Início » Rio Grande do Norte » Parnamirim


Parnamirim - Rio Grande do Norte



Parnamirim é uma cidade localizada no estado do Rio Grande do Norte. Pertencente à Região Metropolitana de Natal, à mesorregião do Leste Potiguar e à microrregião de Natal,. encontra-se ao sul da capital estadual, distando desta doze quilômetros. Ocupa uma área de 120,202km², e sua população foi contada no ano de 2010 em 202 413 habitantes, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, sendo então o terceiro município mais populoso do estado.

Conurbada à capital, Parnamirim vive um intenso crescimento econômico, especialmente no setor imobiliário, se tornando uma verdadeira extensão de Natal. A sede tem uma temperatura média anual de 21,1°C e na vegetação original do município predomina a Mata Atlântica. Em relação à frota automobilística, em 2010 foram contabilizados 47 137 veículos. Sua taxa de urbanização é de 100% (2010), classificando Parnamirim como o município mais urbanizado do Rio Grande do Norte. O município contava, em 2009, com setenta estabelecimentos de saúde, e seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,760, nomeado médio e o segundo maior no ranking estadual.

O município abriga o principal aeroporto do estado, além de ser sede do Centro de Lançamento de Foguetes da Barreira do Inferno, primeira base do tipo no país. Pontos turísticos como o maior cajueiro do mundo e as praias de Cotovelo e Pirangi do Norte, somando por abrigar eventos e shows musicais durante a alta estação, fazem da cidade um dos principais destinos turísticos do estado.

História da cidade de Parnamirim Rio Grande do Norte - RN

Parnamirim, palavra de origem tupi-guarani, significa rio pequeno. Nessa localidade surgiram os primeiros sinais de povoamento e evolução. Era a época da expansão da aviação comercial e chagava ao Estado uma comitiva francesa comandada pelo aviador Paulo Vechet, com a finalidade de construir um campo de pouso e decolagem nas proximidades de Natal. Ele mesmo escolheu uma planície conhecida como Tabuleiro de Parnamirim, como melhor local para a instalação do aeródromo. O proprietário do terreno, o português João Machado, fez a doação da área.

O campo de Parnamirim, base principal para a fundação da futura cidade, foi inaugurada no dia 14 de outubro de 1927, com a aterrissagem do avião Nurgesser-ET-COOL, pilotado por Josep-Le-Brix e Diendonne Costes. No mesmo ano o avião Laté-25, estabelecia a linha aeropostal, dando registro definitivo ao campo de pouso. Era a época da Segunda Guerra Mundial, os franceses saíram da área e o campo de pouso de Parnamirim passou a exercer uma forte atração sobre os países do chamado bloco aliado, tendo à frente os Estados Unidos.

O interesse internacional era devido a estratégica localização do campo de aviação, localizado na chamada esquina do continente. Em 1941, o Brasil e os Estados Unidos, após várias negociações, fecharam um acordo, incluindo Parnamirim no projeto de estratégia bélica coordenado pelos americanos, e através do Decreto-Lei nº 4.142, assinado pelo presidente Getúlio Vargas, foi criada a Base Aérea Brasileira, em Parnamirim, no ano de 1942.

De um encontro histórico entre os presidentes Getúlio Vargas, do Brasil e Franklim Roosevelt, dos Estado Unidos em 1943, ficou estabelecido, entre outras coisas, um acordo para que fosse construída uma base militar americana e outra brasileira, ao redor do antigo campo de pouso. Foi, também nesse ano, exatamente no dia 03 de novembro, que Parnamirim foi elevada à categoria de Vila, pertencente a Natal.

Com a chegada de operários vindos de várias partes do Estado e a própria dinâmica natural das organizações militares, brotava em Parnamirim um forte núcleo populacional o que já lhe dava ares de cidade que se desenvolvia e ao mesmo tempo acompanhava o subir e descer dos aviões de guerra, os comentários triunfantes, as angústias próprias desses tempos, a fé no sucesso, e a vitória que a história reservou. A cidade continuava a desenvolver-se, começavam os tempos de paz com o fim da Segunda Guerra, em 1945, e no dia 23 de dezembro de 1945, e no dia 23 de dezembro de 1948, Parnamirim foi elevada à condição de distrito de Natal. Dez anos depois , em 17 de dezembro de 1958, através da Lei nº 2.325, desmembrou-se da capital, tornando-se mundialmente conhecida como Cidade Trampolim da Vitória.

Em 6 de julho de 1973, a Assembléia Legislativa aprovou a Lei 4.278 mudando o nome do município de Parnamirim para "Eduardo Gomes", sem se quer pensar em fazer um plebiscito para saber a opinião da população. Os parnamirienses inconformados com a mudança do nome, continuaram a chamá-lo pelo nome histórico "Parnamirim".

Após 14 anos, o movimento pela volta do nome da cidade saiu das sombras e voltou às ruas através de um abaixo-assinado, iniciativa do comerciante José Siqueira de Paiva, onde 4.665 assinaturas foram coletadas.

O deputado Ruy Barbosa foi quem se dispôs a apresentar o projeto a Assembléia Legislativa e o assunto foi ao plenário no dia 25 de junho de 1987.

A lei 5.601 de 6 de agosto de 1987 devolveu o nome de Parnamirim ao município.

Gentílico: parnamirinense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Parnamirim, pela lei estadual nº 146, de 23-121948, subordinado ao município de Natal.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Parnamirim, figura no município de Natal.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955.

Elevado à categoria de município com a denominação de Parnamirim, pela lei estadual nº 2325, de 17-12-1958, desmembrado de Natal. Sede no antigo distrito de Parnamirim. Constituído do distrito sede. Instalado em 10-01-1959.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 31-XII-1963.

Pela lei estadual nº 4278, de 06-12-1973, o município de Parnamirim passou a denominar-se Eduardo Gomes.

Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município de Eduardo Gomes ex-Parnamirim é constituído do distrito sede.

Pela lei estadual nº 5601, de 06-08-1987, o município de Eduardo Gomes volta a denominar-se Parnamirim.

Em divisão territorial datada de 18-VII-1980, o município de Parnamirim ex- Eduardo Gomes é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alterações toponímicas municipais

Parnamirim para Eduardo Gomes alterado, pela lei estadual nº 4278, de 06-12-1973. Eduardo Gomes para Parnamirim alterado, pela lei nº estadual nº 5601, de 06-08-1987.

Fonte: IBGE

Código do Município

2403251

Gentílico

parnamirinense

Prefeito

ROSANO TAVEIRA DA CUNHA

População
População estimada [2018]255.793 pessoas  
População no último censo [2010]202.456 pessoas  
Densidade demográfica [2010]1.639,70 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,0 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]45.328 pessoas  
População ocupada [2016]18,2 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]35,5 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97,9 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]4.6  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]3.4  
Matrículas no ensino fundamental [2017]31.667 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]7.983 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]1.446 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]501 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]108 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]25 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]20.201,24 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]68,3 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0.766  
Total de receitas realizadas [2017]444.026,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]385.730,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]8,45 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,1 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]52 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]123,471 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]56,5 %  
Arborização de vias públicas [2010]38,4 %  
Urbanização de vias públicas [2010]11,5 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Parnamirim: Imagens da cidade e Região

imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-1
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-2
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-3
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-4
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-5
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-6
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-7
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-8
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-9
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-10
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-11
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-12
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-13
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-14
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-15
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-16
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-17
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-18
imagem de Parnamirim+Rio+Grande+do+Norte n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Parnamirim e arredores.


Você conhece a cidade de Parnamirim? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: