Início » Ceará » Juazeiro do Norte


Juazeiro do Norte - Ceará



Juazeiro do Norte faz parte do estado do Ceará. Graças à figura de Padre Cícero, é considerado um dos maiores centros de religiosidade popular da América Latina, atraindo milhões de romeiros todos os anos.

O município se localiza na Região Metropolitana do Cariri, no sul do estado, a 533km da capital, Fortaleza. Sua área é de 248,558km², a uma altitude média de 377,3 metros. A população do município é estimada em 249939 habitantes, que o torna o terceiro mais populoso do Ceará, a maior do interior cearense e a centésima maior do Brasil. A taxa de urbanização é de 95,3% .

O topônimo Juazeiro é uma alusão a uma árvore típica da Região Nordeste do Brasil, cujo nome científico é Zizyphus joazeiro. Juazeiro é uma palavra de origem híbrida (tupi e português): "juá" ou "iu-á" (fruto de espinho) e o sufixo "eiro".

História da cidade de Juazeiro do Norte Ceará - CE

Em 1827 foi erigida uma capelinha, pelo Padre Pedro Ribeiro de Carvalho, no local denominado Tabuleiro Grande, em frente a um frondoso juazeiro, na estrada real que ligava Crato a Missão Velha, à margem direita do rio Batateira. Esta a origem de Juazeiro do Norte. A denominação deve-se justamente à árvore, notável por manter-se verdejante no rigor das maiores secas. Juazeiro é palavra tupi-portuguêsa: jua ou iu-à e "fruto de espinho" (em virtude da grande quantidade de espinhos que defendem os ramos da árvore), mais o sufixo eiro.

A pequena capela foi consagrada a Nossa Senhora das Dores, padroeira do Município, a quem o Padre doou, como patrimônio, as suas terras e onze escravos.

O povoado não teve grande desenvolvimento até que a 11 de abril de 1872 lá chegou o Padre Cícero Romão Batista, como sucessor do Padre Pedro Ferreira de Melo. O pequeno núcleo contava, então, com 12 casas de tijolos e 20 de taipa e palha.

Padre Cícero dedicou-se aos deveres religiosos .

Não tardou que a fama evangélica do novo sacerdote se propagasse em toda a região caririense e pelas cidades próximas.

A influência do padre avultou, após os acontecimentos que se teriam verificado anos depois, e de que foi protagonista a beata Maria de Araújo. No dia 6 de março de 1889, a beata, ao receber das mãos do padre a sagrada partícula, viu-a transformar-se em sangue vivo. O fenômeno repetiu-se outras vêzes e durante anos.

A notícia espalhou-se por todo o Nordeste, começando o êxodo para Juazeiro, que teve então grande impulso. Mas a Igreja veio a condenar essas manifestações, suspendendo o Padre das Ordens. A fama da beata Maria de Araújo foi diminuindo aos poucos, até apagar-se completamente.

Padre Cícero afastou-se de Juazeiro alguns meses, tendo ido a Roma. Retornando, continuou a ter grande influência, sendo raro o sertanejo que não fosse a Juazeiro em romaria. Ao contrário da beata, sua fama tomava cada dia maior relêvo. Foi ele vice-presidente do Estado e Deputado Federal.

Gentílico: juazeirense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Núcleo de Juazeiro, pelo ato de 30-07-1858, e por lei municipal nº 49, de 12-11-1911, subordinado ao município de Crato.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Juazeiro, pela lei estadual nº 1028, de 02-071911, desmembrado Crato. Sede no atual distrito de Juazeiro ex-Núcleo de Juazeiro. Constituído do distrito sede. Instalado em 04-10-1911.

Pela lei municipal nº 51, de 12-11-1911, é criado o distrito de de Horto e anexado a vila de Juazeiro.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, vila de Juazeiro é constituído de 2 distritos: Juazeiro e Horto.

Elevado à condição de cidade com a denominação de Juazeiro, pela lei estadual nº 1178, de 2307-1914.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município aparece constituído do distrito sede. Não figurando o distrito de Horto.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município aparece constituído de 2 distritos: Juazeiro e Cidade.

Pela lei estadual nº 448, de 20-12-1938, o distrito de Cidade, foi extinto, sendo seu território anexado ao novo distrito de Padre Cícero. Sobo o mesmo decreto são criados os distritos de Marrocos e Padre Cícero e anexado ao município de Juazeiro.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 3 distritos: Juazeiro, Marrocos e Padre Cícero.

Pelo decreto estadual nº 1114, de 30-12-1943, retificado em virtude do parecer de 14-06-1946 do Conselho Nacional de Geografia, o município de Juazeiro passou a denominar-se Juazeiro do Norte.

Em divisão territorial datada de 1-VII-19860 o município é constituído de 3 distritos: Juazeiro do Norte ex-Juazeiro, Marrocos e Padre Cícero.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Alteração toponímica municipal

Juazeiro para Juazeiro do Norte alterado, pelo decreto estadual nº 1114, de 30-12-1943, retificado em virtude do parecer de 14-06-1946 do Conselho Nacional de Geografia.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Juazeiro do Norte: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Juazeiro do Norte? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: