Início » Paraíba » Cruz do Espírito Santo


Cruz do Espírito Santo - Paraíba



Cruz do Espírito Santo é uma cidade localizada na Região Metropolitana de João Pessoa, estado da Paraíba. Sua população em 2012 foi estimada pelo IBGE em 16.317 habitantes, distribuídos em 195 km² de área.

Cruz do Espírito Santo é um dos municípios mais antigos da Paraíba. Suas terras foram habitadas pelos índios Tabajaras antes da conquista pelos portugueses, que implantaram engenhos e iniciaram o plantio de grandes canaviais. O povoado que deu origem ao município começou na margem esquerda do rio Paraíba, perto do Engenho Espírito Santo de propriedade do português Manoel Pires Correia. Conta a tradição que por volta de 1789, o rio Paraíba sofreu uma grande enchente deixando, onde hoje é a praça Rio Branco, uma cruz de madeira. Os habitantes adicionaram a palavra Cruz ao nome do povoado Espírito Santo. Na época o povoado pertencia ao município de Pilar e desmembrou-se. Lei estadual nº 40 de 7 de março de 1896 deu a categoria de município a Espírito Santo, que também passou a abrigar a sede do município de Pedras de Fogo, extinto pela mesma Lei estadual nº 125 de 7 de novembro de 1896. Em 1914 outra grande enchente do Rio Paraíba obrigou a sede do município passar para o município de Sapé até 1935 quando o Coronel José Francisco de Paula Cavalcanti, o “Cazuza do trombone”, então Deputado Estadual conseguiu que Cruz do Espírito Santo fosse restabelecido. Em 1943 o nome do município foi mudado para Maguary. Em 1948 voltou a ser Cruz do Espírito Santo. A estação de Espírito Santo foi inaugurada em 1883 pelo Conde D’Eu. Railway Company Limited, antigamente, em dias alternados, três a quatro locomotivas cruzavam a estação local que distava 800 metros da cidade. O município de Cruz do Espírito Santo se destacou por muito tempo. Cruz do Espírito Santo é terra natal do ex-ministro da fazenda Maílson da Nóbrega. Em 1985, ano atípico pelas chuvas que alagaram várias cidades do Nordeste, Cruz do Espírito Santo foi completamente alagada pelo rio Paraíba, o que trouxe grandes transtornos para a cidade e para a população em geral.

História da cidade de Cruz do Espírito Santo Paraíba - PB

Supõe-se que as terras pertencentes ao atual município tenham sidas habitadas, anteriormente, pelos índios Tabajaras, que com a chegada dos portugueses, transferiram-se para aldeias às margens do rio Paraíba.

Quando os lusos se estabeleceram na região, inciaram o plantio de cana-de-açúcar no litoral, devido a existência de solos férteis. Foram instalados pequenos engenhos, na épocamovidos por escravos oriundos da áfrica. Mereceu destaque o engenho "Espirtito Santo", de propriedade do Sr. Manoel Pires Correia, que durante a invasão holandesa abandonou suas terras, que mais tarde foram vendidas ao batavo "Joan Van Olen" e depois ao seu patrício "Mense Francen Aurenhaut" que a ocupou até a explusão dos estrangeiros.

Não está esclarecido porém, a data exata da formação do povoado. Sabe-se apenas, que no ano de 1879, o rio Paraíba, em face de uma cheia, transbordou do seu leito e trouxe em suas águas uma imensa cruz de madeira e a deixou no local onde atualmente se ergue a cidade.

Esse fato contribuiu para que os habitantes da região passassem a chamar o povoado de Cruz do Espírtito Santo, originado da junção do vocábulo Cruz, decorrente do evento, com a denominação do antigo engenho, Espírito Santo.

Mais de um século, após ter sido encontrada a cruz, no ano de 1907, o vigário da Freguesia local construiu um pedestal onde a ergueu, perpetuando assim, até hoje histórico.

Gentílico: santo espírito-santense

Formação Administrativa

Elevado à categoria de vila com a denominação de Espírito Santo, pela lei estadual nº 40 de 07-03-1896. Sede na povoação de Cruz do Espírito Santo ex-Pedras de Fogo. Instalado em 08-04-1896.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município aparece constituído de 4 distritos: Espírito Santo, Sapé, Sobrado e São Miguel de Taipú.

Pela lei estadual nº 627, de 01-02-1925, transfere a sede do município de Espírito Santo para a povoação de Sapé. Instalado em 31-12-1925.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município tem a denominação de Sapé, é constituído do distrito sede.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, Espírito Santo aparece com sede do município de Pedras de Fogo.

Pelo decreto-lei estadual nº 1010, de 30-03-1938, o Pedras de Fogo passou a denominar-se Espírito Santo.

Pelo decreto-lei estadual nº 1164, o distrito de Taquara é extinto, sendo seu território anexado ao município de João Pessoa.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município aparece constituído de 2 distritos: Espírito Santo e Pedra Fogo.

Pela lei estadual nº 520, de 31-12-1943, Espírito Santo passou a denominar-se Maguari. Sob o mesmo decreto são criados os distritos de Caaporã e São Miguel de Taipu, ambos desmembrados com área do distrito de Pedras de Fogo e anexado ao município de Maguari ex-Espírito Santo.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 4 distritos: Maguari, Caaporã, Pedras de Fogo e São Miguel de Taipu.

Pela lei estadual nº 136, de 30-09-1948, o município de Maguari, passou a denominar-se Cruz do Espírito Santo.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município já denominado Cruz do Espírito Santo é constituído de 4 distritos: Cruz do Espírito Santo, Caaporã, Pedras de Fogo e São Miguel de Taipu.

Pela lei estadual nº 895, de 11-03-1953, desmembra do município de Cruz do Espírito Santo, os distritos de Caaporã e Pedras de Fogo, para formar o novo município de Caaporã.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 2 distritos: Cruz do Espírito Santo e São Miguel de Taipu.

Pela lei estadual nº 2036, de 10-04-1959, o distrito de São Miguel de Taipu deixa de pertencer ao município de Cruz do Espírito Santo, sendo anexado ao município de Pilar.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE

Código do Município

2504900

Gentílico

Santo espírito-santense

Prefeito

PEDRO GOMES PEREIRA

População
População estimada [2018]17.366 pessoas  
População no último censo [2010]16.257 pessoas  
Densidade demográfica [2010]83,12 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,6 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]1.252 pessoas  
População ocupada [2016]7,2 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]52,3 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]96,1 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]3.9  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]2.5  
Matrículas no ensino fundamental [2017]3.058 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]539 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]194 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]51 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]23 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]2 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]7.839,03 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]-  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0.552  
Total de receitas realizadas [2017]33.453,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]31.785,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]14,49 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,6 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]5 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]191,104 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]21,9 %  
Arborização de vias públicas [2010]87,8 %  
Urbanização de vias públicas [2010]36,5 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  18. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  19. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  21. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  22. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  23. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  24. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  25. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  26. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Cruz do Espírito Santo: Imagens da cidade e Região

imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-1
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-2
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-3
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-4
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-5
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-6
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-7
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-8
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-9
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-10
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-11
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-12
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-13
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-14
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-15
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-16
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-17
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-18
imagem de Cruz+do+Esp%C3%ADrito+Santo+Para%C3%ADba n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Cruz do Espírito Santo e arredores.


Você conhece a cidade de Cruz do Espírito Santo? Então deixe seu comentário!


Comentários (1)

  1. shirlei olegario datrindade's avatarshirlei olegario datrindade

    adorei ver as fotos da cidade onde naceu meu pai se alguem saber ou conecer a familia 0legario da trindade por favor entre em comtato comigo pois tenho muita vontade de conhecer a familia do meu pai pois naõ conheço niguem me ajudem e muito obrigada dede ja?

    #1 – 23/10/2016 - 19:30

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: