Início » Rio Grande do Sul » Sarandi


Sarandi - Rio Grande do Sul



Sarandi faz parte do estado do Rio Grande do Sul. O nome Sarandi originou-se da flor que crescia às margens de um riacho afluente do rio Passo Fundo.

Os primeiros povos que habitaram as terras do município de Sarandi são provenientes da Revolução Federalista de 1893 e aqui se instalaram nas matas, como fugitivos. As dificuldades encontradas foram de toda ordem pois,longe dos centros populacionais e, embora sendo uma região fertilíssima, os alimentos eram difíceis de serem obtidos.

A colonização do município de Sarandi iniciou no ano de 1917 por imigrantes alemães e italianos.

História da cidade de SARANDI RIO GRANDE DO SUL Monografia - nº 598 Ano: 1975

ASPECTOS HistóricoS

NO INíCIO, era território de Rio Pardo. Em consequência de sucessivos desmembramentos, passou a figurar nas áreas municipais de Cachoeira do Sul (1819), Cruz Alta (1834) e Passo Fundo (1857).

Na segunda metade do século XIX, estabelecem-se em terras de Sarandi diversos criadores de "gado, sendo a agricultura relegada a segundo plano. Não surgiu em seu solo qualquer núcleo populacional de importância considerável e o único de que se guarda o nome é o de Nonoai, para onde, em 1894, por ocasião da Revolução Federalista, a Divisão Norte marchou com o fim de impedir o retorno do Coronel Gumercindo Saraiva ao Rio Grande do Sul.

Em 1918 constituiu-se a companhia colonizadora particular Gomes & Schering, alterada para Gomes Schering & Sturm e, ainda no mesmo ano, para Armínio da Silva & Cia. Nessa época era a firma composta por Armínio da Silva, Jacinto Gomes, Ivo Ferreira, João Tesser, Paulo Dal′Oglio, Inácio Giordani, Miguel Ortolan e o Padre Eugênio Miticheski. Foi essa companhia que assumiu a responsabilidade de povoar a Colônia Sarandi, sendo que a 3 de março de 1919 chegaram os primeiros moradores da atual Cidade: Francisco Censi, agricultor; João Censi, sapateiro; Alessio Castelli, hoteleiro; João Piccini, que se estabeleceu com casa de comércio e, posteriormente, engenho de madeira (serraria) e moinho colonial, Emílio Priori e Bortolo De Marco, que juntamente com Silva e outros, instalaram um moinho de trigo a cilindro e iluminaram Sarandi, montando uma usina hidrelétrica que se destacava como uma das melhores da Serra. Pouco depois chegaram Ramão Soares, Eugênio Mânica, os irmãos Amos, Edolo Filipi e Antônio Peruzzo. Os quatro últimos estabeleceram-se com casa comercial. E a população do povoado aumentava. Ainda em 1919, radicaram-se Alberto Castelli, Pedro Poles, Batista Gabriel, Henrique Zibetti, Luiz Corso e Carlos Sabaraini.

Construiu-se uma capela, onde o Padre Eugênio rezou a primeira missa, no princípio de 1920.

Três anos depois, em 4 de fevereiro, o Município foi teatro dos combates travados entre as forças revolucionárias do General Mena Barreto e as legalistas de Honório Pedro Linhares, que foi morto. A 23 de fevereiro entra em Nonoai o Coronel legalista Claudino Nunes Pereira.

Em 29 de dezembro de 1927, a capela foi elevada á categoria de paróquia, ficando como seu responsável o Padre Henrique Preti.

A primeira igreja foi construída em 1936. Projetou-a Dante Mosconi, cuja esposa integrou a primeira equipe alfabetizadora do Município, juntamente com Ariete de Tartler, Angelina Zanonatto e mais tarde, Maria Fortunata da Silva Armini.

Tão rápido foi o crescimento local que se impôs a criação do novo Município, sendo Tomaz Tompson Flores seu primeiro prefeito, em 1940.

Está incluído no grupo de Municípios que se beneficiaram com a chegada de pessoas procedentes das chamadas "Colônias Velhas" ou seja, dos primitivos núcleos da colonização alemã e italiana no Rio Grande do Sul. Tal migração foi consequência do excessivo parcelamento das propriedades agrárias, que obrigaram os descendentes dos primitivos colonos a procurar regiões igualmente férteis e menos povoadas.

Sarandi continua em crescimento, o que se deve sobretudo, á forma inteligente com que seus filhos combinam a atividade agropecuária com a industrial e a comercial.

Formação Administrativa O DISTRITO foi criado pelo Ato municipal n.º 69 de 14 de dezembro de 1903. Como tal, entretanto só veio a figurar no Quadro da Divisão Administrativa de 1933 e depois nas Divisões Territoriais de 1936 e 1937, bem como no anexo ao Decreto estadual n.° 7.199/38.

O Município, desmembrado do de Passo Fundo, criou-o o Decreto estadual n.° 7.840, de 27 de junho de 1939, sendo instalado a 1.° de janeiro do ano seguinte. A Divisão Territorial, que vigorou no quinquênio 1939-1943, registrou-o com 4 distritos: Sarandi (sede), Benjamin Constant, Nonoai e Rondinha, constituição essa mantida na de 1944-1948 modificando-se apenas para Constantina o topônimo de Benjamin Constant.

Em 1950, eram 6 os distritos: o da sede, Baitaca, Constantina, Nonoai, Ronda Alta e Rondinha, acrescidos em 1955 do distrito de Trindade. O rápido desenvolvimento determinou desmembramentos Assim, o Recenseamento Geral de 1960 encontrou Sarandi com apenas 3 distritos: o da sede, Ronda Alta e Rondinha. Na Divisão Territorial de 1965 não figurou o de Ronda Alta, elevado a Município em 1963, mas apareceram, além dos dois outros acima citados, os de Atiaçu, Barra Funda, Barreirinho e Boa Vista. Em 1964, por força da Lei n.º 4.832, Rondinha se constituiu em Município. Dessa forma, Sarandi ficou apenas com os 5 distritos restantes, situação que permanece.

Fonte: IBGE

Código do Município

4320107

Gentílico

sarandiense

Prefeito

LEONIR CARDOZO

População
População estimada [2018]24.205 pessoas  
População no último censo [2010]21.285 pessoas  
Densidade demográfica [2010]60,23 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,1 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]7.882 pessoas  
População ocupada [2016]33,9 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]23,3 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]98,2 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,5  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,2  
Matrículas no ensino fundamental [2017]2.398 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]606 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]192 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]47 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]14 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]2 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]34.589,72 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]71,9 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,777  
Total de receitas realizadas [2017]69.051,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]58.764,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]14,44 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,3 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]7 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]353,387 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]74,1 %  
Arborização de vias públicas [2010]91 %  
Urbanização de vias públicas [2010]47 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Sarandi: Imagens da cidade e Região

imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-1
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-2
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-3
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-4
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-5
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-6
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-7
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-8
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-9
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-10
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-11
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-12
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-13
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-14
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-15
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-16
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-17
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-18
imagem de Sarandi+Rio+Grande+do+Sul n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Sarandi e arredores.


Você conhece a cidade de Sarandi? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: