Início » Paraíba » Cuité


Cuité - Paraíba



Cuité, município no estado da Paraíba (Brasil), localizado na microrregião do Curimataú Ocidental e pertencente a Região Metropolitana de Barra de Santa Rosa. De acordo com o IBGE, no ano de 2006 sua população era estimada em 24.900 habitantes. Área territorial de 758km².

Segundo historiadores, foi no dia 17 de julho de 1768, que Caetano Dantas Correia e sua esposa Josefa de Araújo fizeram a doação de meia légua de terra na então chamada Serra de Cuité para a construção da Capela de Nossa Senhora das Mercês. Este documento é considerado a Certidão de Batismo de Cuité, pois foi através da capela que começou o povoamento da região. Alguns monumentos e documentos reafirmam a data de 17 de julho como a data de fundação do município de Cuité, a exemplo do monumento encontrado na Praça Cônego José de Barros, ao lado da Igreja Matriz, em homengaem a passagem do Bicentenário do Município de Cuité, bem como a Lei Municipal nº 729/2008, de 06 de agosto de 2008, que declara feriado o dia 17 de julho, tendo como base relatos de historiados locais que afirmam ser a data de fundação do território de Cuité. Em 1704, foi doada a primeira sesmaria do lugar, solicitada pelo Conde de Alvor Na mesma época, Caetano Dantas Correia recebeu a data Lagoa do Cuité. Acompanhado do seu irmão Simplício Dantas Correia, iniciaram a povoação e construíram a capela Nossa Senhora das Mercês, ficando a mesma subordinada à freguesia de Caicó, no Rio Grande do Norte, até 1801.

Todo dia 24 de setembro, numa tradição que perpassa séculos, é dia de festa na cidade e na região. Todos os olhares e corações se voltam à Serra que abriga em seu topo a Igreja Matriz da cidade, morada da Excelsa Padroeira do lugar e da região como um todo. Igreja esta que já não abarca o tão elevado número de presentes na Missa Solene, que para o coração da cidade com suas ruas tomadas de fiéis. Tradição também, logo após a Missa, é o encontro mais esperado por toda a Igreja: quando a Santa Mãe surge em seu andor, ao cair da tarde, saindo da Matriz, para encontrar-se com seus milhares de filhos, que a esperam emocionados, com cantos, orações, lágrimas, aplausos, sempre em busca de um toque em sua imagem ou de uma flor que componha o cenário de seu andor, representação sempre aquém da beleza e da força de seu esplendor. E é na procissão que, num misto de emoção pela fé e pela dimensão do evento, tomamos ciência da grandiosidade da festa. Apenas a título de ilustração de o quanto a festa e a fé crescem a cada ano, vale salientar que a paróquia de Cuité tem atualmente a maior festa religiosa da Diocese de Campina Grande-PB. Fácil perceber, pois, a importância deste evento para a cidade. Se chama a atenção de toda uma região, imagine o que representa para a cidade-sede, que se orgulha em dizer que é a festa mais cuiteense de todas. Não à toa deu origem à máxima Nada é maior, em Cuité e no Curimataú, que a Festa de Nossa Senhora das Mercês, que ecoa há muito tempo. Assim, é no ponto mais alto do Curimataú que Nossa Senhora das Mercês recebe seus milhares de fiéis, que lhe acorrem em louvores, súplicas e agradecimentos, e de onde simbolicamente cobre toda uma geografia cujo principal sustentáculo reside na fé que seu povo deposita na Mãe de Jesus, redentora da escravidão que as condições agrestes impõem à sobrevivência. Por Isaac Leite

História da cidade de Cuité Paraíba - PB

O Nome Cuité provém do uso que os índios "cuités", da grande tribo dos cariris ou kiriris, faziam do fruto da coitezeira, utilizado para o fabrico de cuias, gamelas e cochos. No dialeto indígena, Cui quer dizer vasilha e eté, grande, real, ilustre. Esses silvícolas foram aldeados, em 1696, pelo Padre João de Barros.

Em 1704, foi doada a primeira sesmaria do lugar, solicitada pelo Conde de Alvor Na mesma época, Caetano Dantas Correia recebeu a data Lagoa do Cuité. Acompanhado do seu irmão Simplício Dantas Correia, iniciaram a povoação e construíram a capela Nossa Senhora das Mercês, ficando a mesma subordinada à freguesia de Caicó, no Rio Grande do Norte, até 1801.

O progresso, para a época, foi rápido. Em 1800 ou 1827, como afirmam alguns autores, Cuité foi elevado à categoria de Distrito, passando em 1854, à condição de Município. Sua elevação à Comarca data de 1872, mas o benefício foi suprimido em 1891 sendo restabelecido, em 1900. Quatro anos depois o Município e a Comarca de Cuité, foram anexados ao Município de Picuí, com o nome de Serra do Cuité. Assim permaneceu, até 1936, quando restaurada sua autonomia administrativa, desmembrou-se definitivamente de Picuí formando dois distritos, o da Sede e o de Barra de Santa Rosa. Em 1938, o Município teve seu nome simplificado para Cuité.

Gentílico: cutieense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Cuitê, em 1800 ou em 15-10-1827.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Cuitê, figura no município de Picuí.

Assim permanecendo em divisão territorial administrativa referente ao ano de 1933.

Elevado à categoria de município com a denominação de Serra do Cuitê, pela lei estadual nº 99 de 18-12-1936, desmembrado de Picuí. Sede na povoação de Serra do Cuitê. Constituído de 2 distritos: Serra do Cuité e Barra da Santa Rosa, criado pela mesma lei que criou o município. Instalado em 2501-1937.

Pelo decreto lei estadual nº 1164, de 15-11-1938, o município de Serra do Cuité passou a denominar-se simplesmente Cuité e o distrito de Barra de Santa Rosa a denominar-se Santa Rosa.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município aparece constituído de 2 distritos: Cuité e Santa Rosa ex-Barra Santa Rosa.

Pelo decreto-lei estadual nº 520, de 31-12-1943, o distrito de Santa Rosa volta a denominar-se Barra de Santa Rosa.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 2 distritos: Cuité e Barra de Santa Rosa ex-Santa Rosa.

Pela lei estadual nº 1183, de 29-03-1955, é criado o distrito de Nova Floresta ex-povoado e anexado ao município de Cuité.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 3 distritos: Cuité, Barra de Santa Rosa e Nova Floresta.

Pela lei estadual nº 2077, de 30-04-1959, desmembra do município de Cuité o distrito de Nova Floresta. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 2108, de 08-05-1959, desmembra do município de Cuité o distrito de Barra de Santa Rosa. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Pela lei estadual nº 2649, de 20-12-1961, é criado o distrito de Sossego e anexado ao município de Cuité.

Pela lei estadual nº 2758, de 08-01-1962, é criado o distrito de Melo e anexado ao município de Cuité.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1963, o município é constituído de 3 distritos: Cuité, Melo e Sossego.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 17-I-1991.

Pela lei estadual nº 5901, de 29-04-1994, desmembra do município de Cuité o distrito de Sossego. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído de 2 distritos: Cuité e Melo.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica distrital

Cuitê para Serra do Cuitê alterado, pela lei estadual nº 99, de 18-12-1936.

Alteração toponímica municipal

Serra do Cuitê para simplesmente Cuité alterado, pelo decreto-lei estadual nº 1164, de 15-11-1938.

Fonte: IBGE

Código do Município

2505105

Gentílico

cuiteense

Prefeito

CHARLES CRISTIANO INÁCIO DA SILVA

População
População estimada [2018]20.343 pessoas  
População no último censo [2010]19.978 pessoas  
Densidade demográfica [2010]26,93 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,7 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]1.522 pessoas  
População ocupada [2016]7,5 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]50,2 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]98,3 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,4  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]3,9  
Matrículas no ensino fundamental [2017]2.923 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]976 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]172 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]72 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]21 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]4 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]8.785,18 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]89,7 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,591  
Total de receitas realizadas [2017]44.325,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]41.114,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]23,44 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]8,1 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]18 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]741,840 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]15 %  
Arborização de vias públicas [2010]80,5 %  
Urbanização de vias públicas [2010]2,6 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Cuité: Imagens da cidade e Região

imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-1
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-2
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-3
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-4
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-5
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-6
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-7
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-8
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-9
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-10
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-11
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-12
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-13
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-14
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-15
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-16
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-17
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-18
imagem de Cuit%C3%A9+Para%C3%ADba n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Cuité e arredores.


Você conhece a cidade de Cuité? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: