Início » Pará » Benevides


Benevides - Pará



Benevides faz parte do estado do Pará, na Região Metropolitana de Belém. Encontra-se a uma latitude 01º21′41" sul e a uma longitude 48º14′41" oeste, estando a uma altitude de 28 metros. A população avaliada em 2007 é de 42.426 habitantes.

Entre seus bairros, está o de Begolandia.

História da cidade de Benevides

Nos registros da sua história, Benevides surge como uma colônia agrícola, que foi reconhecida como povoado sob a invocação de São Miguel Arcanjo, através de um ato da Assembléia Legislativa Provincial, em 10 de junho de 1878.

Nos trabalhos históricos, registra-se em Benevides, em 30 de março de 1884, contando-se com a presença do então Presidente da Província do Grão Pará, General Visconde de Maracaju, a realização de uma sessão solene, na qual foi concedida a liberdade a todos os escravos residentes nesse território.

Relata-se, igualmente, que o ato teve como cenário a sede da Sociedade Libertadora de Benevides, alcançando enorme repercussão, a ponto de atrair para o lugar uma grande quantidade de escravos que se encontravam na condição de fugitivos, em outras localidades. A libertação concedida provocou uma concentração de mão-de-obra que foi empregada nas atividades agrícolas, fazendo Benevides progredir.

Os historiadores, embora não construam uma história referida diretamente a Benevides, quando escrevem sobre o Pará e a sua capital Belém, registram que, pela Lei nº 646, em 6 de junho de 1899, o então povoado foi elevado à categoria de Vila, sem que isso representasse a sua transformação em município, pois ficou estipulado que, em tal condição, continuaria vinculado ao Município de Belém, há referência histórica de que, com a construção da Estrada de Ferro de Bragança, Benevides foi contemplada com uma das estações ou paradas, que se achava localizada no Km 33 daquela via.

O nome de Benevides se constitui numa homenagem prestada ao Governador Francisco de Sá e Benevides. Com a criação do Município de Ananindeua, em 30 de dezembro de 1943, Benevides foi considerado parte integrante do seu patrimônio territorial, na categoria de distrito. Segundo informações estatísticas de ano de 1956, Benevides, como distrito de Ananindeua,

Em 29 de dezembro de 1961, foi reconhecido como Município, mediante a promulgação da Lei nº 2.460, ficando constituído como tal pelo desmembramento da área territorial pertencente ao Município de Ananindeua e por parte do distrito-sede do Município de Santa Isabel.

Gentílico: benevidense

Formação administrativa

Nos quadros de apuração do recenseamento geral de I-IX-1920, figura no município de Belém o distrito de Benevides.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o distrito de Benevides figura no município de Santa Isabel.

Pelo decreto-lei estadual nº 4505, de 31-12-1943, o município de Santa Isabel passou a denominar-se João Coelho. Sob o mesmo decreto é criado o município de Ananindeua desmembrado do município de Santa Isabel, passando o distrito de Benevides a figurar no Município de Ananindeua.

Em divisão territorial datada em 01-VII-1950, o Distrito de Benevides permanece no município de Ananindeua.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Elevado à categoria de município com a denominação de Benevides, pela lei estadual nº 2460, de 29-12-1961, desmembrado de Ananindeua e Santa Isabel do Pará ex-João Coelho. Sede no antigo distrito de Benevides. Constituído de 3 distritos: Benevides, Benfica e Santa Bárbara ex-Engenheiro Araci. Instalado em 11-03-1962. Sob a mesma lei o Município de João Coelho voltou a denominar-se Santa Isabel do Pará.

Em divisão territorial datada de 18-VIII-1988, o município é constituído de 3 distritos: Benevides, Benfica e Santa Bárbara.

Pela lei estadual nº 5693, de 13-12-1991, desmembra do município Benevides, o distrito de Santa Bárbara do Pará ex-Santa Bárbara. Elevado á categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VI-1995, o município é constituído de 2 distritos: Benevides e Benfica.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Transferência distrital

Pelo decreto-lei estadual nº 4505, de 30-12-1943, transfere o distrito de Benevides do Município de João Coelho para o de Ananindeua.

Fonte: IBGE

Código do Município

1501501

Gentílico

benevidense

Prefeito

RONIE RUFINO DA SILVA

População
População estimada [2018]61.689 pessoas  
População no último censo [2010]51.651 pessoas  
Densidade demográfica [2010]274,99 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,2 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]8.828 pessoas  
População ocupada [2016]14,8 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]42,5 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97,4 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5.4  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]3.6  
Matrículas no ensino fundamental [2017]11.226 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]3.371 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]480 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]123 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]47 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]8 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]21.553,05 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]86,5 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0.665  
Total de receitas realizadas [2017]124.754,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]117.353,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]20,39 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,7 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]17 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]187,826 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]17,4 %  
Arborização de vias públicas [2010]38 %  
Urbanização de vias públicas [2010]0,9 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Benevides: Imagens da cidade e Região

imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-1
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-2
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-3
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-4
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-5
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-6
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-7
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-8
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-9
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-10
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-11
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-12
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-13
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-14
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-15
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-16
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-17
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-18
imagem de Benevides+Par%C3%A1 n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Benevides e arredores.


Você conhece a cidade de Benevides? Então deixe seu comentário!


Comentários (1)

  1. EdcanutoNewsbr's avatarEdcanutoNewsbr

    Benevides é um município brasileiro do estado do Pará, na Região Metropolitana de Belém. Localiza-se a uma latitude 01º21\'41\" sul e a uma longitude 48º14\'41\" oeste, estando a uma altitude de 28 metros. Sua população estimada em 2007 é de 42.426 habitantes.

    Índice [esconder]

    1 Geografia

    2 História

    3 Referências

    3.1 Texto de cabeçalho

    4 Ligações externas

    Geografia

    Alguns de seus bairros são o de Begolandia, Médice, Independente, Santa Rosa, Maguary, Paricatuba, Taiassuy, Benfica e Murinin.[7]

    História

    RELATO DE UM FATO HISTÓRICO!... ...Á simplicidade humilde da Comunidade CANUT-AMAZON associada - CCAA associação,a qual nasceu 14 anos no fim do século XX iniciava-se um nova ere do século XXI, começou a desenvolver dendro do seu próprio bairro CANUTAMA as margem da br 313 km 19, pelo então seu fundador o DefensorSocialComunitário e pensador filósofo Edmilson Canuto Pereira, um herdeiro patrimonial da história de Benevides cuja seu bairro Canutama e um homenagem aos CANUTOS da épica,Antônio Osório,Manuel Silvino e o então João Canuto e outros, que participarão direto e indiretamente com progresso evolutivo, quando a inda era povoado da estação ferroviária \"Neópolis\" distrito de Belém. Á sociedade de Benevides é reconhecedora da existência da Comunidade CANUT-AMAZON associada,com uma entidade sociocultural de sustentabilidade econômica desde do seu inicio com um trabalho social de inclusão ao jovem em risco desenvolvido pelo projeto SHEROLEN a Deusa do Milho um micro empresa que se tornou parceira dando suporte de base para criação do então MEGA PROJETO Á ONG-PROJOEM\'s Intelecto, que passou a desenvolver um brilhante trabalho socioeducativo em prol do bem esta social da comunidade, mantendo sua aria verde de 6.969 m2 como um espaço sociocultural ao lazer publico e conservando a Ambientação ecológica com a fauna e florida reservada como a praça Mulher anexe ao Bosk AmbientEcologico ALESSANDRO NOVELINO, Preservamos a Conservação de toda aria verde com Respeito a o Eco Sistema da Natureza Ecologicamente Correto. Buscando sabedoria diante do Idealismo de estudos dinâmico de Filosofia Analística dos princípio de vida sociocultural,ambientação ecológica e sustentabilidade econômica,todo este trabalho tem como base de pesquisa a própria comunidade,nossos objetivo e idealizamos UM NOVO MUNDO COMUNITÁRIO, implantando a Melhoria de qualidade de vida digna com convivência saudável.

    (Uma publicação: Edcanutobrpb)

    Referências

    ↑ a b Benevides (PDF). IBGE. Página visitada em 27/04/2011.

    ↑ a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.

    ↑ IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 de dezembro de 2010.

    ↑ Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.

    ↑ Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.

    ↑ a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 de dezembro de 2010.

    ↑ http://www.ioepa.com.br/diarios/2009/08/28.08.caderno.07.pdf página 7.

    Texto de cabeçalho

    Ligações externas

    iah.iec.pa.gov.br: Estatística municipal (2011)

    [Expandir][Expandir]

    v • e

    Pará Mesorregião Metropolitana de Belém

    #1 – 20/01/2015 - 18:27

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: