Início » Santa Catarina » Laguna


Laguna - Santa Catarina



Laguna faz parte do estado de Santa Catarina. Encontra-se a uma latitude 28º28′57" sul e a uma longitude 48º46′51" oeste, estando a uma altitude de 2 metros. Sua população em 2007 é de 50.452 habitantes. Possui uma área de 445,24km². Em primeiro de janeiro de 2013 perderá 1/5 de sua população com a instalação do município de Pescaria Brava.

No início da colonização do Brasil, o território onde seria instalada Laguna constituía a parte mais meridional do Brasil, na Capitania de Santana. Neste município passa a linha imaginária criada no tratado de Tordesilhas em 1494, separando as terras de Portugal à leste e Espanha à oeste. Por este motivo, Laguna tornou-se um importante ponto geográfico para Portugal.

Em 1684 a vila de "Santo Antônio dos Anjos de Laguna" teve os seus fundamentos lançados pelo capitão vicentista, enérgico bandeirante, Domingos de Brito Peixoto (e seu filho Francisco de Brito Peixoto) que, antes, segundo crônicas da época, deixou o seu nome a breve estabelecimento, em uma enseada da baía sul da ilha. (fonte: Colonização do Estado de Santa Catarina - dados históricos e estatísticos (1640-1916) - Secretaria Geral dos Negocios do Estado - 1917).

História da cidade de LAGUNA SANTA CATARINA Monografia - n.º 053 Ano: 1956

ASPECTOS HistóricoS

SOBRE a data da fundação de Santo Antônio dos Anjos de Laguna - mais tarde, apenas Laguna - existe divergência de opiniões. Teria sido seu primeiro Povoador o paulista Domingos de Brito Peixoto, no correr do século XVII.

Houve duas tentativas para fundar a cidade. A primeira foi uma expedição marítima que não chegou a bom termo; impelida para o norte por fortes ventos, soçobrou à altura do Espírito Santo, perdendo-se a tripulação. Brito Peixoto, no entanto, organizou dois novos grupos: um seguiu por terra e outro por mar. Quatro meses depois atingiram o ponto almejado. O primeiro cuidado do desbravador foi a edificação de um templo dedicado a Sto. Antônio dos Anjos, cuja imagem teria sido encontrada na praia.

A população cresceu com a imigração proveniente da ilha de Santa Catarina e com os resultados das explorações feitas por Domingos Peixoto e seus dois filhos, os quais descobriram as campinas do rio Grande, aí introduzindo gado que arrebanharam das costas do rio da Prata.

Em 1714, o governador do Rio de Janeiro, D. Francisco de Távora, pretendendo dar maior expansão aos trabalhos no sul e prevendo a possibilidade de novas campanhas, elevou a povoação a Município. A instalação da vila verificou-se a 20 de janeiro de 1720.

Por essa época, começaram as primeiras expedições para o sul, em demanda do Rio Grande de São Pedro. Especialmente com a chegada de portugueses e paulistas, Laguna foi adquirindo importância, para isso contribuindo também a descoberta de novos caminhos para os campos sulinos.

Durante a Guerra dos Farrapos (1839) o Município foi invadido pelas tropas revolucionárias, sob

o comando de Jerônimo de Castilho. Canabarro, um dos chefes da revolução vitoriosa, oficia à Câmara, lembrando a necessidade de ser proclamada a independência de Santa Catarina. Pelo Decreto n.º 2, de 10 de setembro de 1839, foi Laguna elevada à categoria de cidade. Vencida a revolução, porém, e tornados sem efeito seus atos, foi Laguna reconduzida à mesma categoria, em 15 de abril de 1847.

Formação administrativa

A COMARCA foi criada pela Lei provincial n.º 411, de 17 de abril de 1856, sob a denominação de Santo

Antônio dos Anjos. De acordo com o Decreto-lei n.º 431, de 19 de março de 1940, é comarca de 3.ª

entrância, pertencendo à 10.ª circunscrição Judiciária, e abrangendo ainda o Município de Imaruí.

Segundo a divisão administrativa do país, vigente em 1.º de julho de 1955, o Município de Laguna é formado de 5 distritos: Laguna, Henrique Laje, Mirim, Pescaria Brava e Ribeirão Pequeno.

Fonte: IBGE

Código do Município

4209409

Gentílico

lagunense

Prefeito

MAURO VARGAS CANDEMIL

População
População estimada [2018]45.500 pessoas  
População no último censo [2010]51.562 pessoas  
Densidade demográfica [2010]116,77 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,9 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]8.271 pessoas  
População ocupada [2016]18,4 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]30,9 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97,7 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,9  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,7  
Matrículas no ensino fundamental [2017]5.042 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]1.268 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]343 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]155 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]26 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]9 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]17.431,53 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]68,7 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,752  
Total de receitas realizadas [2017]104.264,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]89.404,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]7,81 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,4 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]30 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]336,396 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]68,3 %  
Arborização de vias públicas [2010]34,5 %  
Urbanização de vias públicas [2010]28 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Laguna: Imagens da cidade e Região

imagem de Laguna+Santa+Catarina n-1
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-2
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-3
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-4
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-5
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-6
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-7
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-8
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-9
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-10
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-11
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-12
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-13
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-14
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-15
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-16
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-17
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-18
imagem de Laguna+Santa+Catarina n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Laguna e arredores.


Você conhece a cidade de Laguna? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: