Início » Santa Catarina » Campos Novos


Campos Novos - Santa Catarina



Campos Novos é uma cidade no interior do estado de Santa Catarina, Região Sul do país. Pertence à Mesorregião de Serrana e Microrregião de Curitibanos e. encontra-se a oeste da capital do estado, distando desta cerca de 370km. Ocupa uma área de 1659,625 km², sendo que 4,5211 km² estão em perímetro urbano e é a terceira maior do estado, e sua população foi estimada em 2011 em 33073 habitantes, sendo então o 40º mais populoso do estado.

A sede tem uma temperatura média anual de 18,0°C e na vegetação do município predomina a mata de araucária. Com 82,44% da população vivendo na zona urbana, a cidade contava, em 2009, com 21 estabelecimentos de saúde. O seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,794, considerando-se como médio em relação ao estado.

A região começou a ser desbravada no decorrer do século XVIII, sendo que até então era povoada exclusivamente pelos índios kaigangs. Fundada em 1881, passou por um período de crescimento demográfico no começo do século XX, com a vinda de imigrantes à procura de emprego e de refugiados da Guerra do Contestado. Foi nessa época em que Campos Novos descobre sua vocação agrícola, sendo atualmente um dos principais produtores de alimentos como milho, soja, feijão, trigo e cevada do estado, além de se destacar na pecuária e na apicultura.

História da cidade de Campos Novos Santa Catarina - SC

Eram índios guaranis os primitivos habitantes da região.

Em 1814, a expedição chefiada pelo major Atanagildo Martins pretendeu entrar em contato com as missões. Por temer os silvícolas, alterou sua meta e, após percorrer o território de Campos Novos dirigiu-se aos Campos de Vacarias.

O início do povoamento se fez através do fazendeiro João Gonçalves de Araújo e outros companheiros que, atraídos pela fumaça das queimadas provocadas pelos índios, chegaram à Serra do Espinilho. Em 1848, paulista ocuparam os Campos de São José.

Salvador Vieira levantou casa do povoado e Domingos Mattos Cordeiro construiu a Igreja de São João Batista.

Gentílico: campos-novense

Formação Administrativa

Freguesia criada com a denominação de Campos Novos, pela lei provincial nº 377, de 16-06-1854, subordinado a vila de Curitibanos.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Campos Novos, pela lei provincial nº 923, de 30-03-1881, desmembrado de Curitibanos. Sede na antiga vila de Campos Novos. Constituído do distrito sede. Instalado em 03-10-1882.

Pela lei provincial nº 1028, de 19-05-1883 e lei municipal nº 28, de 01-04-1898, é criado o distrito de Herval e anexado ao município de Campos Novos.

Pela lei municipal nº 61, de 20-10-1900, é criado o distrito de Faxinal e anexado ao município de Campos Novos.

Pela lei municipal nº 70, de 07-01-1901, é criado o distrito de Umbu e anexado ao município de Campos Novos.

Pela lei estadual nº 92, de 03-03-1903, é extinto o distrito de Herval, sendo seu território anexado ao distrito sede de Campos Novos.

Pela lei municipal nº 119, de 19-04-1905, é recriado o distrito de Herval e anexado ao município de Campos Novos.

Pela lei municipal nº 98, de 06-06-1903, extinto o distrito de Umbu, sendo seu território anexado ao distrito sede do município Campos Novos.

Pela lei municipal nº 113, de 08-01-1905, é recriado o distrito de Umbu e anexado ao município de Campos Novos.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 4 distritos: Campos Novos, Faxinal, Herval e Umbu.

Pela lei municipal nº 206, de 18-11-1914, é criado o distrito de Rio Capinzal e anexado ao município de Campos Novos.

Pela lei municipal nº 208, de 18-11-1914, é criado o distrito de Rio Antas e anexado ao município de Campos Novos.

No quadro de apuração do Recenseamento Geral de 1-IX-1920, o município é constituído de 7 distritos: Campos Novos, Herval, Fazenda Velha, Umbu, Rio Capinzal, Rio das Antas e Faxinal.

Pela lei municipal nº 292, de 09-01-1923, é criado o distrito de Rio do Peixe e anexado ao município de Campos Novos.

Pela lei municipal nº 337, de 12-4-1927, são criados os distritos de Rio Bonito, Perdizes e Estação Herval Novo.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído 10 distritos: Campos Novos, Coração do Jesus do Faxinal ex-Faxinal, Estação do Herval Novo, Rio das Antas, Rio Bonito, Rio do Peixe, Rio Capinzal, São Francisco do Umbu ex-Umbu, Perdizes e São Sebastião do Herval ex-Herval. Menos o distrito de Fazenda Velha, sendo seu território anexado ao distrito sede de Campos Novos.

Em divisões territoriais datada de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído de 10 distritos: Campos Novos, Abdon Batista, Coração de Jesus do Faxinal, Herval Novo ex-São Sebastião do Herval, Perdizes, Rio Bonito, Rio Capinzal, Rio do Peixe, São Francisco do Umbu e Uruguaí. Mesmo o distrito de Estação de Herval, sendo seu território anexado ao distrito sede do município de Campos Novos.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 10 distritos: Campos Novos, Abdon Batista, Coração de Jesus ex-Coração de Jesus do Faxinal, Perdizes, Rio Bonito, Rio Capinzal, Rio do Peixe, Herval ex-São Sebastião do Herval, Umbu ex-São Francisco do Umbu e Uruguai.

Pelo decreto estadual nº 238, de 01-12-1938, o distrito de São Sebastião do Herval passou a denominar-se Arco Verde.

Pelo decreto-lei estadual nº 86, de 31-03-1938, o distrito de São Francisco de Umbu passou a denominar-se Umbu e o distrito de Coração de Jesus de Faxinal a denominar-se Coração de Jesus.

Pelo decreto-lei estadual nº 941, de 31-12-1943, alterou a denominação dos seguintes distritos: Arcoverde para Erval Velho; Rio Capinzal para Capinzal; Coração de Jesus para Espinilho; Rio do Peixe para Piratuba; Umbu para Tupitinga. O mesmo decreto-lei criou o distrito de Leão e anexado ao município de Campos Novos, com também adquiriu distrito de Ouro do município de Cruzeiro e o distrito de Ipira do município de Concórdia. Além disso, transfere o distrito de Uruguai para o município de Concórdia, transfere os distritos de Uruguai para o município de Concórdia e o distrito de Rio Bonito, sob a denominação Tanguará, para o município de Videira. Finalmente, este decreto-lei extingui o distrito de Perdizes, sendo seu território anexado do novo município de Videira.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 10 distritos: Campos Novos, Abdon Batista, Capinzal ex-Rio Capinzal, Erval Velho, ex-Arcoverde Espinilho ex-Coração de Jesus, Ipira, Piratuba, Tupitinga ex-Umbu, Leão e

o Ouro.

Pela lei estadual nº 247, de 30-12-1948, desmembra do município de Campos Novos os distritos de Piratuba e Ipira. Para formar o novo município de Piratuba, Ipira extinto. Ainda desmembra do município de Campos Novos os distritos de Capinzal e Ouro extinto. Para formar o novo município de Capinzal.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 6 distritos: Campos Novos, Abdon Batista, Erval Velho, Espinilho, Leão e Tupitinga.

Pela lei municipal nº 156, de 18-05-1956, é criado o distrito de Vargem e anexado ao município de Campos Novos.

Pela lei municipal nº 169, de 22-05-1956, é criado o distrito de Barra Fria e anexado ao município de Campos Novos.

Pela lei municipal nº 174, de 28-08-1956, é criado o distrito de Palmares e anexado ao município de Campos Novos.

Pela lei municipal nº 175, de 23-08-1956, é criado o distrito de Dal`Pai e anexado ao município de Campos Novos.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 10 distritos: Campos Novos, Abdon Batista, Barra Fria, Dal`Pai, Erval Velho, Espinilho, Leão, Palmaão, Palmares, Tupitinga e Vargem.

Pela lei estadual nº 889, de 18-06-1963, desmembra do município de Campos Novos os distritos de Erval Velho e Barra Fria. Para formar o novo município de Erval Velho.

Pela lei estadual nº 784, de 15-12-1961, é criado o distrito de Maromba e anexado ao município de Campos Novos.

Pela lei estadual nº 320, de 16-05-1963, é criado o distrito e Monte Carlos e anexados ao município de Campos Novos.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 10 distritos: Campos Novos, Abdon Batista, Dal`Pai, Espinilho, Leão, Marombas Monte Carlo, Palmares, Tupitinga, Vargem e Zortéa.

Pela lei estadual nº 865, de 03-08-1981, é criado o distrito de Zortéa e anexado ao município de Campos Novos.

Em divisão territorial datada de 18-VIII-1988, o município é constituído de 11 distritos: Campos Novos, Abdo ex-Batista, Dal`Pai, Espinilho, Leão, Marombas, Monte Carlo, Palmares, Marombas, Monte Carlo, Palmares Tupitinga, Vargem e Zortéa.

Pela lei estadual nº 7584, de 26-04-1989 e lei estadual nº 7761, de 16-10-1989, que modificou seus limites, desmembra do município de Campos Novos o distrito de Abdon Batista. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 8531, de 26-09-1991, desmembra do município de Campos Novos o distrito de Monte Carlo. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 8483 de 12-12-1991, desmembra do município de Campos Novos o distrito de Vargem. Elevado à categoria de município.

Pela lei municipal, de 1810, de 20-03-1991, é criado o distrito de Bela Vista e anexado ao município de Campos Novos.

Pela lei municipal nº 2799, de 20-05-1994, o distrito de Marombas passou denominar-se Marombas Bossardi.

Em divisão territorial datada de 1-VI-1995, o município e constituído de 7 distritos: Campos Novos, Bela Vista, Dal`Pai, Espinilho, Leão, Marombas Bossardi, Palmares, Tupitinga e Zortéa.

Pela lei estadual nº 10051, de 29-12-1995, desmembra do município de Campos Novos o distrito de Zortéa. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 15-VII-1997, o município é constituído de 6 distritos: Campos Novos, Bela Vista, Dal`Pai, Espinilho, Leão e Tupitinga.

Pela lei municipal, nº , de , é criado o distrito de Ibicuí e anexado ao município de Campos Novos.

Em divisão territorial datada de 15-VII-1999, o município é constituído de 7 distritos: Campos Novos, Bela Vista, Dal`Pai, Espinilho, Ibicuí, Leão e Tupitinga.

Em divisão territorial datada de 2003, o município aparece constituído de 6 distritos: Campos Novos, Bela Vista, Dal`Pai, Espinilho, Ibicuí e Tupitinga. Não figurando o distrito de Leão.

Assim permanecendo em divisão territorial em 2005.

Pela lei nº , , é criado o distrito de Leão e anexado ao município de Campos.

Em divisão territorial datada de 2007, o município é constituído o município é constituído de 7 distritos: Campos Novos, Bela Vista, Dal`Pai, Espinilho, Ibicuí, Leão e Tupitinga.

Fonte: IBGE

Código do Município

4203600

Gentílico

campos-novense

Prefeito

SILVIO ALEXANDRE ZANCANARO

População
População estimada [2018]35.930 pessoas  
População no último censo [2010]32.824 pessoas  
Densidade demográfica [2010]19,09 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,4 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]10.501 pessoas  
População ocupada [2016]29,7 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]28,9 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97,3 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,7  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,6  
Matrículas no ensino fundamental [2017]4.758 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]824 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]316 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]84 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]25 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]5 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]55.186,50 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]72,6 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,742  
Total de receitas realizadas [2017]131.822,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]113.157,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]12,89 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]3,1 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]18 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]1.719,373 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]71,1 %  
Arborização de vias públicas [2010]39,7 %  
Urbanização de vias públicas [2010]28,7 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Campos Novos: Imagens da cidade e Região

imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-1
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-2
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-3
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-4
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-5
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-6
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-7
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-8
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-9
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-10
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-11
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-12
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-13
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-14
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-15
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-16
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-17
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-18
imagem de Campos+Novos+Santa+Catarina n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Campos Novos e arredores.


Você conhece a cidade de Campos Novos? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: