Início » Bahia » Queimadas


Queimadas - Bahia



Queimadas faz parte do estado da Bahia. Encontra-se a uma distância aproximada de 300km da capital do Estado a cidade de Salvador situada a uma latitude 10º58′42" sul e a uma longitude 39º37′35" oeste, estando a uma altitude de 295 metros. A população avaliada em 2004 era de 25 357 habitantes. Possui uma área de 2105,97km².

Encontra-se no polígono das secas a margem direita do rio Itapicuru-açu, em terras das incomensuráveis sesmarias da Casa da Ponte, existia as fazendas As Queimadas, ambas pertencentes à Dona Isabel Maria Guedes de Brito, herdeira de imensos territórios. Queimadas surgiu de duas fazendas pertencentes a D. Izabel Guedes de Brito.

A denominação das fazendas surge que ali se faziam grandes queimadas de caatingas para botar roçados, hábitos este praticados pelos índios e seguido pelos colonizadores. As coivaras freqüentes acabaram por assinalar para sempre o sitio a que dera o nome, posteriormente, ao povoado, à freguesia, à vila, à cidade e ao município. Mas logo que o povoamento das fazendas começou facilitado pelas concessões que a proprietária fazia aos que nela se quisessem fixar, assim que surgiu a capela em torno da qual foi se formando o arraial, a denominação Queimadas ganhou uma complementação, passando o lugarejo a ser conhecido por Santo Antônio das Queimadas. Mais tarde elevada a Vila Bela de Santo Antonio das Queimadas e hoje apenas Queimadas, foi emancipada no dia 20 de Junho de 1884, sendo mais uma cidade centenária no sertão nordestino da Bahia. O topônimo se enriqueceu com o nome do Santo que passou a fazer integrante da vida da localidade em todas as fases da sua história.

História da cidade de Queimadas

O desbravamento primitivo da região processou-se antes de 1700 quando bandeiras rumavam em busca das minas de Jacobina.

O território era habitado por tribos indígenas que, conquanto não deixassem o nome, delas ficaram vestígios.

A denominação Queimadas se originou de duas fazendas chamadas "As Queimadas", onde se iniciou o povoamento, ambas pertencentes a D. Isabel Maria Guedes de Brito, que anteriormente residia no Município de Inhambupe. Essas fazendas se localizavam nas terras férteis que ficam à margem direita do Itapicuru-Açu. Vindo residir nelas, D. Isabel franqueou terras aos que ali se quisessem fixar.

Em 1815 foram concluídas as obras da igreja, onde se entronizou, a 13 de junho do mesmo ano, a imagem de Santo Antônio, patrono da povoação.

Quem diria então, que aquele modesto templo, oitenta anos depois, seria testemunha de cenas descritas por Euclides da Cunha, em "Os Sertões".

A 6 de fevereiro de 1886, foi a inaugurada a estação de Queimadas da Estrada de Ferro Bahia - São Francisco. Com sede no arraial de Santa Luzia, o Ato Estadual de 28 de julho de 1890 criou um distrito policial.

Em 1987, durante a campanha de Canudos, transitaram pelas Queimadas inúmeros soldados, concentrando-se aí tropas que conquistaram a 4.ª expedição, sob o comando do general Artur Oscar de Andrade Guimarães. Naquela época o distinto escritor patrício Euclides da Cunha ali permaneceu por alguns dias fazendo investigações geográficas, sociográficas e de outros aspectos, que contribuíram para a elaboração de sua obra monumental " Os Sertões".

O topômio foi alterado para Queimadas pela Lei estadual n° 1081, de 19 de junho de 1915.

Gentílico:

Formação Administrativa

Vinte sete anos depois, pela Lei Provincial n° 168, de 19 de maio de 1842, fundou-se a freguesia de Santo Antônio das Queimadas, pertencente ao Município de Vila Nova da Rainha, depois Bonfim e, afinal, Senhor do Bonfim.

Foi o arraial elevado à categoria de vila e criado o município, desmembrado do território do município de Vila Nova da Rainha ( Senhor do Bonfim), formado pelas freguesias de Santo Antônio de Queimadas e São Gonçalo da Serra da Itiúba, pela Resolução provincial n° 2454, de 20 de junho de 1884, recebendo o nome de Vila Bela de Santo Antônio das Queimadas. A instalação do município ocorreu a 20 de junho de 1887.

Na divisão administrativa de 1911, o município compunha-se de dois distritos: Queimadas e Itiúba.

Na divisão de 1933 aparece com três, sendo acrescido do distrito de Santa Luzia, criado pela Lei municipal de Queimadas n° 11, de 4 de Abril de 1918, e aprovada pela Lei estadual n° 1298, de 6 de maio de 1919.

Pelo Decreto estadual n° 9601, de 18 de julho de 1935, a subprefeita de Santa Luzia, criada pelo Decreto n° 8693, de 3 de novembro de 1933, foi elevada à categoria de município.

A subprefeitura de Itiúba, criada pelo Decreto n° 8526, de 6 de julho de 1933, também foi elevada à categoria de município pelo Decreto estadual n° 9322, de 17 de janeiro de 1935.

Ficou Queimadas constituído de distrito único, situação que continou até a criação do distrito de Nordestina pela Lei estadual n° 628, de 30 de dezembro de 1953.

Atualmente a sua composição administrativa é de dois distrito: Queimadas e Riacho da Onça.

Fonte: IBGE

Autor do Histórico: POLYANA OLIVEIRA FERREIRA

Código do Município

2925808

Gentílico

queimadense

Prefeito

ANDRE LUIZ ANDRADE

População
População estimada [2018]25.445 pessoas  
População no último censo [2010]24.602 pessoas  
Densidade demográfica [2010]12,13 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,9 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]1.841 pessoas  
População ocupada [2016]6,9 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]52,7 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]98 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]3,9  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]3,1  
Matrículas no ensino fundamental [2017]3.729 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]1.226 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]192 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]53 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]25 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]2 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]7.842,17 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]92,6 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,592  
Total de receitas realizadas [2017]53.166,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]50.355,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]12,35 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]3 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]12 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]2.011,059 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]36 %  
Arborização de vias públicas [2010]87 %  
Urbanização de vias públicas [2010]2,4 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Queimadas: Imagens da cidade e Região

imagem de Queimadas+Bahia n-1
imagem de Queimadas+Bahia n-2
imagem de Queimadas+Bahia n-3
imagem de Queimadas+Bahia n-4
imagem de Queimadas+Bahia n-5
imagem de Queimadas+Bahia n-6
imagem de Queimadas+Bahia n-7
imagem de Queimadas+Bahia n-8
imagem de Queimadas+Bahia n-9
imagem de Queimadas+Bahia n-10
imagem de Queimadas+Bahia n-11
imagem de Queimadas+Bahia n-12
imagem de Queimadas+Bahia n-13
imagem de Queimadas+Bahia n-14
imagem de Queimadas+Bahia n-15
imagem de Queimadas+Bahia n-16
imagem de Queimadas+Bahia n-17
imagem de Queimadas+Bahia n-18
imagem de Queimadas+Bahia n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Queimadas e arredores.


Você conhece a cidade de Queimadas? Então deixe seu comentário!


Comentários (1)

  1. Antonia de Souza Silva Menkaitis's avatarAntonia de Souza Silva Menkaitis

    Desculpe foi o único meio que achei para encontrar esta grande amiga.

    Gostaria muito de obter informações de uma pessoa que nasceu nesta cidade e morou aqui em São Paulo por muito tempo, nome dela Rosimeire Batista Barbosa e foi ou esta casada com: Francisco Barbosa tem 3 filhos: André, Larissa e o outro não me lembro o nome. Gostaria muito que vocês me ajudassem pois somos muito amigas e nunca mais soube dela, trabalhamos juntas na Santa Casa de São Paulo e ela morou em primeiro lugar no Jardim Helena em São Miguel Paulista.

    #1 – 02/12/2015 - 22:26

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: