendo que a sua implantação político-administrativa se deu em 01 de janeiro de 1993, estando hoje na Terceira Gestão de Governo.

1.1.15Origem étnica

A origem étnica predominante é a italiana originária do Rio Grande do Sul, correspondendo a 65%, seguindo de Alemães, Poloneses, Negros e Mestiços.

1.1.16Densidade Demográfica

A densidade demográfica é de 27,12 habitantes por Km2.

1.1.17Religião Predominante

A religião predominante é a católica, com presença também de igrejas evang licas.

A economia básica do Município é a agricultura destacando - se como principais produtos: milho, fumo, soja, feijão, arroz, batata inglesa, mandioca, e trigo. Na pecuária destacam - se: bovinocultura (principalmente a bovinocultura leiteira), a avicultura e a suinocultura.

A produtividade nas lavouras do nosso município é baixa, na grande maioria das propriedades, em função de alguns fatores limitadores, que podem ser resumidos como segue:

Inadequado sistema de exploração da terra, que na maioria das propriedades ainda bastante rudimentar;

Topografia bastante acidentada;

Enfraquecimento do solo pelo uso intensivo e contínuo, sem a devida reposição de nutrientes;

Erosão devido a insuficiência de práticas de conservação do solo;

Uso excessivo e abusivo de produtos químicos (agrotóxicos e adubos químicos altamente solúveis);

Como componente da economia do município também merece menção a atividade industrial e comercial, que proporcionam emprego e renda para centenas de munícipes, além de também contribuírem para a formação do PIB do município.

Ainda fazem parte da economia do município 02 fábricas de móveis que empregam aproximadamente 140 funcionários, no total.

GESTãO ATUAL:

Prefeito Municipal: DELCI ANTôNIO VALENTINI

Vice - Prefeito: ANTONIO MARIO TASCA

Fonte: Histórico do Município: www.sulbrasil.sc.gov.br

Autor do Histórico: GILBERTO JOEL SEGUNDO POSTALLI LANZARINI

Código do Município

4217758

Gentílico

sul brasilense

Prefeito

ÉDER IVAN MARMITT

População
População estimada [2018]2.500 pessoas  
População no último censo [2010]2.766 pessoas  
Densidade demográfica [2010]24,51 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,9 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]388 pessoas  
População ocupada [2016]15,0 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]28,4 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]99,3 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]-  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]5  
Matrículas no ensino fundamental [2017]324 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]89 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]26 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]12 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]4 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]31.764,87 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]89,3 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,707  
Total de receitas realizadas [2017]15.939,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]13.757,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]- óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]2,7 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]1 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]112,872 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]19,2 %  
Arborização de vias públicas [2010]17,9 %  
Urbanização de vias públicas [2010]9,4 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  11. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  16. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  17. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  18. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  19. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  21. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  22. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  23. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  24. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  25. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  26. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Sul Brasil: Imagens da cidade e Região

imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-1
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-2
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-3
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-4
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-5
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-6
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-7
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-8
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-9
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-10
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-11
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-12
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-13
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-14
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-15
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-16
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-17
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-18
imagem de Sul+Brasil+Santa+Catarina n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Sul Brasil e arredores.


Você conhece a cidade de Sul Brasil? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: