Início » Paraná » Tuneiras do Oeste


Tuneiras do Oeste - Paraná



Tuneiras do Oeste faz parte do estado do Paraná.

Tuneiras do Oeste antes de ser colonizado já era frequentado por tropeiros deste o início do século XX em razão do município ser cortado pela famosa estrada boiadeira, a qual até hoje não foi asfaltada. Na década de quarenta iniciou-se a colonização através de títulos de terras concedidos pelo Estado do Paraná e muitos paranaenses da região sul do Estado emigraram para Tuneiras, desbravando a floresta. A empresa Companhia Melhoramentos Norte do Paraná passou a colonizar parte considerável do município, tanto da zona rural como da zona urbana. A Estrada Boiadeira dividia as terras colonizadas pelo Estado do Paraná daquelas colonizadas pela empresa citada. A partir da década de cinquenta a colonização se intensificou drasticamente, com emigrantes vindos dos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e, ainda, de vários Estados do Nordeste. A economia se baseava na extração da madeira e cultura do café e o município encontrou seu auge na década de sessenta, quando chegou a ter 40.000 habitantes, quase todos morando na zona rural. A partir da década de setenta veio a decadência. A exploração de madeira já havia perdido força e um intenso inverno arrasou a lavoura cafeeira. Tuneiras, então, deixou de receber emigrantes e passou a perder população. Os tuneirenses iam embora principalmente para as cidades de São Paulo e Curitiba. Na década de oitenta os tuneirenses passaram a desbravar os estados do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Rondônia, tendo em vista o alto valor das terras tuneirenses e o baixo preço da terra naqueles Estados, bem como o incentivo governamental para que fossem colonizados. Assim, os tuneirenses vendiam suas pequenas propriedades rurais e compravam áreas maiores naqueles Estados. Na década de noventa passaram a se mudar para Cuitiba. E assim a população reduziu-se para menos de 8.000 habitantes. A falta de opção de emprego de qualidade para a população continua a expulsar os jovens tuneirenses para outros centros urbanos, até mesmo para cidades próximas como Tapejara, Cianorte e Maringá. Tudo isso é resultado de uma falta de visão das próprias pessoas que colonizaram o município, pois, se desde o início da povoação tivessem pensado em ali se intalar e permanecer, construindo uma sociedade ideal e voltada para o bem estar e o futuro da população, com uma visão empreendedora e produtiva, talvez existiria uma sociedade mais complexa e competitiva, a qual teria grandes possibilidades de prosperar, a exemplo de cidades como Cianorte, entre outras. Importante anotar que o decréscimo populacional ocorrido em Tuneiras também se abateu sobre outros quarenta municípios paranaenses, e em todos se observa um ponto em comum: os colonizadores teriam potencial para fazer do município respectivo um lugar melhor, mas não souberam canalizar suas forças no momento oportuno e o município acabou sendo superado por muitos outros, a exemplo do que ocorre com muitas empresas do ramo privado.

Sua população estimada em 2004 era de 7.758 habitantes. Foi criada a Reserva Biológica das Perobas nos municípios de Tuneiras do Oeste e Cianorte, no estado do Paraná, com o objetivo de preservar os ecossistemas naturais existentes, com destaque para os remanescentes de Floresta Estacional Semidecidual e sua fauna associada, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades controladas de educação ambiental.

Tuneiras do Oeste está localizada no Noroeste do Estado do Paraná a altitude de 600 metros do nível do mar, com Latitude 23 graus, 52 minutos e 14 segundos Sul e Longitude 52 graus, 52 minutos e 34 segundos W-GR.

Foi desmembrado de Cianorte e Cruzeiro do Oeste elevado a categoria de Distrito pela Lei n.º 12 de 25/04/1955 e a nível de município, pela Lei Estadual n.º 4245 de 25/07/1960. O aniversário da cidade é comemorado em 25 de Julho, tendo como padroeira Nossa Senhora das Graças.

Em 1946 Jorge Lopes foi nomeado guarda florestal pelo governo do estado, instalando-se na região. No inicio da década de 50, famílias de posseiros refugiados e sobreviventes do Massacre de Porecatú vieram a região e ocuparam as terras devolutas cedidas pelo estado. Estes foram seguidos por famílias provenientes de outras localidades.

O nome da cidade deve-se à existência de cactos, conhecidos na região por Tunas.

Tuneiras do Oeste está localizada no Terceiro Planalto Paranaense, com uma área total de 2.481.601,5 ha, correspondendo a 12,4% do total do Estado. Apresenta uma população total de 641.084 habitantes e uma densidade demográfica de 3,87 hab/ha. é composta por 61 municípios, dos quais destacam-se Umuarama, Paranavaí e Cianorte. O município integra com mais 31 cidades a Microrregião da AMERIOS Associação dos Municípios da Região de Entre-Rios, que tem Umuarama como cidade pólo com 90.690 habitantes.

A produção de soja vem se transformando na principal atividade econômica da região, sendo que o município apresentou em 2002 uma produção de 18.750t e a área de plantio vêm aumentando anualmente. Neste mesmo ano foram colhidos 7.500ha, com um rendimento de 2.500 Kg/ha. Outra importante produção agrícola é a cana-de-açúcar, que está perdendo o posto de principal atividade econômica, isto se deve ao fato da realização do Arenito Nova Fronteira em 1999, que incentivou a mecanização e a formação de lavouras.

A pecuária merece uma menção com importante produto municipal com 514 estabelecimentos produtores. A mesorregião contribui com 26,2% do rebanho bovino do Paraná, sendo a maior participação do Estado.

A indústria de Tuneiras do oeste não possui expressividade para a economia local. Apresenta estabelecimentos de pequeno porte no ramo de confecções, artigos de couro, doces e fios de seda.

Fonte: Prefeitura Municipal de Tuneiras do Oeste

Autor do Histórico: ANTôNIO MAIOLI

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Tuneiras do Oeste: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Tuneiras do Oeste? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: