Início » Rio Grande do Norte » Marcelino Vieira


Marcelino Vieira - Rio Grande do Norte



Marcelino Vieira é uma cidade no interior do estado do Rio Grande do Norte. Pertencente à Microrregião de Pau dos Ferros e à Mesorregião do Oeste Potiguar,. encontra-se a oeste da capital do estado, distando desta cerca de 390 km. Ocupa uma área de 345,707 km², sendo que apenas 0,3682 km² estão em perímetro urbano, e sua população no ano de 2010 é de 8265 habitantes, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, sendo então o 79º mais populoso do Rio Grande do Norte e o quarto de sua microrregião.

Em relação à frota automobilística, foram contabilizados 861 veículos em 2009. Com uma taxa de urbanização da ordem de 49,42%, o município contava, em 2009, com cinco estabelecimentos de saúde. O seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,613, considerando como médio em relação ao estado.

Marcelino Vieira foi emancipado de Pau dos Ferros na década de 1950. Seu nome (etimologia) foi dado em uma homenagem feita ao agricultor e criador paraibano, que veio para o Rio Grande do Norte onde destacou-se na política, além ter sido intendente várias vezes e Deputado Estadual.

História da cidade de Marcelino Vieira Rio Grande do Norte - RN

A POVOAçãO originou-se de fazendas de criação de gado. Inicialmente, chama-se Passagem do Feijó. Em 1864, Raimundo Fernandes doou uma parte de suas terras ao Padre Bernardino José Queiroz então vigário de Pau dos Ferros, que iniciou a construção da capela. Dois anos depois o Padre Bernardino mudou o nome do arruado para Vitória, já à época, esparso, mas densamente povoado.

Quando elevado à categoria de vila, passou a ser chamdo de Panatis, devido aos índios penatis, primitivos habitantes. Desmembrado de Pau dos Ferros e Alexandria, passou à Cidade com o nome de Marcelino Vieira, paraibano, chefe político de Luis Gomes, que impôs-se pela serena energia, bondade acolhedora, que valorizou, pela inciativa e exemplo, a terra que o considerava um dos melhores filhos.

Gentílico: marcelinense ou vieirense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Vitória, pela lei municipal nº 5, de 02-4-1902, subordinado ao município de Pau dos Ferros.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Vitória, figura no município de Pau dos Ferros

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Vitória, não figura pois o mesmo foi extinto.

Distrito criado novamente pelo decreto estadual nº 603, de 31-10-1938, subordinado ao município de Pau dos Ferros.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Vitória, figura no município de Pau dos Ferros.

Pelo decreto-lei estadual nº 268, de 30-12-1943, o distrito de Vitória, passou a denominar-se Panatis.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o distrito de Panatis ex-Vitória, figura no município de Pau dos Ferros.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950.

Elevado à categoria de município com a denominação de Marcelino Vieira, pela lei estadual nº 909, de 24-11-1953, desmembrado de Pau dos Ferros. Sede no atual distrito de Marcelino Vieira ex-Panatis. Constituído do distrito sede. Instalado em 24-01-1954.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alterações toponímicas distritais

Vitória para Panatis alterado, pelo decreto-lei estadual nº 268, de 30-12-1943. Panatis para Marcelino Vieira pela lei estadual de 909, de 24-11-1953.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Marcelino Vieira: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Marcelino Vieira? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: