Início » Rio Grande do Sul » Marques de Souza


Marques de Souza - Rio Grande do Sul



Marques de Souza faz parte do estado do Rio Grande do Sul.

Encontra-se a uma latitude 29º19′39" sul e a uma longitude 52º05′33" oeste, estando a uma altitude de 69 metros.

Possui uma área de 127,14km² e sua população estimada em 2004 era de 4 419 habitantes.

História da cidade de O nome "Marques de Souza" foi uma homenagem ao Conde de Porto Alegre, Manuel Marques de Souza.

Entre 1870 e 1880, sem poder precisar com exatidão, deu-se o início da colonização do atual município de Marques de Souza. Os colonizadores, em sua maioria, de descendência alemã, vieram da região de Nova Petrópolis. A localidade foi inicialmente chamada de "Neu Berlin da Forqueta".

Em 15 de agosto de 1886, foi fundado o Grupo de Canto Coral Apollo, formado só por homens, que ainda hoje existe, mantendo a tradição e em franca atividade. Em 24 de fevereiro de 1889 foi inaugurada a primeira igreja da localidade.

Pelo ato nº 596 de 04/07/1916, João Batista de Melo, Interventor do município mãe Lajeado, criou o 5º distrito de Lajeado, com a denominação de "Nova Berlim", que foi instalado em 18/07/1916. Ainda em 1916, ocorreu a mudança do nome da localidade para o nome atual: "Marques de Souza".

O primeiro subintendente nomeado, foi o senhor Natalício Antonio Pereira. O Cartório de registros civis, também começou a funcionar em 1916, sendo o primeiro escrivão distrital, o senhor álvaro da Costa Melo. A Sociedade Escolar Marques de Souza foi fundada em 1922.

O transporte rodoviário entre Marques de Souza e o município mãe (Lajeado), iniciou em 1924, quando Luiz F. Lange, mantinha um "caminhão de passageiros" com 15 lugares. Em 1925 o alfaiate Guilherme Withölter comprou um automóvel e a partir daí, Marques de Souza teve o seu primeiro táxi.

Em 03 de outubro de 1933 foi fundado o primeiro clube de futebol do então distrito, que denominou-se de Esporte Clube Brasil, existente até hoje.

No início da década de 40, foi iniciada a construção do Hospital de Marques de Souza, que se encontra em franca atividade apesar das dificuldades, sendo considerado um Hospital micro-regional.

De 1942 a 1948, o local possuía uma indústria de Pedras Semi-preciosas, chegando a ter 42 empregados, mas até o fim da década de 50, esta empresa estava praticamente extinta.

Marques de Souza emancipou-se politicamente de Lajeado em 28 de dezembro de 1995, com o decreto assinado pelo governador da época, sendo que a Comissão de Emancipação foi presidida pelo senhor Nilvo Rubem Ritter, mais conhecido por Xerife, e tendo como vice o senhor Dorival Kunzel.

Em 03 de outubro de 1996 ocorreram as primeiras eleições no município. O senhor Gelsy Elton Arend (PP) foi eleito o primeiro prefeito do município.

CARACTERíSTICAS

A população total do município é de 4.043 de habitantes, de acordo com o Contagem da População 2007 - IBGE.

Sua área é de 125 km representando 0.0466% do Estado, 0.0222% da Região e 0.0015% de todo o território brasileiro.

Seu índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0.795 segundo o Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD (2000)

Gentílico: Marquesouzense

Ano de Instalação: 1997

Mesorregião: Centro Oriental Rio-grandense

Microrregião: De Lajeado-Estrela

Altitude da Sede: 69 m

Distância à Capital: 130 Km

Distância de Lajeado: 22 km

- Aspectos Físicos

O município, além da sede, é formado pelos Distritos de Bela Vista do Fão e Tamanduá, que também já eram distritos do município mãe, Lajeado.

é banhado em toda a sua extensão pelos rios Fão e Forqueta, tendo em suas margens instalados sete campigns, que recebem durante a temporada de veraneio, visitantes da grande Porto Alegre, cidades de outras regiões e até de Santa Catarina.

Marques de Souza é cortado, em 2/3 do seu território, pela BR-386.

- Economia

O município tem, em sua diversificação, um destaque especial voltado principalmente à produção primária, onde se destacam os setores avícola, suinícola e a pecuária leiteira. Outro setor que merece destaque é a produção de grãos, por contribuir com uma parcela importante no desenvolvimento do setor primário.

A avicultura é a atividade de maior desenvolvimento no município, seguida da suinocultura, em ambas as áreas, os agricultores são integrados a empresas do setor. Estas atividades estão relacionadas à característica das propriedades rurais (minifúndio), bem como ao tipo de terreno (acidentado).

Existem no município pequenas indústrias que trabalham com pedras semi-preciosas e duas pequenas indústrias de laticínios.

- Cultura

Os moradores dos distritos da Sede, e parte de Tamanduá, caracterizam-se em sua maioria por serem descendentes de origem alemã; exceto parte de Linha Atalho, que salienta-se pela miscigenação das raças.

No Distrito de Bela Vista do Fão, as localidades de Vasco Bandeira e Picada Serra, bem como parte do Distrito de Tamanduá, caracterizam-se pela descendência italiana.

Fonte: IBGE PREFEITURA MUNICIPAL FAMURS PNUD

Autor do Histórico: JONES DOMINGO BIANCHETTI

Código do Município

4312054

Gentílico

marquesouzense

Prefeito

EDMILSON AMAURI DORR

População
População estimada [2018]4.024 pessoas  
População no último censo [2010]4.068 pessoas  
Densidade demográfica [2010]32,50 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,0 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]853 pessoas  
População ocupada [2016]20,5 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]19,8 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]100 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]6,7  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]-  
Matrículas no ensino fundamental [2017]376 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]91 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]41 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]13 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]4 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]19.976,48 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]89,1 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,687  
Total de receitas realizadas [2017]19.306,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]16.100,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]- óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,5 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]5 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]125,176 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]48,1 %  
Arborização de vias públicas [2010]60,3 %  
Urbanização de vias públicas [2010]33,9 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  11. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  16. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  17. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  18. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  19. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  21. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  22. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  23. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  24. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  25. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  26. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Marques de Souza: Imagens da cidade e Região

imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-1
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-2
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-3
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-4
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-5
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-6
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-7
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-8
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-9
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-10
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-11
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-12
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-13
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-14
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-15
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-16
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-17
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-18
imagem de Marques+de+Souza+Rio+Grande+do+Sul n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Marques de Souza e arredores.


Você conhece a cidade de Marques de Souza? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: