Início » Bahia » Queimadas


Queimadas - Bahia



Queimadas faz parte do estado da Bahia. Encontra-se a uma distância aproximada de 300km da capital do Estado a cidade de Salvador situada a uma latitude 10º58′42" sul e a uma longitude 39º37′35" oeste, estando a uma altitude de 295 metros. A população avaliada em 2004 era de 25 357 habitantes. Possui uma área de 2105,97km².

Encontra-se no polígono das secas a margem direita do rio Itapicuru-açu, em terras das incomensuráveis sesmarias da Casa da Ponte, existia as fazendas As Queimadas, ambas pertencentes à Dona Isabel Maria Guedes de Brito, herdeira de imensos territórios. Queimadas surgiu de duas fazendas pertencentes a D. Izabel Guedes de Brito.

A denominação das fazendas surge que ali se faziam grandes queimadas de caatingas para botar roçados, hábitos este praticados pelos índios e seguido pelos colonizadores. As coivaras freqüentes acabaram por assinalar para sempre o sitio a que dera o nome, posteriormente, ao povoado, à freguesia, à vila, à cidade e ao município. Mas logo que o povoamento das fazendas começou facilitado pelas concessões que a proprietária fazia aos que nela se quisessem fixar, assim que surgiu a capela em torno da qual foi se formando o arraial, a denominação Queimadas ganhou uma complementação, passando o lugarejo a ser conhecido por Santo Antônio das Queimadas. Mais tarde elevada a Vila Bela de Santo Antonio das Queimadas e hoje apenas Queimadas, foi emancipada no dia 20 de Junho de 1884, sendo mais uma cidade centenária no sertão nordestino da Bahia. O topônimo se enriqueceu com o nome do Santo que passou a fazer integrante da vida da localidade em todas as fases da sua história.

História da cidade de Queimadas

O desbravamento primitivo da região processou-se antes de 1700 quando bandeiras rumavam em busca das minas de Jacobina.

O território era habitado por tribos indígenas que, conquanto não deixassem o nome, delas ficaram vestígios.

A denominação Queimadas se originou de duas fazendas chamadas "As Queimadas", onde se iniciou o povoamento, ambas pertencentes a D. Isabel Maria Guedes de Brito, que anteriormente residia no Município de Inhambupe. Essas fazendas se localizavam nas terras férteis que ficam à margem direita do Itapicuru-Açu. Vindo residir nelas, D. Isabel franqueou terras aos que ali se quisessem fixar.

Em 1815 foram concluídas as obras da igreja, onde se entronizou, a 13 de junho do mesmo ano, a imagem de Santo Antônio, patrono da povoação.

Quem diria então, que aquele modesto templo, oitenta anos depois, seria testemunha de cenas descritas por Euclides da Cunha, em "Os Sertões".

A 6 de fevereiro de 1886, foi a inaugurada a estação de Queimadas da Estrada de Ferro Bahia - São Francisco. Com sede no arraial de Santa Luzia, o Ato Estadual de 28 de julho de 1890 criou um distrito policial.

Em 1987, durante a campanha de Canudos, transitaram pelas Queimadas inúmeros soldados, concentrando-se aí tropas que conquistaram a 4.ª expedição, sob o comando do general Artur Oscar de Andrade Guimarães. Naquela época o distinto escritor patrício Euclides da Cunha ali permaneceu por alguns dias fazendo investigações geográficas, sociográficas e de outros aspectos, que contribuíram para a elaboração de sua obra monumental " Os Sertões".

O topômio foi alterado para Queimadas pela Lei estadual n° 1081, de 19 de junho de 1915.

Gentílico:

Formação Administrativa

Vinte sete anos depois, pela Lei Provincial n° 168, de 19 de maio de 1842, fundou-se a freguesia de Santo Antônio das Queimadas, pertencente ao Município de Vila Nova da Rainha, depois Bonfim e, afinal, Senhor do Bonfim.

Foi o arraial elevado à categoria de vila e criado o município, desmembrado do território do município de Vila Nova da Rainha ( Senhor do Bonfim), formado pelas freguesias de Santo Antônio de Queimadas e São Gonçalo da Serra da Itiúba, pela Resolução provincial n° 2454, de 20 de junho de 1884, recebendo o nome de Vila Bela de Santo Antônio das Queimadas. A instalação do município ocorreu a 20 de junho de 1887.

Na divisão administrativa de 1911, o município compunha-se de dois distritos: Queimadas e Itiúba.

Na divisão de 1933 aparece com três, sendo acrescido do distrito de Santa Luzia, criado pela Lei municipal de Queimadas n° 11, de 4 de Abril de 1918, e aprovada pela Lei estadual n° 1298, de 6 de maio de 1919.

Pelo Decreto estadual n° 9601, de 18 de julho de 1935, a subprefeita de Santa Luzia, criada pelo Decreto n° 8693, de 3 de novembro de 1933, foi elevada à categoria de município.

A subprefeitura de Itiúba, criada pelo Decreto n° 8526, de 6 de julho de 1933, também foi elevada à categoria de município pelo Decreto estadual n° 9322, de 17 de janeiro de 1935.

Ficou Queimadas constituído de distrito único, situação que continou até a criação do distrito de Nordestina pela Lei estadual n° 628, de 30 de dezembro de 1953.

Atualmente a sua composição administrativa é de dois distrito: Queimadas e Riacho da Onça.

Fonte: IBGE

Autor do Histórico: POLYANA OLIVEIRA FERREIRA

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Queimadas: Imagens da cidade e Região

Ainda não temos imagens dessa cidade, se você possui alguma envie pra gente!

Você conhece a cidade de Queimadas? Então deixe seu comentário!


Comentários (1)

  1. Antonia de Souza Silva Menkaitis's avatarAntonia de Souza Silva Menkaitis

    Desculpe foi o único meio que achei para encontrar esta grande amiga.

    Gostaria muito de obter informações de uma pessoa que nasceu nesta cidade e morou aqui em São Paulo por muito tempo, nome dela Rosimeire Batista Barbosa e foi ou esta casada com: Francisco Barbosa tem 3 filhos: André, Larissa e o outro não me lembro o nome. Gostaria muito que vocês me ajudassem pois somos muito amigas e nunca mais soube dela, trabalhamos juntas na Santa Casa de São Paulo e ela morou em primeiro lugar no Jardim Helena em São Miguel Paulista.

    #1 – 02/12/2015 - 22:26

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: