Início » Rio Grande do Sul » São Valentim


São Valentim - Rio Grande do Sul



São Valentim é um município do estado brasileiro do Rio Grande do Sul. Localizado na Serra Geral do estado, possui uma população de 3.996 habitantes. Pertence à Mesorregião do Noroeste Rio-Grandense e à Microrregião de Erechim.

Foi por volta de 1920 que registraram-se os primeiros moradores à colonizarem São Valentim, são eles as famílias de Pedro Meneghetti e João Sarolli. Registra-se também que por volta dessa época, Reinaldo Ducatti comprara as diversas benfeitorias de um tal de Venuto, antigo morador local. Somados à algumas famílias de caboclos que já moravam na região e à família de Setembrino Alves que tinha suas terras próximas a atual localidade de Vista Alegre, o município começou a tomar forma. Em 1920 foi construída a primeira capela dedicada ao santo Valentim, e em 1924 realizou-se a primeira aula particular, patrocinada pelo município, foi regida pela professora Marieta Padoin Durante a década de 20, São Valentim começou a desenvolver-se com a chegada das famílias dos irmãos Ártico e Nulli Faé, Antônio Moro, José Rampanelli, Ângelo Baldissera e os comerciantes Irmãos Sonda e Irmãos Zaffari.

Em 2008 foi encontrado um grande círculo em uma área rural do município, supostamente tal símbolo fora feito por OVNIs, o que gerou uma forte especulação e curiosidade local, ainda tendo repercussão em mídia nacional.

História da cidade de São Valentim Rio Grande do Sul - RS

A área emancipada de São Valentim em 06 de junho de 1959 era de 550 km quadrados, com abrangência pelas regiões hoje pertencentes aos municípios de Entre Rios do Sul, Faxinalzinho e Benjamim Constant. A colonização e povoamento da sede convergiu dos dois extremos da área pertencente a São Valentim até o ano de 1988. Na faixa norte, região do Votouro, indígenas das tribos Kainganges e Guarani, migraram da região central da América do Sul, ocupam 100 colônias e ali se estabeleceram ainda no século 18.

Na segunda metade do século passado o Votouro e adjacências passou a receber migrantes da região de Nonoai, onde o Passo do Goio-En servia de passagem para os tropeiros de mulas que se deslocavam entre o Rio Grande do Sul e feira de Sorocaba em São Paulo. A região mais próxima de Erechim foi acessada através da região da Vila Ungre (Campinas do Sul) e Floresta ( Barão de Cotegipe).

Os primeiros moradores do primitivo núcleo habitacional localizado a beira da estrada que liga Erechim a Nonoai, na linha sete, II Secção Cravo - atual São Valentim, foram João Saroli, Pedro Meneghetti. Já existiam algumas famílias de caboclos, entre eles, Setembrino Alves, que tinha terras na região de Vista Alegre. Setembrino era gaiteiro e se orgulhava de tocar um instrumento que garantia ter recebido das mãos do empresário Túlio Veronese, fabricante de acordeon em Bento Gonçalves.

O povoado de São Valentim começou a se desenvolver com a chegada dos irmãos,ártico e Nulli Marcos Faé; Antônio Moro, Alberto Deboni, Antônio Pascoal, JoséRampenelli, ongelo Baldissera; os comerciantes irmãos Zaffari e irmãos Sonda. Em 1920 foi construída a primeira capela dedicada a São Valentim. Em 1924, a escola particular subvencionada pelo município de Erechim, atendida pela professora Marieta Padoin. O Dr. Salim Farret foi o primeiro médico, chegando em 1930.

Em 1923 o Rio Grande do Sul vivia mais uma revolução e o território de São Valentim foi palco de alguns confrontos. Os moradores assistiram muitas vezes a passagem de forças revolucionárias (de Assis Brasil) e governistas (de Borges de Medeiros) . Em Votouro foi organizado um contigente revolucionário comandado pelo capitão José (Zeca) Ferreira. Num confronto que manteve com forças legalistas dia 3 de março de 1923, Zeca Ferreira derrotou o capitão Jaime José Machado. Em 19 de setembro, novamente em Votouro, o coronel rebelde João Bento de Souza foi derrotado pelo governista Tenente Coronel Edmundo Dalmacio de Oliveira, que após a vitória rumou para Erechim onde ocupou a vila. Mais tarde São Valentim voltaria a sediar movimentos revolucionários. Desta vez envolvendo Gaudêncio dos Santos e João Inácio, no Tapir e Vau Feio, respectivamente.

Gentílico: valentinense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de São Valentim, por ato municipal nº 242, de 12-04-1930, subordinado ao município de Erechim.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de São Valentim figura no município de Erechim.

Pelo decreto estadual nº 7199, de 31-03-1938, o município de Erechim passou a denominar-se José Bonifácio.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de São Valentim figura no município de José Bonifácio.

Pelo decreto-lei estadual nº 720, de 29-12-1944, o município de José Bonifácio voltou a denominar-se Erechim.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o distrito de São Valentim figura no município de Erechim.

Elevado à categoria de município com a denominação de São Valentim, pela lei estadual nº 3724, de 17-02-1959, desmembrado de Erechim. Sede no antigo distrito de São Valentim. Constituído do distrito sede. Instalado em 06-06-1959.

Pela lei municipal nº 4, de 28-07-1959, são criados os distritos de Benjamin Constant e Faxinalzinho e anexados ao município de São Valentim.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 3 distritos: São Valentim, Benjamin Constant e Faxinalzinho.

Pela lei municipal nº 67, de 04-10-1963, é criado o distrito de Vila Alegre e anexado ao município de São Valentim.

Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 4 distritos: São Valentim, Benjamin Constant, Faxinalzinho e Vila Alegre.

Pela lei estadual nº 8624, de 12-05-1988, alterada pela lei estadual nº 9011, de 1101-1990, desmembra de São Valentim o distrito de Faxinalzinho. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 8614, de 09-05-1988, desmembra de São Valentim o distrito de Entre Rios do Sul ex-Vila Alegre. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VI-1995, o município é constituído de 2 distritos: São Valentim e Benjamin Constant.

Pela lei estadual nº 10645, de 28-12-1995, desmembra do município de São Valentim o distrito de Benjamim Constant. Elevado à categoria de município com a denominação de Benjamim Constant do Sul.

Em divisão territorial datada de 2001, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.






































Aniversários dos Municípios



























<: Voltar









Selecionar local









Estados















Municípios



Todos

Por estado





Selecione o estado:



  • Acre

  • Alagoas

  • Amapá

  • Amazonas

  • Bahia

  • Ceará

  • Distrito Federal

  • Espírito Santo

  • Goiás

  • Maranhão

  • Mato Grosso

  • Mato Grosso do Sul

  • Minas Gerais

  • Paraná

  • Paraíba

  • Pará

  • Pernambuco

  • Piauí

  • Rio Grande do Norte

  • Rio Grande do Sul

  • Rio de Janeiro

  • Rondônia

  • Roraima

  • Santa Catarina

  • Sergipe

  • São Paulo

  • Tocantins








0 de5570 municípios









Nenhum município encontrado.












Nenhum município encontrado.





























Código do Município



4319703




Gentílico



valentinense




Prefeito



CLEOMAR JOÃO SCANDOLARA































































































































































































































































































































































































































































































































































População

População estimada
[2018]


3.341

pessoas  :






População no último censo
[2010]


3.632

pessoas  :






Densidade demográfica
[2010]


23,56

hab/km²  :








Trabalho e Rendimento

Salário médio mensal dos trabalhadores formais
[2016]


2,0

salários mínimos  :






Pessoal ocupado
[2016]


599

pessoas  :






População ocupada
[2016]


16,6

%  :






Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo
[2010]


30,5

%  :








Educação

Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade
[2010]


99,1

%  :






IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental
[2015]


-

 :






IDEB – Anos finais do ensino fundamental
[2015]


-

 :






Matrículas no ensino fundamental
[2017]


344

matrículas  :






Matrículas no ensino médio
[2017]


66

matrículas  :






Docentes no ensino fundamental
[2015]


48

docentes  :






Docentes no ensino médio
[2017]


13

docentes  :






Número de estabelecimentos de ensino fundamental
[2017]


4

escolas  :






Número de estabelecimentos de ensino médio
[2017]


1

escolas  :








Economia

PIB per capita
[2015]


23.260,08

R$  :






Percentual das receitas oriundas de fontes externas
[2015]


89,6

%  :






Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM)
[2010]


0.720

 :






Total de receitas realizadas
[2017]


16.532,00

R$ (×1000)  :






Total de despesas empenhadas
[2017]


14.005,00

R$ (×1000)  :








Saúde

Mortalidade Infantil
[2014]


26,32

óbitos por mil nascidos vivos  :






Internações por diarreia
[2016]


0,3

internações por mil habitantes  :






Estabelecimentos de Saúde SUS
[2009]


1

estabelecimentos  :








Território e Ambiente

Área da unidade territorial
[2017]


154,188

km²  :






Esgotamento sanitário adequado
[2010]


29,4

%  :






Arborização de vias públicas
[2010]


89

%  :






Urbanização de vias públicas
[2010]


32,5

%  :








Notas &: Fontes











Notas:




  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100



  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100



  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100



  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.



  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000



  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100



  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100



  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100








Fontes:




  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018



  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010



  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011



  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018



  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018



  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)



  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010



  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010



  9. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  10. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  11. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  12. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  13. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017



  14. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus -
    SUFRAMA



  15. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015



  16. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD



  17. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018



  18. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018



  19. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014



  20. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente



  21. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009



  22. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018



  23. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística



  24. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010



  25. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010


















População

















População no último censo

3632 pessoas





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



4825º





No Estado


1º

497º



331º






Na micro região


1º

30º



15º







Acessar página de ranking










Densidade demográfica

23.56 hab/km²





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



2856º





No Estado


1º

497º



244º






Na micro região


1º

30º



7º



























Pirâmide Etária






















































































100 ou mais















95 a 99
90 a 94
85 a 89
80 a 84
75 a 79
70 a 74
65 a 69
60 a 64
55 a 59
50 a 54
45 a 49
40 a 44
35 a 39
30 a 34
25 a 29
20 a 24
15 a 19
10 a 14
5 a 9
0 a 4
Homens  :  :  :  :  :  :  :  :  :  : Mulheres
Brasil












População residente por religião

( Unidade:
pessoas

)







Católica apostólica romana




Evangélica




Espírita




































Trabalho e Rendimento








Em 2016, o salário médio mensal era de 2.0 salários mínimos.
A proporção de pessoas ocupadas em relação à população total era de 16.6%.
Na comparação com os outros municípios do estado, ocupava as posições 348 de 497 e 269 de 497, respectivamente.
Já na comparação com cidades do país todo, ficava na posição 1807 de 5570 e 1727 de 5570, respectivamente.
Considerando domicílios com rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa, tinha 30.5% da população nessas condições, o que o colocava na posição 264 de 497 dentre as cidades do estado e na posição 4579 de 5570 dentre as cidades do Brasil.




















Salário médio mensal dos trabalhadores formais

2.0 salários mínimos





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1807º





No Estado


1º

497º



348º






Na micro região


1º

30º



24º







Acessar página de ranking










Pessoal ocupado

599 pessoas





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



3907º





No Estado


1º

497º



330º






Na micro região


1º

30º



14º







Acessar página de ranking










População ocupada

16.6 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1727º





No Estado


1º

497º



269º






Na micro região


1º

30º



14º


















Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo

30.5 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



4579º





No Estado


1º

497º



264º






Na micro região


1º

30º



13º




































Educação

















Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade

99.1 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



522º





No Estado


1º

497º



97º






Na micro região


1º

30º



13º


















IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental

-





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1º





No Estado


1º

497º



1º






Na micro região


1º

30º



1º


















IDEB – Anos finais do ensino fundamental

-





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1º





No Estado


1º

497º



1º






Na micro região


1º

30º



1º



























Matrículas

( Unidade:
matrículas

)







Ensino pré-escolar




Ensino fundamental




Ensino médio




Ensino superior




































Economia

















PIB per capita

23260.08 R$





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1475º





No Estado


1º

497º



312º






Na micro região


1º

30º



21º







Acessar página de ranking










Percentual das receitas oriundas de fontes externas

89.6 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



2272º





No Estado


1º

497º



80º






Na micro região


1º

30º



8º


















Total de receitas realizadas

16532 R$ (×1000)





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



4583º





No Estado


1º

497º



414º






Na micro região


1º

30º



18º







Acessar página de ranking










Total de despesas empenhadas

14005 R$ (×1000)





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



4702º





No Estado


1º

497º



396º






Na micro região


1º

30º



18º







Acessar página de ranking




























Saúde








A taxa de mortalidade infantil média na cidade é de 26.32 para 1.000 nascidos vivos.
As internações devido a diarreias são de 0.3 para cada 1.000 habitantes.
Comparado com todos os municípios do estado, fica nas posições 57 de 497 e 324 de 497, respectivamente.
Quando comparado a cidades do Brasil todo, essas posições são de 650 de 5570 e 3907 de 5570, respectivamente.




















Mortalidade Infantil

26.32 óbitos por mil nascidos vivos





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



650º





No Estado


1º

497º



57º






Na micro região


1º

30º



7º







Acessar página de ranking










Internações por diarreia

0.3 internações por mil habitantes





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



3907º





No Estado


1º

497º



324º






Na micro região


1º

30º



23º




































Território e Ambiente








Apresenta 29.4% de domicílios com esgotamento sanitário adequado, 89% de domicílios urbanos em vias públicas com arborização e 32.5% de domicílios urbanos em vias públicas com urbanização adequada (presença de bueiro, calçada, pavimentação e meio-fio).
Quando comparado com os outros municípios do estado, fica na posição 338 de 497, 192 de 497 e 130 de 497, respectivamente.
Já quando comparado a outras cidades do Brasil, sua posição é 3145 de 5570, 1590 de 5570 e 1083 de 5570, respectivamente.




















Esgotamento sanitário adequado

29.4 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



3145º





No Estado


1º

497º



338º






Na micro região


1º

30º



29º


















Arborização de vias públicas

89 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1590º





No Estado


1º

497º



192º






Na micro região


1º

30º



13º


















Urbanização de vias públicas

32.5 %





Comparando a outros municípios




No país


1º

5570º



1083º





No Estado


1º

497º



130º






Na micro região


1º

30º



8º





































© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística| v4.3.8.18.18


































São Valentim: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de São Valentim? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: