Início » Rio Grande do Norte » Pau dos Ferros


Pau dos Ferros - Rio Grande do Norte



Pau dos Ferros é uma cidade no interior do estado do Rio Grande do Norte, Região Nordeste do país. Situa-se na microrregião homônima e mesorregião do Oeste Potiguar localizando-se a uma distância de quatrocentos quilômetros a oeste da capital do estado, Natal. Ocupa uma área de 259,960km², sendo que 1,9024km² estão em perímetro urbano, e sua população foi estimada no ano de 2012 em 28197 habitantes, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, sendo então o décimo oitavo mais populoso do estado e primeiro de sua microrregião, embora, pela polarização da cidade, passem pela sede do município cerca de 50 mil pessoas por dia.

A sede tem uma temperatura média anual de 27,3°C e na vegetação do município predomina a caatinga. Com uma taxa de urbanização da ordem de 92,09% (2010), o município contava, em 2009, com 42 estabelecimentos de saúde. O seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,725, considerando como médio pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.

Principal cidade da região Alto Oeste, Pau dos Ferros foi emancipada de Portalegre na década de 1850. A versão de sua etimologia é que o nome seja uma referência a uma árvore que, pela sua grande dimensão, oferecia sombra e consequentemente um local para repouso dos vaqueiros que deram origem ao povoamento da região. Atualmente sua principal fonte de renda é o setor de prestação de serviços, tendo o comércio como importante atividade econômica.

História da cidade de Pau dos Ferros Rio Grande do Norte - RN

FORAM indígenas da tribo dos Cariris ou Panatis, emigrados da Paraíba, os primitivos habitantes de Pau dos Ferros.

As incursões iniciais de civilizados, através do território onde atualmente se localiza o Município, teriam ocorrido em fins do século XVII, no rumo sul-norte, pelas ribeiras dos rios Piranhas e Apodi. Esta suposição se deve ao fato de terem sido feitas em princípios do século seguinte as primeiras concessões de datas. Em 1733, foram concedidas sesmarias na região a Luís da Rocha Pita Deusdará Simão de Fonseca e Dona Maria Joana, herdeiros do coronel Antônio da Rocha Pita, radicado na Bahia e senhor de grandes áreas no Ceará e Rio Grande do Norte. Os concessionários, ao requererem posse das terras, frisavam em suas petições o destino que Ihes seria dado: a criação do gado. Foi a pecuária, com efeito, importante fator de fixação de grupos humanos no território, constituindo, ao mesmo tempo, a base em que se processaria a evolução econômica da zona.

Naquele mesmo ano, Francisco Marçal foi incumbido de fundar uma fazenda de criação de gado. E tão bem se houve na empreitada que em pouco tempo, com o crescimento da propriedade também se desenvolveu o núcleo populacional (já em 1738 contava com uma capela).

A origem do topônimo Pau dos Ferros assim é explicada por Luís da Câmara Cascudo, com apoio na tradição oral sertaneja: os vaqueiros que transitavam pela zona e tinham por hábito repousar à sombra das frondosas oiticicas, que se erguiam à beira de pequena lagoa, gravavam no tronco de uma delas, com ferro em brasa, as marcas das respectivas fazendas, a fim de torná-las conhecidas, facilitando assim a identificação das reses tresmalhadas. A árvore ficou conhecida como Pau dos Ferros, nome que se estendeu à fazenda e, posteriormente, à freguesia e ao Município. O "pau-dosferros", comum a várias zonas pastoris, - acentua aquele escritor - constitui uma das mais curiosas instituições solidaristas do Nordeste.

Gentílico: pauferrense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Pau dos Ferros, em 1759.

Elevado à categoria de município com a denominação de Pau dos Ferros, pela resolução provincial n° 344, de 04-09-856, desmembrado do município de Portalegre. Sede na povoação de Pau dos Ferros. Instalada em 19-01-1857.

Pela lei municipal nº 5, de 02-09-1902, é criado o distrito de Vitória e anexado a vila de Pau dos Ferros.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 2 distritos: Pau dos Ferros e Vitória.

Elevado à condição de cidade com a denominação de Pau dos Ferros, pela lei estadual nº 593, de 02-12-1924.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído do distrito sede. Não figurando o distrito de Vitória pois o mesmo foi extinto.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto estadual nº 603, de 31-10-1938, é recriado o distrito de Vitória e anexado ao município de Pau dos Ferros.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 2 distritos: Pau dos Ferros e Vitória.

Pelo decreto-lei estadual nº 268, de 30-12-1943, o distrito de Vitória passou a denominar-se Panatis.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 2 distritos: Pau dos Ferros e Panatis ex-Vitória.

Pela lei estadual nº 146, de 23-12-1948, é criado o distrito de Riacho de Santana e anexado ao município de Pau dos Ferros.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 3 distritos: Pau dos Ferros, Panatis e Riacho de Santana.

Pela lei estadual nº 909, de 24-11-1953, desmembra do município de Pau dos Ferros o distrito de Panatis. Elevado à categoria de município com a denominação de Marcelino Vieira.

Pela lei estadual nº 55, de 21-12-1953, é criado o distrito de Joaquim Correia ex-povoado de Encanto e anexado ao município de Pau dos Ferros.

Pela lei estadual nº 56, de 21-12-1953, é criado o distrito de Rafael Fenandes ex-povoado de Varzinha e anexado ao município de Pau dos Ferros.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 4 distritos: Pau dos Ferros, Joaquim Correia, Rafael Fernandes e Riacho de Santana

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Pela lei estadual nº 2780, de 10-05-1962, desmembra do município de Pau dos Ferros o distrito de Riacho de Santana. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 2833, de 20-03-1963, desmembra do município de Pau dos Ferros o distrito de Joaquim Correia. Elevado à categoria de município com a denominação de Encanto.

Pela lei estadual nº 2964, de 22-10-1963, desmembra do município de Pau dos Ferros o distrito de Rafael Fernandes. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Pau dos Ferros: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Pau dos Ferros? Então deixe seu comentário!


Comentários (1)

  1. Jéssica Luana's avatarJéssica Luana

    Boa tarde,

    Sou natural de Pau dos Ferros e adorei ver a história da minha cidade tão bem contada, não sabia dos escritos de Camara Cascudo sobre ela e gostaria de saber se vocês podem informar onde posso encontrá-los para saber mais.

    #1 – 08/01/2016 - 19:23

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: