Início » Pará » Santarém


Santarém - Pará



Santarém (AFI:[staj]) faz parte do estado do Pará. É o segundo município mais importante do Pará e o principal centro financeiro e econômico do oeste do estado. É sede da Região Metropolitana de Santarém. Pertence à mesorregião do Baixo Amazonas e a microrregião de Santarém. Situa-se na confluência dos rios Tapajós e Amazonas. Localizada a cerca de 800km das metrópoles da Amazônia (Manaus e Belém), ficou conhecida poeticamente como "Pérola do Tapajós".

Em 2012 sua população foi estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 299419 habitantes, sendo então o terceiro município mais populoso do estado do Pará (atrás apenas das cidades conurbadas de Belém e Ananindeua), o sétimo mais populoso do norte do Brasil e o 83º de todo o país. Ocupa uma área de 22 887,080km², sendo que 77km² estão em perímetro urbano.

Fundada em 22 de julho de 1661, é uma das cidades mais antigas da Amazônia. Em 1758 foi elevada a categoria de vila e quase um século depois em consequência de seu notável desenvolvimento foi elevada a categoria de cidade em 1948. Está incluída no plano das cidades históricas do Brasil.

História da cidade de Santarém Pará - PA

Dez anos após a fundação de Belém, quando Pedro Teixeira explorava o rio Amazonas, assistido por Frei Cristóvão de São José, com 26 soldados e numerosos índios, aportou na aldeia de Tupuliçus, na foz do Rio Tapajós.

A expedição foi bem sucedida, visto terem os índios, anteriormente entrado em contato com os civilizados, principalmente espanhóis que ali haviam passado gerando as boas relações que mantiveram em proveito da nova povoação, que dali surgiria, posteriormente, Pedro Teixeira descobriu o Rio Tapajós.

Coube aos jesuítas a fundação de uma aldeia com fins missionários, no lugar onde o padre Antônio Vieira esteve no primeiro semestre de 1659; do desenvolvimento dessa aldeia originaram-se outras povoações como as de São José dos Matapus, hoje Pinhel em 1722 -Tupinambarana ou Santo Inácio - atual Boim em 1737 e Borari, hoje Alter do Chão, em 1738.

Com o progresso das Missões, Francisco da Mota Falcão iniciou, a construção de uma fortaleza, a qual foi terminada por seu filho, Manoel Mota Siqueira em 1697. Essa fortaleza tinha a forma quadrada, com baluartes nos ângulos, foi o núcleo da Vila que deu origem a cidade de Santarém. Em 1762, achando-se em ruinas, foi a fortaleza reconstruída, passando daí por diversos reparos, porém hoje nada mais existe. Santarém foi elevada à categoria de vila em 14 de março de 1758, quando ocorreu sua instalação, ocasião em que lhe deu o nome português de Santarém, substituindo as denominações indígenas por topônimo de Portugual.

Gentílico: santareno ou mocorongo

Formação Administrativa

Elevado à categoria de vila com a denominação de Santarém, em 1754 ou em 1756, em virtude da Carta Régia de 06-06-1755. Instalado em 1829.

Em 1753 ou em 06-03-1758, é criado o distrito de Alter do Chão.

Elevado à categoria de cidade e sede do município com a denominação de Santarém pela lei provincial nº 145, de 24-10-1848. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município aparece constituído de 4 distritos: Santarém, Boim, Alter do Chão e Curuaí.Em divisão administrativa referente ao ano de 1938, o município é constituído do distrito sede.Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído de 5 distritos: Santarém, Alter do Chão, Boim, Curuaí e Taperá.

Pelo decreto-lei estadual nº 2972, de 31-03-1938, os distritos de Taperá e Curuaí perderam a categoria de distrito, sendo seus territórios anexados ao distrito de sede Santarém.

Pelo decreto-lei estadual nº 3131, de 31-10-1938, são criados os distritos de Curuaí e Aveiro anexados ao município de Santarém.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 5 distritos: Santarém, Alter do Chão, Boim, Curuaí e Aveiro.

Pela lei estadual nº 62, de 31-12-1947, é criado o distrito de Belterra ex-povoado e anexado ao município de Santarém.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 6 distritos: Santarém, Alter do Chão, Aveiro, Boim, Curuaí e Belterra.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Pela lei estadual nº 2460, de 29-12-1961, é criado o distrito de Arapixuna e anexado ao município de Santarém. Sob a mesma lei desmembra do município de Santarém o distrito de Aveiro. Elevado à categoria de município. Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 6 distritos: Santarém, Alter do Chão, Arapixuna, Belterra Boim e Curuaí. Pela lei estadual nº 3227, de 31-12-1964, é criado o distrito de Mujuí dos Campos e anexado ao município de Santarém. Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 7 distritos: Santarém, Alter do Chão, Arapixuna, Belterra, Boim, Curuaí e Mujuí dos Campos. Pela lei estadual nº 5928, de 29-12-1995, desmembra do município de Santarém o distrito de Belterra. Elevado à categoria de município. Em divisão territorial datada de 15-VII-1997, o município é constituído de 5 distritos: Santarém, Alter do Chão, Boim, Curaí e Mujui dos Campos. Assim permancendo em divisão territorial datada de 2005.

Fonte: IBGE

Código do Município

1506807

Gentílico

santareno

Prefeito

FRANCISCO NÉLIO AGUIAR DA SILVA

População
População estimada [2018]302.667 pessoas  
População no último censo [2010]294.580 pessoas  
Densidade demográfica [2010]12,87 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,1 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]46.084 pessoas  
População ocupada [2016]15,7 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]45,6 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97,3 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,2  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,1  
Matrículas no ensino fundamental [2017]61.074 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]15.568 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]2.833 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]778 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]437 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]40 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]15.531,42 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]83,1 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,691  
Total de receitas realizadas [2017]581.235,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]573.368,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]14,16 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,8 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]100 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]17.898,389 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]38,1 %  
Arborização de vias públicas [2010]43,3 %  
Urbanização de vias públicas [2010]7,8 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Santarém: Imagens da cidade e Região

imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-1
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-2
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-3
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-4
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-5
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-6
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-7
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-8
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-9
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-10
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-11
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-12
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-13
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-14
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-15
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-16
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-17
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-18
imagem de Santar%C3%A9m+Par%C3%A1 n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Santarém e arredores.


Você conhece a cidade de Santarém? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: