Início » Piauí » Alagoinha do Piauí


Alagoinha do Piauí - Piauí



Alagoinha do Piauí faz parte do estado do Piauí. Encontra-se na microrregião de Pio IX, mesorregião do Sudeste Piauiense. O município tem 6.496 (estimativa) habitantes (2003). Foi criado em 1986.

Alagoinha data do Século XVIII, quando o português João Raimundo chega da Bahia e se instala em Areia Branca. Depois sucessivas famílias foram chegando do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte e foram habitando a região. As famílias que ergueram o município e lhe deram origem foram: Brito, Fialho, Lima e Dias de Medeiros. Outrora povoado do município de Pio IX, foi emancipada por força da Lei Estadual 4.042 promulgada em 9 de abril de 1986 pelo governador Hugo Napoleão.

Sendo Alagoinha povoado de Pio IX e havendo crescido sua população lideranças se organizam em busca de sua emancipação política. Caetano Abel de Carvalho, outrora delegado do povoado e vereador por Pio IX, juntamente com a família Alencar e líderes políticos de Pio IX em união com o deputado estadual Ildefonso Dias somam forças para a emancipação de Alagoinha. Já idoso Caetano Abel de Carvalho cede sua vaga de vereador para seu filho Salomão Caetano de Carvalho que é eleito vereador (PDS) por Pio IX em 1982. Daí então o então vereador se engaja na luta pela emancipação política daquele povoado que em 1986 se torna município e mediante plebiscito foi escolhido o nome de Alagoinha do Piauí posto que a oposição a Salomão Caetano sugeriu um novo nome para o município (Marianópolis). Em 15 de novembro de 1986 foram realizadas as eleições municipais com a vitória de Salomão Caetano de Carvalho (PDS) e de seu vice Pedro José Neto (PDS). No pleito foram derrotados dois candidatos do PFL (devido a figura da sublegenda, mais de um nome podia ser apresentado): José Enéas de Sousa e Adão das Chagas Brito. Contando com o apoio do PMDB, a coligação elegeu cinco dos sete vereadores sendo que os governantes foram empossados em 31 de dezembro. Em 1988 Braz José Neto é eleito sucessor de Salomão Caetano de Carvalho com cerca de 80% dos votos válidos e o PDS elege todos os vereadores e os suplentes para o quatriênio seguinte. Nas eleições de 1992 Salomão Caetano de Carvalho é eleito novamente prefeito de Alagoinha do Piauí para o terceiro mandato de sua coligação, porém veio a falecer no começo de sua administração e assume o cargo o vice-prefeito Valdemar Jonas da Rocha. Nas eleições de 1996 o município elegeu o primeiro prefeito petista no estado, o médico Manoel do Nascimento Rocha, que é derrotado por Braz Neto nas eleições municipais de 2000. Em 2004 Braz Neto é reeleito numa disputa com Francisco João de Carvalho (PDT). No último ano de sua gestão (2008) o prefeito Braz José Neto foi substituído pelo vice-prefeito João Deolindo de Carvalho. Nas eleições de 2008 o PT volta ao poder ao eleger o médico Clodoaldo de Moura Rocha. No dia 02 de agosto de 2011 o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí cassou o mandato de Clodoaldo de Moura Rocha e seu vice-prefeito Francisco João de Carvalho. Assumiu interinamente a prefeitura, a presidente da Câmara Municipal, vereadora Esteva Alves (PP), que administrou Alagoinha do Piauí até a realização de uma eleição suplementar ocorrido no dia 06 de novembro de 2011, onde o médico Pedro Otacílio de Sousa Moura (PSB)venceu o candidato petista Jorismar José da Rocha. O novo prefeito assumiu o cargo no dia 11 de novembro de 2011. Poucos meses depois, Pedro Otacílio de Sousa Moura (PSB)e Jorismar José da Rocha (PT) se unem para as eleições municipais de outubro de 2012.

História da cidade de Alagoinha do Piauí Piauí - PI

Antigo distrito do município de Pio IX, Alagoinha emancipou-se política e administrativamente no dia 09 de de abril de 1986, através da lei nº 4.402, denominando-se Alagoinha do Piauí. O antigo povoado era conhecido como Alagoinha data do final do século XVIII, quando o português João Raimundo chega da Bahia com sua família e instala-se em Areia Branca. Depois, sucessivas famílias foram chegando do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte e habitando a região. As famílias que deram origem e ergueram o município foram: Brito, Fialho, Lima e Dias de Medeiros. Gentílico: alagoinense Formação Administrativa

Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Alagoinha do Piauí, pela lei estadual nº 4042, de 09-04-1986, desmembrado de Pio IX. Sede no atual distrito de Alagoinha do Piauí ex-povoado de Alagoinhas. Constituído do distrito sede. Instalado em 31-12-1986.

Em divisão territorial datada de 18-VIII-1988, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Fonte: IBGE

Código do Município

2200251

Gentílico

alagoinense

Prefeito

JORISMAR JOSE DA ROCHA

População
População estimada [2018]7.636 pessoas  
População no último censo [2010]7.341 pessoas  
Densidade demográfica [2010]13,77 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,7 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]289 pessoas  
População ocupada [2016]3,8 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]57,8 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]93,6 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]4,6  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4  
Matrículas no ensino fundamental [2017]1.010 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]164 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]87 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]15 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]13 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]6.099,05 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]97,2 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,531  
Total de receitas realizadas [2017]- R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]- R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]- óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]26,7 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]5 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]535,807 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]6,9 %  
Arborização de vias públicas [2010]64,3 %  
Urbanização de vias públicas [2010]0 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Alagoinha do Piauí: Imagens da cidade e Região

imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-1
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-2
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-3
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-4
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-5
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-6
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-7
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-8
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-9
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-10
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-11
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-12
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-13
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-14
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-15
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-16
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-17
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-18
imagem de Alagoinha+do+Piau%C3%AD+Piau%C3%AD n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Alagoinha do Piauí e arredores.


Você conhece a cidade de Alagoinha do Piauí? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: