Início » Rio Grande do Sul » Hulha Negra


Hulha Negra - Rio Grande do Sul



Hulha Negra é um município do estado do Rio Grande do Sul. Pertence à mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e à microrregião da Campanha Meridional.

É um município que faz parte da bacia hidrográfica do rio Camacuã.

História da cidade de Hulha Negra Rio Grande do Sul - RS

Hulha Negra situa-se numa região historicamente muito disputada por índios, portugueses e espanhóis, tendo assim forte vínculo militar, já que as margens do Rio Negro, serviram para acampamentos militares, na disputa pelas terras do século XVIII.

O estabelecimento de núcleos populacionais, datam de 1811, época da fundação de Bagé, retratando as demarcações de fronteira, pela doação de sesmarias a militares e civis como retribuição pelos combates.

A trágica degola do Rio Negro, em 1893, é referencial histórico, inclusive faz parte dos contos populares através da Lenda da Lagoa da Música. Consta este episódio, do assassinato de 300 prisioneiros republicanos pelas forças do Partido Libertador. A primeira denominação de Hulha Negra, foi Rio Negro, devido ao fato ocorrido. Somente com o início da exploração do carvão mineral, a localidade passa a ser chamada de Hulha (pedra, carvão mineral) Negra.

Embora grande parte do território fosse propícia para a agricultura, em 1880, a atividade econômica estava voltada para a pecuária extensiva. Em 1884, instala-se ao longo da rede ferroviária, um centro de circulação de atividades comerciais, originando pequenopovoado. é com a chegada, em 1925, de imigrantes alemães, que a agricultura começa a ser explorada. Hoje cerca de 20% da população é composta por pessoas de origem alemã.

A criação da Colônia Rio Negro, hoje Trigolândia, em 1925, deflagra o processo de colonização, a partir daí, teremos a Colônia Salvador Jardim em 1964, a Colônia Nova Esperança, em 1978 e assentamentos dos colonos veiculados ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, de 1989, até os dias de hoje, como por exemplo, Conquista do Jaguarão em 1997.

Os primeiros colonos alemães que aqui se instalaram, vieram por Pelotas. Há informações de que, anteriormente a, outros grupos de pequenos agricultores de Pelotas haviam imigrado para Hulha Negra, na maioria de origem francesa, e das Ilhas Canárias, porém não se consolidaram enquanto organização econômica ou etnia, como aqueles que deram origem à Trigolândia, nome este dado a importância do trigo na vida da comunidade.

Em 1964, inicia-se um novo processo de colonização em consequência do crescimento das famílias e do estrangulamento da terra, que culminou dando origem a um novo núcleo formado principalmente por produtores da Colônia Trigolândia. Dando origem à Colônia Salvador Jardim.

Em 1978, em decorrência de um conflito pela posse da terra entre posseiros e índios, na Reserva de Nonoai, no norte do Estado, 125 famílias são incorporadas pelo projeto da Cooperativas Agrícola Mista Aceguá ltda. (pertencentes aos alemães-russos assentados na Colônia Nova, no Município de Bagé) de aumentar a sua produção de leite. Sendo assentadas numa área adquirida pelo Governo do Estado, passa a chamar-se Colônia Nova Esperança. Dos Assentados 106 famílias eram oriundas de Nonoai e 19 da própria região.

Em 1989 começam a chegar as famílias oriundas do norte do Estado, organizadas em torno do Movimento dos Trabalhadores Sem terra ?MST.

Gentílico: hulha-negrense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Passo do Lajeado, por ato municipal nº 2, de 12-06-1897, subordinado ao município de Bagé.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito figura no município de Bagé.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII1937.

Pelo decreto estadual nº 7199, de 31-03-1938, o distrito de Passo do Lajeado passou a denominar-se Rio Negro.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Rio Negro permanece no município de Bagé.

Pelo decreto-lei estadual nº 720, de 29-12-1944, o distrito de Rio Negro passou a denominar-se Hulha Negra e perdeu parte do seu território para o distrito de Aceguá, do município de Bagé; adquiriu parte do território do distrito de Seival, do mesmo município de Bagé.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Hulha Negra permanece no município de Bagé.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Elevado à categoria de município com a denominação de Hulha Negra, pela lei estadual nº 9579, de 20-03-1992, desmembrado de Bagé. Sede no antigo distrito de Hulha Negra. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1993.

Em divisão territorial datada de 2001, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alterações toponímicas distritais

Passo Lajeado para Rio Negro alterado, pelo decreto estadual nº 7199, de 31-03-1938. Rio Negro para Hulha Negra alterado, pelo decreto-lei sstadual nº 720, de 29-12-1944.

Fonte: IBGE

Código do Município

4309654

Gentílico

hulha-negrense

Prefeito

CARLOS RENATO TEIXEIRA MACHADO

População
População estimada [2018]6.714 pessoas  
População no último censo [2010]6.043 pessoas  
Densidade demográfica [2010]7,34 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,3 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]2.112 pessoas  
População ocupada [2016]32,4 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]39,4 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]96 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]4,7  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]-  
Matrículas no ensino fundamental [2017]918 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]255 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]84 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]23 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]8 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]2 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]24.073,53 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]89,6 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,643  
Total de receitas realizadas [2017]25.729,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]20.945,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]- óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]5,5 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]8 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]822,899 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]61,6 %  
Arborização de vias públicas [2010]81,8 %  
Urbanização de vias públicas [2010]0 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  11. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  16. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  17. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  18. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  19. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  21. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  22. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  23. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  24. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  25. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  26. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Hulha Negra: Imagens da cidade e Região

imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-1
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-2
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-3
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-4
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-5
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-6
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-7
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-8
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-9
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-10
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-11
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-12
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-13
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-14
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-15
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-16
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-17
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-18
imagem de Hulha+Negra+Rio+Grande+do+Sul n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Hulha Negra e arredores.


Você conhece a cidade de Hulha Negra? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: