Início » Rio Grande do Sul » Cachoeira do Sul


Cachoeira do Sul - Rio Grande do Sul



Cachoeira do Sul faz parte do estado do Rio Grande do Sul, sendo o quinto mais antigo do estado, emancipado da cidade de Rio Pardo e instalado em 1820. A origem de seu nome se deve a uma antiga cachoeira existente no Rio Jacuí, porém em seu lugar foi construída a Ponte do Fandango. É considerado uma das quatro capitais farroupilhas.

Encontra-se na Mesorregião do Centro Oriental Rio-Grandense e na Microrregião de Cachoeira do Sul. Fisiograficamente, está na Depressão Central do Rio Grande do Sul, na área compreendida como Vale do Jacuí, além de ser a principal e maior cidade do Conselho Regional de Desenvolvimento do Jacuí Centro e da Diocese de Cachoeira do Sul.

Atinge uma altitude média de 26 metros ao nível do mar. Encontra-se às margens da Rodovia Transbrasiliana (BR-153) e distancia-se 196km da capital estadual, Porto Alegre. Em 2007, possui uma população de 86.557 habitantes, sendo a maior cidade às margens do Rio Jacuí e tendo um de seus apelidos como "Princesa do Jacuí".

História da cidade de CACHOEIRA DO SUL RIO GRANDE DO SUL Monografia - n° 507 Ano: 1971

ASPECTOS HistóricoS SEGUNDO crônica do Padre Losano, bandeirantes de Raposo Tavares, em 1637, desbravaram terras na região central do Rio Grande do Sul, destruindo, nas margens dos rios Jacuí, Piratini. Ijuí Grande e outros, aldeamentos indígenas fundados pelos jesuítas.

Em 1724, estancieiros paulistas e lagunenses espalharam-se pelo território sem, entretanto, formar povoados. Mais tarde, em consequência das guerras sucessivas entre portugueses e espanhóis, vieram de São Paulo, Paraná e Santa Catarina contingentes de soldados que, segundo consta. constituirão a verdadeira origem do lugarejo. Talvez por isso, alguns autores afirmem que a história de Cachoeira nasceu na caserna ou que o Município teve origem em acampamento militar.

Ainda no terreno das controvérsias, diz-se que, em 1753, casais de açorianos chegaram para povoar o território, por determinação de Gomes Freire de Andrade.

Extremo sul do País, na época, o Município sustentou com o estrangeiro diversas lutas, quer de demarcação quer de conquista, das quais saiu engrandecido. Registra a História importantes vitórias, no Vacacaí, sobre as forças castelhanas comandadas pelo coronel Antônio Catani e, em 1774, no arroio Santa Bárbara, sobre as tropas comandadas por Vertiz.

Tendo à frente o brigadeiro José Borges do Canto, em 1801, saíram de Cachoeira vários conquistadores das Missões: Francisco Carvalho de Aragão e Silva, Gabriel Ribeiro de Almeida, André Ferreira e outros.

Na Revolução Cisplatina contam-se, também, diversos vultos cachoeirenses: Alexandre Luís de Queirós e Vasconcelos, Luís de Carvalho da Silva e outros.

Por ocasião da Revolução Farroupilha, Cachoeira foi teatro de importantes acontecimentos, tendo sido, inclusive, visitada por Bento Manuel Ribeiro.

O ano de 1838 foi assinalado pelo domínio republicano, inaugurado por Antônio Vicente da Fontoura. Com o abandono da vila pelos republicanos, em 1840, o regime monárquico foi restaurado e, quatro anos depois, a população recebeu em triunfo a visita de D. Pedro Il.

Participaram da guerra com o Paraguai bravos cachoeirenses, entre eles o general José Gomes Portinho.

Em 1858, o Governo criou no local uma Colônia Agrícola, para a qual foram encaminhados 119 colonos alemães, que deram início a seus trabalhos dirigidos pelo Barão de Kalden. Apenas três anos depois, essa Colônia já contava com 925 habitantes.

A Campanha pela Proclamação da República iniciou-se em 1882, com a fundação do Clube Republicano na cidade.

Concorrendo para tornar Cachoeira do Sul um dos mais prósperos municípios do Estado, a Barragem-Ponte do Fandango, com eclusa, foi a 1.ª construída no Brasil tendo sido entregue ao trânsito público em 25 de janeiro de 1961.

Formação Administrativa O DISTRITO deve sua criação a uma Provisão de 8 de janeiro de 1777. Com território desmembrado do termo da antiga Vila do Rio Pardo, foi "mandado vilar" pelo Alvará de 26 de abril de 1819, com a denominação de Vila Nova de São João da Cachoeira. Era a elevação a Município. A instalação ocorreu a 5 de agosto do ano seguinte. à sede municipal, em face da Lei provincial n.° 443, de 15 de dezembro de 1859, concederam-se foros de cidade.

Segundo a Divisão Administrativa de 1911 o Município cuja denominação se simplificou para Cachoeira, subdividia-se nos distritos de Cachoeira, Pequiri, Palma, Restinga Seca, Dona Francisca, Santo ongelo e Cerro Branco.

No Recenseamento de 1920 apareceu formado dos distritos de Cachoeira (sede), Capané, Palmas, Restinga Seca, Dona Francisca, Agudo e Cerro Branco.

Nos Censos de 1940 e 1950 estava composto do distrito-sede (zonas de Cachoeira, Capané e Barro Vermelho) e dos de Agudo, Cerro Branco, Dona Francisca, Paraíso e Restinga Seca.

O Município passou a denominar-se Cachoeira do Sul em cumprimento ao Decreto-lei estadual n.° 720, de 29 de dezembro de 1944.

Nos quadros do Recenseamento de 1960 apareceu acrescido dos distritos de Cordilheira e Ferreira.

Após o Censo de 1960 recebeu reformulação e perdeu território ficando atualmente composto dos distritos de Cachoeira do Sul (sede), Barro Vermelho, Capané, Cordilheira,Bosque, Ferreira e Três Vendas.

A Lei provincial n.° 799, de 25 de outubro de 1872, criou a Comarca de Cachoeira, formada somente de seu próprio Têrmo.

Fonte: IBGE

Código do Município

4303004

Gentílico

cachoeirense

Prefeito

SERGIO GHIGNATTI

População
População estimada [2018]82.547 pessoas  
População no último censo [2010]83.827 pessoas  
Densidade demográfica [2010]22,44 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,2 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]16.246 pessoas  
População ocupada [2016]19,0 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]31,2 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]98,7 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5.3  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4.3  
Matrículas no ensino fundamental [2017]9.744 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]2.366 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]708 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]225 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]48 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]13 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]27.143,23 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]73,7 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0.742  
Total de receitas realizadas [2017]229.150,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]220.438,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]8,21 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]1 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]38 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]3.735,164 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]35,8 %  
Arborização de vias públicas [2010]89,8 %  
Urbanização de vias públicas [2010]25,7 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Cachoeira do Sul: Imagens da cidade e Região

imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-1
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-2
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-3
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-4
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-5
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-6
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-7
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-8
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-9
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-10
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-11
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-12
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-13
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-14
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-15
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-16
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-17
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-18
imagem de Cachoeira+do+Sul+Rio+Grande+do+Sul n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Cachoeira do Sul e arredores.


Você conhece a cidade de Cachoeira do Sul? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: