Início » Ceará » Varjota


Varjota - Ceará



Varjota faz parte do estado do Ceará. Localizado na Mesorregião do Noroeste Cearense e na Microrregião de Ipu.

Desde os anos 70, o atual município de Varjota, conhecido anteriormente como Araras, então distrito de Reriutaba, já possuía os requisitos necessários para se emancipar. A ausência de forças políticas adiou o processo emancipatório que só veio a ocorrer em 1984, graças ao enfraquecimento político decorrente da disputa pelo poder entre o prefeito e o vice-prefeito de Reriutaba (Ivan do Vale Rego e João Macedo Ximenes). Esta disputa resultou na intervenção estadual no município.

Depois de um longo processo na Assembléia Legislativa, no dia 21 de abril de 1984 realizou-se em todo o município de Reriutaba o plebiscito referente à emancipação política do então distrito. Compareceram quase 9.070 dos eleitores inscritos, que votaram pelo sim à emancipação.

História da cidade de Varjota Ceará - CE

Conforme dados colhidos de antigas famílias que povoaram as margens do vale médio do Rio Acaraú, a povoação de Varjota se deve ao Padre Macário Bezerra da paróquia do Ipu.

Fazenda do velho pároco ipuense, Varjota teve sua Capela construída sobre a égide de Sant`ana, entre os anos de 1834 a 1840.

As principais famílias eram; Bezerra Martins, Melo e Araújo, por volta de 1927 com um aglomerado de casas, Varjota já é chamada de Vila.

Em 1936 Varjota foi incorporada ao município de Santa Cruz, atualmente Reriutaba, mas só depois de 1946 passou a ser distrito de Reriutaba, ainda no governo do então Dr. Raul Barbosa.

Em 02 dezembro de 1952, veio através do engenheiro Luiz Barbosa de Albuquerque a cargo do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas ( DNOCS ) o início da construção do majestoso Açude Araras, naquela época o maior do Nordeste, hoje o terceiro. Com os rumores de que depois de construído o grande reservatório, Varjota seria totalmente submersa, o povo começou a despovoar o pequeno distrito, vindo localizar-se a maioria no Acampamento provisório localizado justante na barragem.

Como auxiliar do Engenheiro Luís Saboia, com o cargo de desenhista estava o senhor Francisco Pio de Farias - (Sr. Pio) - que a partir de 1953 acompanhou todos os trabalhos do Açude Araras, entre eles o desmatamento e as estradas de acesso ao açude e as primeiras edificações do atual acampamento.

Durou pouco a chefia do engenheiro Luís Sabóia, foi para o 4º SC (Sessão de Construção) na sede do distrito de Secas e Jairo, para construção do açude Quixabinha em Muriti-Cariri. Em novembro do mesmo ano assumiu a chefia da construção o Engenheiro Francisco Aguiar Carneiro, transferido do referido açude Quixabinha de Cariri.

Carneiro conclui a construção da Açude Ararinha (hoje submerso pelas águas do Açude Araras, é onde se localiza o bairro com mesmo nome), era o reservatório destinado a fornecer água para abastecer a construção da barragem do açude principal.

Na época da construção houve uma fase calamitosa diante de uma emergência que chegou a alistar milhares de pessoas em todos os trechos de serviço, desde a bacia do açude até Cariri e Reriutaba.

Terminando a construção do Ararinha, em meados de abril de 1954, Varjota era invadida pelas águas e aos poucos abandonada totalmente.

Em fins de 1957, o Engenheiro Carneiro foi substituído pelo Engenheiro Anastácio Honório Maia, com ordem expressa do então Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, através do Diretor local do DNOCS, engenheiro José Cândido Castro Poente Pessoa, para construir os trabalhos em tempo cronometrado, em 1958, a barragem concluída foi inaugurada. Em 1959 o inverno não foi abundante, mas em 1960, o Açude Araras quase atingiu a capacidade total e Varjota submergiu tragado pelas águas ficando vários dias a metros de profundidade. A partir de então houve a transferência paulatinamente da Vila Varjota para a chamada Piçarreira.

A partir de 1964 se dá o desenvolvimento da cidade. Construíram a capela de Sant`ana entre algumas dezenas de casas e a população foi formando um aglomerado de casas e comércios. Neste mesmo ano o engenheiro chefe de serviço de campo Dr. José Jorge de Abreu Choairy, construiu a hidroelétrica e a maioria de rede de energia elétrica nos diversos municípios, como também a estrada de rodagem que liga Varjota ao Ipu.

Em 1996, Dr. Choairy entregou a chefia ao engenheiro Francisco Marcos Leitão Couto que concluiu o restante das extensões da energia convencionadas pela antiga GENORTE, hoje COELCE.

Gentílico: varjotense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Varjota, por ato, de 18-11-1896, subordinado ao município de Ipu.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Varjota, figura no município de Ipu.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1933.

Pela lei nº 1540, de 03-05-1935, transfere o distrito de Varjota do município de Ipu para o de Santa Cruz.

Em divisões territoriais datadas de 31-12-1936 e 31-12-1937, o distrito de Varjota figura no município de Santa Cruz.

Pelo decreto-lei estadual nº 1114, de 30-12-1943, o município de Santa Cruz passou a denominar-se Reriutaba.

Em divisão territorial datada de 1-07-1950, o distrito de Varjota figura no município de Reriutaba ex-Santa Cruz.

Pela lei estadual nº 1153, de 22-11-1951, o município de Reriutaba, passou a denominar-se Santa Cruz do Norte.

Em divisão territorial datada de 1-07-1955, o distrito de Varjota figura no município de Santa Cruz do Norte ex-Reriutaba.

Pela lei nº 3516, de 22-12-1956, o município de Santa Cruz do Norte volta denominar-se Reriutaba.

Em divisão territorial datada de 1-07-1960, o distrito de Varjota figura no município de Reriutaba ex-Santa Cruz do Norte.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-07-1983.

Elevado à categoria de município com a denominação de Varjota, pela lei

estadual nº 11007, de 05-02-1985, desmembrado de Reriutaba. Sede no antigo distrito de Varjota. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1986.Em divisão territorial datada de 18-08-1988, o município é constituído do distrito sede. Pela lei municipal nº 43, de 1988, é criado o distrito de Croatá e anexado ao município de Varjota.Em divisão territorial datada de 17-1-1960, o município é constituído de 2 distritos: Varjota e Croata. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Transferências distritais

Pela lei nº 1540, de 03-05-1935, transfere o distrito de Varjota do município de Ipu para o de Santa Cruz. Pelo decreto-lei estadual nº 1114, de 30-12-1943, transfere o distrito de Varjota domunicípio de Santa Cruz para o Reriutaba.Pela lei estadual nº 1153, de 22-11-1951, transfere o distrito de Varjota do município de Reriutaba ex-Santa Cruz do Norte.Pela lei nº 3516, de 28-12-1956, transfere o distrito de Varjota do município de Santa Cruz do Norte para o de Reriutaba.

Fonte: IBGE

Código do Município

2313955

Gentílico

varjotense

Prefeito

FRANCISCA CELIA RODRIGUES DE SOUSA

População
População estimada [2018]18.368 pessoas  
População no último censo [2010]17.593 pessoas  
Densidade demográfica [2010]98,07 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,2 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]2.169 pessoas  
População ocupada [2016]11,9 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]52,3 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]96,6 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]7,2  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4,4  
Matrículas no ensino fundamental [2017]2.585 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]814 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]209 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]38 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]19 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]2 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]12.483,07 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]94,5 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,611  
Total de receitas realizadas [2017]3.019,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]46.446,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]12,35 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,4 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]7 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]179,397 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]25,5 %  
Arborização de vias públicas [2010]97,9 %  
Urbanização de vias públicas [2010]5,5 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Varjota: Imagens da cidade e Região

imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-1
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-2
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-3
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-4
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-5
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-6
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-7
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-8
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-9
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-10
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-11
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-12
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-13
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-14
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-15
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-16
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-17
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-18
imagem de Varjota+Cear%C3%A1 n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Varjota e arredores.


Você conhece a cidade de Varjota? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: