Início » Paraíba » Remígio


Remígio - Paraíba



Remígio faz parte do estado da Paraíba. Está localizado na microrregião do Curimataú Ocidental. De acordo com o IBGE, no ano de 2010 sua população era estimada em 17.581 habitantes. Área territorial de 178km².

Os primeiros habitantes do nosso município foram os Índios Potiguares, que se dividiram em três grandes aldeias: Jandaíra, Queimadas e Caxexa. Por volta de 1700 já havia homens brancos na região, porém os registros históricos datam a partir de 1788, quando o alferes Luiz Barbosa da Silva Freire, de tradicional família portuguesa, e residente no Rio Grande do Norte, negociou suas terras com o senhor João de Morais Valcácer, adquirindo a propriedade denominada lagoas, onde hoje está localizado o nosso município, tendo como garantia para o negócio, uma simples troca de fios de barba, a permuta das propriedades. Remígio dos Reis, genro de Luiz Barbosa, construiu sua residência próxima a uma das cinco lagoas existentes na propriedade (atual Lagoa Parque). Remígio que pertencia a Areia viveu os mesmos ideais da sede tomando parte ativa nas lutas da Confederação do Equador, uma das mais belas páginas da história areiense. O número de habitantes e as edificações cresciam em ritmo acelerado, foi quando Frei Herculano, com a ajuda da população edificou uma Capelinha no morro próximo à lagoa (hoje Matriz de Nossa Senhora do Patrocínio), e o senhor Francisco Tonel construiu o mercado, fortalecendo o comércio. Em 30 de março de 1938, passamos à categoria de vila, e em 15 de novembro do mesmo ano a Lagoa de Remígio ganhou a sua atual denominação, Remígio, em homenagem ao seu fundador. O primeiro projeto para o desmembramento da vila de sua sede, o município de Areia, foi apresentado pelo Deputado Remigense Dr. Luiz Bronzeado, reprovado pelo Governador João Fernandes de Lima, que substituía o titular José Américo de Almeida, alegando que o desmembramento traria vários prejuízos a economia de Areia, nossa sede. Em 02 de agosto de 1956, o deputado Tertuliano de Brito apresentou a Assembléia o Projeto de Lei Nº129/1956, pedindo a emancipação de Remígio, sancionada em 14 de março de 1957, pelo Governador Flávio Ribeiro Coutinho, entrando em vigor no dia 31 de março do mesmo ano. O Sr. Epitácio Bronzeado foi nomeado para administrar o município, de 31 de março de 1957 a 06 de fevereiro de 1958.

Homenagem à Remígio dos Reis, que tornou-se o primeiro morador do lugarejo que mais tarde, por sua localização, virou ponto de parada de viajantes e tropeiros.

História da cidade de Remígio Paraíba - PB

Os primeiros habitantes do atual município foram os índios Potiguares, que na região brejeira da Paraíba eram distribuídos em seis tabas, das quais, as de Jandaíra, Queimadas e Cuxexa, localizavam-se em terras do atual município.

Não se tem dados precisos a respeito de quando começou o desbravamento da região, pressupõe-se que tenha sido no início do ano de 1700. Só 78 anos depois é que foi encontrado o primeiro registro, dando conta da presença de colonizadores naquele local, quando o Alferes Luiz Barbosa da Silva Freire, entrou em choque com o Governador da Província do Rio Grande do Norte e em luta armada, consegui fugir da sua terra, trazendo consigo dois escravos negros. Na fuga desenfreada, foi encontrar o português João Morais Valcacér, tendo com ele permutado sua propriedade "Barro Branco" no Rio Grande, pela de "Chã Jardem" em Areia, estendendo-se pouco tempo depois, até o lugar denominado "Lagoas" em Remígio.

Após estabelecer-se no local, trouxe a família, inclusive filhos, genros e serviçais, iniciando com eles o desbravamento da propriedade, tendo conseguindo a amizade dos índios.

Um dos genros do fazendeiro, chamado Remígio dos Reis, construiu sua morada próximo a uma cinco lagoas existentes na região. A partir daí novas casas foram construídas e surgiram novos sítios, por este motivo o denominaram "Lagoa do Remígio", tempos depois simplificado para "Remigio". A principal atividade do lugarejo era a agricultura, sobressaindo-se culturas de café e cana de açúcar apesar de técnica rudimentar aplicada.

Gentílico: remigioense ou remigense

Formação Administrativa

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, figura no município de Areia o distrito de Lagoa do Remígio.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto-lei nº 1164, de 15-11-1938, o distrito de Lagoa do Remígio passou a denominar-se simplesmente Remígio.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Remígio ex-Alagoa do Remígio, figura no município de Areia.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955.

Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Remígio, pela lei estadual nº 1667, de 14-03-1957, desmembrado de Areia. Sede no antigo distrito de Remígio. Constituído do distrito sede. Instalado em 31-03-1957.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Pela lei estadual nº 2778, de 18-01-1962, é criado o distrito de algodão e anexado ao município de Remígio.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 2 distritos: Remígio e Algodão.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 17-I-1991.

Pela lei nº 5928, de 29-04-1994, desmembra do município de Remígio o distrito Algodão. Elevado à categoria de município com a denominação de Algodão de Jandaíra.

Em divisão territorial datada de 15-VII-1999, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007

Alteração toponímica distrital

Lagoa do Remígio para simplesmente Remígio alterado, pelo decreto-lei estadual nº 1164, de 15-111938.

Fonte: IBGE

Código do Município

2512705

Gentílico

remigioense

Prefeito

MELCHIOR NAELSON BATISTA DA SILVA

População
População estimada [2018]19.340 pessoas  
População no último censo [2010]17.581 pessoas  
Densidade demográfica [2010]98,77 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,6 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]1.151 pessoas  
População ocupada [2016]5,9 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]47,6 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97,1 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]4,5  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]3,1  
Matrículas no ensino fundamental [2017]3.073 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]707 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]171 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]38 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]20 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]7.775,67 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]90,8 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,607  
Total de receitas realizadas [2017]41.988,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]38.605,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]3,46 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,2 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]8 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]180,897 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]52,5 %  
Arborização de vias públicas [2010]76,1 %  
Urbanização de vias públicas [2010]12,9 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Remígio: Imagens da cidade e Região

imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-1
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-2
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-3
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-4
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-5
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-6
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-7
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-8
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-9
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-10
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-11
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-12
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-13
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-14
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-15
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-16
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-17
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-18
imagem de Rem%C3%ADgio+Para%C3%ADba n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Remígio e arredores.


Você conhece a cidade de Remígio? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: