Início » Pernambuco » Nazaré da Mata


Nazaré da Mata - Pernambuco



Nazaré da Mata é uma cidade da zona da mata do estado de Pernambuco, que se estende por uma área de 141,3km², com uma altitude média de 89 metros acima do nível do mar. Sua população é de 30.647 habitantes, sendo 24.704 residentes na zona urbana e 5.943 na zona rural.

O território onde atualmente está localizada a cidade de Nazaré da Mata era chamado de Lagoa d′Antas, uma sesmaria doada a Manuel Bezerra Cunha, em 18 de junho de 1581.

O povoamento de "Nasareth" teve início no século XVIII, numa propriedade onde foi edificada a capela de Nossa Senhora da Conceição. Em homenagem à santa, a localidade passou a chamar-se de Nossa Senhora da Conceição de Nazaré.

História da cidade de Nazaré da Mata Pernambuco - PE

A origem de Nazaré da Mata situa-se no Engenho Lagoa D`Antas, onde em suas terras foi construída uma Capela sob a invocação de Nossa Senhora de Nazaré. Em volta dessa Ermida se formou uma comunidade cujas pessoas estavam ligadas mais por vínculos religiosos do que por fatores de ordem econômica e política. Tais fatores existiam, sem dúvida, porém foi a inspiração religiosa a argamassa a consolidar aquele ideal de fraternidade humana, despertando o amor à família, a iniciativa para o trabalho e o espírito de solidariedade nas tarefas de interesse comum. As primeiras atividades foram as relativas ao cultivo da terra e à exportação das matas.

A tradição agrícola estava na alma e no sangue daquela gente, pois os colonizadores lusos se adentrando pelas terras incultas em busca de vales úmidos e de clareiras abertas pelo desmatamento do pau-brasil, foram se fixando aqui e ali e se acostumando a conviver com a dureza da terra. Nesta fixação à gleba da qual iriam tirar o sustento para sua família e o imposto para Sua Alteza Imperial, foram levantando os pequenos núcleos urbanos e montando "às oficinas de fazer açúcar". O sistema de açúcar que implantavam era "toda uma organização devida", não só de ordem econômica, como igualmente social, política e cultural.

A Coroa Portuguesa diante da imensidade de suas possessões não encontrou outra alternativa senão distribuir essas terras com quem as quisesse explorar. Uma determinada sesmaria foi doada a Manuel Bezerra da Cunha. Um outro português já um tanto acostumado com nossas tradições, Urbano Pereira da Silva Júnior, nos fins do século XVIII, comprara a referida sesmaria juntamente com o seu cunhado, João Manuel, dividindo-a em duas partes. Urbano Pereira ficou com a parte sul, limita pelo rio Tracunhaém, onde foi instalado seu engenho, o LAGOA D`ANTAS.

E buscando seu bem-estar no desempenho das tarefas de cada dia, a comunidade de Nossa Senhora de Nazaré no engenho Lagoa D`Antas, foi crescendo até atingir sua maioria administrativa, fato ocorrido a 17 de maio de 1833, com sua autonomia política proclamada pelo Conselho de Estado. E aquele povo acostumado às lides agrícolas que era um misto de cultivo da terra, de criação e de exploração das matas, assume agora tarefas mais importantes quais foram as de governar, de legislar e de julgar. Aquela simples escola de ensinar a ler, a escrever e a contar, fundada em Lagoa D`Antas a 08 de de março de 1822, preparou uma legião de homens capazes de formular leis e assumir o comando da nova municipalidade. Instalado o Conselho Municipal ao qual competia a tarefa de governar a recém-criada circunscrição administrativa, a 9 de outubro de 1833, a vila Nossa Senhora de Nazaré da Mata teve logo seu território dividido em distritos, criados os cargos de juiz de direito e juiz de órfão, de promotor, elaborado o código de posturas, além de outras medidas necessárias ao bom andamento do serviço público.

A história nazarena rica de homens, de fatos e de idéias, apesar de avanços e de recuos, coisa comum a toda a história humana, oferece páginas de esplendor e de beleza, de heroísmo e de grandeza moral, capazes de honrar a vida de qualquer povo.

Gentílico: nazareno

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Nazaré, pela lei provincial nº 238, de 11-06-1850, subordinado ao município de Olinda.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Nazaré, por ato do conselho do governo de 20-05-1833, desmembrado de Olinda. Sede na vila de Nazaré. Constituído do distrito sede. Instalado em 09-10-1833.

Pela lei provincial nº 1780, de 05-06-1883, é criado o distrito de Lagoa Seca.

Pela lei provincial nº 1448, de 25-06-1879, é criado o distrito de Vicência e anexado ao município de Nazaré.

Elevado à categoria de cidade, pela lei provincial nº 258, de 11-06-1850.

Pela lei municipal nº 5, de 30-11-1892, são criados os distritos de Tracunhaém, Angélicas e Aliança e anexados ao município de Nazaré.

Pela lei municipal nº 87, de 27-01-1907, é criado o distrito de Lagoa do Carro e anexados ao município de Nazaré.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 7 distritos: Nazaré, Aliança, Angélicas, Lagoa do Carro, Lagoa Seca, Tracunhaém e Vicência.

Pela lei municipal nº 311, de 04-11-1920, é criado o distrito de Buenos Aires e anexados ao município de Nazaré.

Pela lei estadual nº 1931, de 11-09-1928, desmembra do município de Nazaré os distritos de Aliança e Lagoa Seca. Para formar o novo município de Aliança. Sob a mesma lei acima citado, desmembra do município de Nazaré o distrito de Lagoa do Carro. Para formar o novo município de Floresta dos Leões e ainda desmembra os distritos de Vicência e Sapé ex-Angélicas. Para formar o novo município de Vicência.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 3 distritos: Nazaré, Buenos Aires e Tracunhaém.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 3 distritos: Nazaré, Buenos Aires e Tracunhaém.

Pelo decreto-lei estadual nº 952, de 31-12-1943, o município de Nazaré passou a denominar-se Nazaré da Mata.

Em divisão territorial datada de I-VII-1950, o município é constituído de 3 distritos: Nazaré da Mata, Buenos Aires e Tracunhaém.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de I-VII-1960.

Pela lei estadual nº 4951, de 20-12-1963, desmembra do município de Nazaré da Mata o distrito de Tracunhaém. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 4970, de 20-12-1963, desmembra do município de Nazaré da Mata o distrito de Buenos Aires. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Alteração toponímica municipal

Nazaré para Nazaré da Mata alterado, pelo decreto-lei estadual nº 952, de 31-12-1943.

Fonte: IBGE

Código do Município

2609501

Gentílico

nazareno

Prefeito

INACIO MANOEL DO NASCIMENTO

População
População estimada [2018]32.366 pessoas  
População no último censo [2010]30.796 pessoas  
Densidade demográfica [2010]204,95 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,6 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]4.629 pessoas  
População ocupada [2016]14,4 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]48 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]96,1 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]4.4  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4.4  
Matrículas no ensino fundamental [2017]4.915 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]1.669 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]275 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]95 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]24 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]5 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]14.297,44 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]87,5 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0.662  
Total de receitas realizadas [2017]54.902,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]57.722,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]18,67 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,3 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]15 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]130,572 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]77,7 %  
Arborização de vias públicas [2010]64,7 %  
Urbanização de vias públicas [2010]6,6 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Nazaré da Mata: Imagens da cidade e Região

imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-1
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-2
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-3
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-4
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-5
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-6
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-7
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-8
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-9
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-10
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-11
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-12
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-13
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-14
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-15
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-16
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-17
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-18
imagem de Nazar%C3%A9+da+Mata+Pernambuco n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Nazaré da Mata e arredores.


Você conhece a cidade de Nazaré da Mata? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: