Início » Bahia » Salinas da Margarida


Salinas da Margarida - Bahia



Salinas da Margarida faz parte do estado da Bahia. A população avaliada em 2010 era de 13.465 habitantes.

Encontra-se no sul do Recôncavo baiano distando de Salvador cerca de 270km. Tem como municípios limítrofes Saubara, Maragojipe, Nazaré, Aratuípe, Jaguaripe e incluindo o limite marítimo a ilha de Itaparica com os municípios de Itaparica e Vera Cruz.

A história de Salinas das Margarida se faz intrigante a partir da origem do nome dado ao município. O nome tem sua história contada de várias formas, que se desmembram em lendas que são passadas até os dias de hoje de geração para geração. Umas delas é justamente de onde vem o nome Margarida que tem uma versão romântica, a qual fora cogitado a ideia de uma homenagem do Comendador Manoel de Souza Campos à sua esposa, que supostamente chamava-se Margarida. Porém esta história a qual seria uma homenagem a um membro da família do então citado Comendador Souza Campos não passa de uma lenda que é confirmada através dos dados históricos identificados através de biografias.

História da cidade de Salinas da Margarida

Bahia —BA

A região que hoje pertence ao município autônomo de Salinas era originalmente habitada pelos índios Tupinambás. Parte de suas terras que com a colonização portuguesa passou a pertencer a capitania dos portos de Salvador, foi vendida ao comendador Manoel de Souza Campos, que nela instalou duas fazendas: A Santa Luzia e a Conceição.

Em uma de sua viagens a Portugal, Manoel de Souza visitou a cidade de Aveiro, onde conheceu algumas salinas e passou a acreditar que aquele tipo de atividade podia muito bem ser aplicado em suas propriedades, que tinham as condições climáticas necessárias e principalmente, pela grande quantidade de ´apicuns´ que favoreciam esse tipo de explorações.

Como não possuía experiência no assunto, ele contratou e trouxe o técnico José Soares. No ano de 1881, eram inauguradas as primeiras salinas, no aldeamento do Porto da Margarida, em uma de suas propriedades.

A região era despovoada até então, pois os núcleos habitacionais existentes na área concentravam-se na Barra do Paraguaçu de um lado e Encarnação do outro, nos limites de Salinas. A industrialização do sal atraiu muitos operários dando lugar a formação e desenvolvimento do povoado que, inicialmente chamou-se Salinas e posteriormente Salina da Margarida.

Além do sal havia também a exportação da piaçava nativa e do dendê, mas a pesca sempre foi a sua principal atividade econômica. Os primeiros povoados surgidos foram o Arraial do Dourado e Caperenga. Eles cresceram impulsionados pela atividade salineira a partir de 1885.

O topônimo originou-se do fato de que na região das salinas morava uma senhora de nome Margarida, que servia de referência para o local antes conhecido como Ponta da Margarida.

Formação Administrativa

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, figura no município de Itaparica o distrito de Salinas da Margarida.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto estadual nº 11089, de 30-11-1938, o distrito de Salinas da Margarida tomou a denominação simplesmente de Salinas.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Salinas (ex-Salinas da Margarida), figura no município de Itaparica.

Pelo decreto-lei estadual nº 141, de 31-12-1943, retificado pelo decreto estadual nº 12978, de 01-06-1944, o distrito de Salinas voltou a denominar Salinas da Margarida.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Salinas da Margarida (ex-Salinas), figura no município de Itaparica.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Elevado à categoria de município com a denominação de Salinas da Margarida, pela lei estadual nº 1755, de 27-07-1962, desmembrado do município de Itaparica. Sede no atual distrito Salinas da Margarida (ex-Salinas) . Constituído do distrito sede. Instalado em 07-04-1963.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alterações toponímicas distritais

Salinas da Margarida para Salinas, alterado pelo decreto estadual nº 11089, de 30-11-1938.

Salinas para Salinas da Margarida, alterado pelo decreto-lei estadual nº 141, de 31-12-1943, retificado pelo decreto estadual nº 12978, de 01-06-1944

Fonte: Prefeitura Municipal

Código do Município

2927309

Gentílico

salinense

Prefeito

WILSON RIBEIRO PEDREIRA

População
População estimada [2018]15.463 pessoas  
População no último censo [2010]13.456 pessoas  
Densidade demográfica [2010]89,81 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,7 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]783 pessoas  
População ocupada [2016]5,0 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]53,1 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]97,9 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]-  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]3,1  
Matrículas no ensino fundamental [2017]2.316 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]819 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]158 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]19 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]17 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]10.759,51 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]93,5 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,617  
Total de receitas realizadas [2017]44.971,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]37.930,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]5,13 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,2 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]5 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]151,501 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]12,1 %  
Arborização de vias públicas [2010]74,5 %  
Urbanização de vias públicas [2010]55,8 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  11. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  16. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  17. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  18. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  19. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  21. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  22. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  23. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  24. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  25. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  26. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Salinas da Margarida: Imagens da cidade e Região

imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-1
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-2
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-3
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-4
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-5
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-6
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-7
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-8
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-9
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-10
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-11
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-12
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-13
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-14
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-15
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-16
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-17
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-18
imagem de Salinas+da+Margarida+Bahia n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Salinas da Margarida e arredores.


Você conhece a cidade de Salinas da Margarida? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: