Início » Rondônia » Presidente Médici


Presidente Médici - Rondônia



Presidente Médici faz parte do estado de Rondônia. Encontra-se a uma latitude 11º10′33" sul e a uma longitude 61º54′03" oeste, estando a uma altitude de 185 metros. A população avaliada em IBGE 2010 era de 22.319 habitantes.

Possui uma área de 1.758km².

O município de Presidente Médici é sede político-administrativa, foi dada pelos migrantes oriundos das regiões Centro-Sul do país, que aí se estabeleceram a partir de 1970, contra a vontade do senhor Milton de Andrade Rios que os tinha como grileiros, invasores das terras que considerava serem de sua propriedade, visto tê-las adquiridas do senhor Luiz Mário Pereira de Almeida, como parte integrante do Sr. Presidente Hermes, localizados entre os igarapés Preto e Leitão denominado Fazenda Presidente Hermes, pelo seu novo proprietário.

História da cidade de Presidente Médici

Em 1915 surgem os primeiros registros sobre a origem do município de Presidente Médici, da passagem da comissão de Rondon pela região. Dados constantes do relatório da Comissão de Rondon daquele ano informam que a região era habitada por seringueiros e trabalhadores do seringal São Pedro do Muqui. A região permaneceu praticamente imutável até a abertura da rodovia federal BR 364, do início do incentivo à colonização do Estado de Rondônia e da região Norte do país.

Os primeiros colonos chegaram ao local da margem da rodovia BR 364, a partir da década de sessenta, instalando-se em quatro barracas ao lado do lamaçal que cobria a estrada. A localidade ficou conhecida como "Trinta e Três" por estar a 33 km da "Vila de Rondônia", atual cidade de Ji - Paraná.

A imigração ficou mais intensa a partir de 1970, onde originou os conflitos litigiosos com o proprietário das terras, Sr. José Milton de Andrade Rios, que acusava os colonos imigrantes de grileiros e invasores de suas terras. As terras ocupadas pelos colonos estavam situadas entre os igarapés Preto e Leitão, que segundo o pretenso proprietário, faziam parte da Fazenda Presidente Hermes, de sua propriedade.

O INCRA tentava impedir a fixação dos colonos no local por não haver uma definição sobre a posse de terras, quanto se era do senhor Milton Rios ou da União. O lugarejo crescia com a chegada de novos colonos. Diante da situação, o INCRA/RO criou o setor Leitão que era uma extensão do Projeto Integrado de Colonização Outro Preto para assentar dentro das normas os colonos. O vilarejo ficou como sede do projeto que surgia.

No primeiro semestre de 1972, a população do vilarejo atingia mais de 800 habitantes e os ônibus que ligava Cuiabá/MT a Porto Velho/RO faziam ponto de parada no local, agora com aspecto de Vila, e já elevado à categoria de subdistrito. Os pioneiros discutiam o novo nome do lugar em substituição ao "Vila 33" e colocavam placas em frente de suas casas sugerindo os mais diversos nomes como: Nova Canaã, Nova Jerusalém e outros. Por um plebiscito escolheram um nome dentre vários apresentados, como Getúlio Vargas, Presidente Médici, Fátima do Norte, Cruzeiros do Sul, além de Nova Canaã e Nova Jerusalém, tendo saído vencedor o nome do presidente da república da época, Emilio Garrastazu Médici, confirmado em 30 de julho de 1973 pelo governador do território de Rondônia, Teodorico Gahyva. O povo chamava o povoado de "péla - jegue" em sentido pejorativo.

As autoridades em conjunto com a população passaram a analisar todas as possibilidades de conseguir a transformação do subdistrito em distrito. Foi convocadas uma reunião com a comunidade, para escolher um grupo de pessoas que ia defender seus interesses. Surgiu a "Sociedade amiga da vila". Com o novo nome de Presidente Médici o povoado foi elevado à categoria de distrito do município de Ji - Paraná no dia 30 de janeiro de 1978 pelo Decreto -Lei nº 81.272.

Em decorrência do seu desenvolvimento sócio econômico, foi o distrito de Presidente Médici elevado à categoria de município, pela Lei nº 6.921, de 16 de junho de 1981, assinada pelo então Presidente da República, João Batista de Figueiredo, mantendo o mesmo nome com as áreas desmembradas do município de Ji - Paraná.

Em cumprimento às Leis nºs 103, de 20 de maio de 1986; 157, de 19 de junho de 1987 e 604, de 10 de abril de 1995, o município cedeu área territorial para criação dos municípios de: Alvorada DOeste, Nova Brasilândia D`Oeste e Ministro Andreazza, respectivamente. A lei nº 493, de 9 de julho de 1993 prevê a cessão de área territorial do município de Ministro Andreazza para Presidente Médici.

Gentílico: mediciense.

Fonte: Toponima de Rondônia (Gerino Alves da Silva Filho) Revista bras.Geogr. IBGE,v.57,n.3,p.l-107,jul./set.1995. AROM - Associação Rondôniense de Municípios.

Autor do Histórico: JOAQUIM LOPES LAMEGO

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Presidente Médici: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Presidente Médici? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: