Início » Mato Grosso do Sul » Batayporã


Batayporã - Mato Grosso do Sul



Batayporãé faz parte do estado de Mato Grosso do Sul. A população avaliada em 2011 é de aproximadamente 11 mil habitantes.

Ocupa terras que pertencem a Cia. Viação São Paulo - Mato Grosso, de Jan Antoni Bata, adquiridas em 1921. Teve seus fundamentos baseados num projeto de colonização implantado em 1953 por Vladimir Kubik, procurador da companhia. Não houve criação de distrito e o município foi criado pela Lei N. 1967, de 12 de novembro de 1963. No dia 12 de novembro e comemorada sua emancipação política.

A cidade de Batayporã está localizada no sul da região Centro-Oeste do Brasil, á leste de Mato Grosso do Sul e na divisa com Paraná/São Paulo. Possui latitude de 22º17’42” e longitude de 53°16’15”. Distâncias:

História da cidade de Batayporã

Mato Grossodo Sul - MS

Batayporã, fruto de um projeto de colonização do industrial tcheco Dr. Jan Antonin Bata (fundador e idealizador de mais de oitenta cidades em todo o mundo); situa-se em terras que pertenciam à Cia. Viação São Paulo-Mato Grosso, então de propriedade de Jan Bata, que as adquirira em 1921. A primeira divisa demarcatória foi no Córrego Samambaia, e o primeiro morador da região Venâncio Rodrigues de Abreu e sua esposa Luciana Rodrigues de Abreu. Na sequência, os primeiros sitiantes nas pessoas de Matias Paulo Cordeiro, Marcelino Manoel da Silva, Francisco Paraibano, Anésio José Rezende, Manuel Nunes Ferreira, Isaías Inácio de Almeida, João Raimundo Vieira.

A implantação do projeto que culminou com a criação da cidade teve início em 1953, na então Fazenda Samambaia (hoje Batayporã), quando chegaram os primeiros adquirentes de lotes, em caravanas chefiadas por Vladimir Kubik, lotes localizados nas proximidades do Córrego Alegria. Vários colaboradores devem ser mencionados: Além de Vladimir Kubik (gerente geral da Cia.). Viação SP-MT0, Jindrich Trachta (gerente da Cia. Viação SP-MT), João Antonio da Silva, Ataliba Ramos, Mohamed Mustafá, Jindrich Trachta, Paschoal José da Silva, entre outros.

Pela Lei nº. 669, de 11 de novembro de 1953, publicada no Diário Oficial do Estado de Mato Grosso, nº. 11062, de 14 de dezembro de 1953, o pequeno povoado foi elevado à categoria de distrito, com a denominação: ´Distrito de Batayporã´.

A primeira missa de Batayporã foi celebrada pelo Frei Luiz Maria Tomás Flores, em 17/09/1954.

Em 04/11/1954, por Ato Governamental, foi criado o Cartório de Paz e Tabelionato, e nomeada como tabeliã titular, Marina do Amaral Trachta, em 30 de Outubro do mesmo ano.O Decreto nº. 2.066, de Março de 1955 criou a primeira escola, que teve como professora Eunice Rodrigues Mustafá, e em 03 de outubro, nove eleitores do Distrito exerceram seu voto numa eleição.A firma Moura Andrade S/A, em 1956, abriu uma estrada, ligando o distrito à Fazenda Primavera, de sua propriedade, possibilitando o acesso aos Estados do Paraná e São Paulo.

Em 1957, começaram a chegar os primeiros comerciantes: Luiz Antonio da Silva e Jonas Pedro Nunes, instalando-se, nessa mesma época, a Serraria da Cia. Viação SP-MT, no que hoje é o Bairro Alegria.

No dia 12 de novembro de 1963, através da Lei nº. 1967, o distrito foi desmembrado do município de Nova Andradina.

Formação Administrativa

Pela Lei Estadual nº 669, de 11-12-1953, é criado o distrito de Batayporã e anexado ao município de Bataguassu.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o distrito de Batayporã figura no município de Bataguassu.

Pela Lei Estadual nº 1189, de 20-12-1958, o distrito de Batayporã foi transferido do município de Bataguassu para constituir o novo município de Nova Andradina.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o distrito de Batayporã, figura no município de Nova Andradina.

Elevado à categoria de município com a denominação de Batayporã, pela lei estadual nº 1967, de 12-11-1963, desmembrado do município de Nova Andradina. Sede no antigo distrito de Batayporã. Constituído do distrito sede. Instalado em 25-04-1965.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído do distrito sede.

Pela Lei Estadual nº 3708, de 24-05-1976, é criado o distrito de Taquarussu e anexado ao município de Batayporã.

Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 2 distritos: Batayporã. e Taquarussu.

Pela Lei Estadual nº 76, de 12-05-1980, desmembra do município de Batayporã. o distrito de Taquarussu. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1983, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Transferência distrital

Pela Lei Estadual nº 1189, de 20-12-1958, transfere o distrito de Batayporã do município de Bataguassu para constituir o novo município de Nova Andradina.

Fonte: www.cnm.org.br/municipio/historia.asp

Código do Município

5002001

Gentílico

bataiporãense

Prefeito

JORGE LUIZ TAKAHASHI

População
População estimada [2018]11.305 pessoas  
População no último censo [2010]10.936 pessoas  
Densidade demográfica [2010]5,98 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]2,1 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]1.944 pessoas  
População ocupada [2016]17,3 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]34,4 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]5,6  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]3,9  
Matrículas no ensino fundamental [2017]1.649 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]326 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]103 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]37 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]5 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]2 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]30.696,44 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]84,4 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,684  
Total de receitas realizadas [2017]37.141,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]36.998,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]17,54 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]2,3 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]8 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]1.828,024 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]1,3 %  
Arborização de vias públicas [2010]96,9 %  
Urbanização de vias públicas [2010]6,1 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Batayporã: Imagens da cidade e Região

imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-1
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-2
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-3
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-4
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-5
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-6
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-7
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-8
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-9
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-10
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-11
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-12
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-13
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-14
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-15
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-16
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-17
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-18
imagem de Bataypor%C3%A3+Mato+Grosso+do+Sul n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Batayporã e arredores.


Você conhece a cidade de Batayporã? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: