Início » Bahia » Gandu


Gandu - Bahia



Gandu faz parte do estado da Bahia. Sua população, de acordo com o IBGE (censo em 2010), é de 30.329 habitantes. Está situada na Microrregião de Ilhéus-Itabuna, dentro da Mesorregião do Sul Baiano.

Oficialmente, em 1903, quem primeiro visitou essas matas foi o Coronel Barachisio Lisboa acompanhado do engenheiro Horácio Lafer e Mesquita, reivindicando-as para o município de Santarém (Ituberá). No dia 6 de maio daquele mesmo ano, tal reivindicação era afinal reconhecida pelo governo do estado da Bahia. E quando o pequeno veleiro aportava no cais de Santarém (Ituberá), levando notícia tão importante e esperada, o lar do velho Barachísio Lisbôa era enriquecido com o nascimento que tomou, em razão das alegrias do evento, o nome de Vitória Libânio, tal personagem era a esposa de Manoel Libânio Da Silva Filho " Maneca Libânio", a quem muito devem o comércio, a política e toda a sociedade ganduense.

Logo depois, Joaquim Monteiro da Costa se fixou na Fazenda Paó. Na mesma, época migravam para esse território Manoel Cirilo de Carvalho e D. Rosalina Moura de Carvalho, formando a Fazenda Gavião na vila nova de Nova Ibiá e Salustiano Borges, donatário da fazenda Bom Jardim.

História da cidade de Gandu

O município de Gandu foi originado da Fazenda Corujão, adquirida em 1912 por José Amado Costa, vindo da cidade de Areia (atual Ubaira), em busca de solo fértil para a cultura do cacau. Essa fazenda que situava-se nas margens do Santarém (hoje Ituberá), foi denominada na época de Corujão, devido a um corujão que dormia sobre um pé de piqui, em frente a uma Igreja (hoje Paróquia de São José).

Em 1919, Corujão já era um Arraial de 37 palhoças e 15 casas de taipa. Mais tarde esse Arraial tomou o mesmo nome do Rio Gandu, que o banha e tem nascente na Serra da Pedra Chata e era habitado por grandes anfíbios (jacarés ou gandus), primeiros habitantes da terra antes da presença dos homens. Em 6 de dezembro de 1920, foi criado e instalado o Distrito de Gandu, pertencendo ainda ao município de Ituberá.

Foram desbravadores de Corujão, onde se situa hoje o Município de Gandu, José Amado Costa e Joaquim Monteiro Costa, tendo este último se fixado na Fazenda Paó. Na mesma época, para aqui vieram Manoel Cirino de Carvalho, plantador da Fazenda Gavião, na Vila Nova Ibiá, Salustiano Borges dos Santos, primeiro dono da Fazenda Bom Jardim, contudo, quem primeiro visitou essas matas foi o Coronel Barachisio Lisboa acompanhado do engenheiro Horácio Lafer e Mesquita, em 1903, pleiteando a anexação da área, que antes pertencia ao Município de Nilo Peçanha, ao de Ituberá onde era político influente. No dia 6 de maio daquele mesmo ano, tal reivindicação era afinal reconhecida pelo governo do estado da Bahia. E quando o pequeno veleiro aportava no cais de Santarém (Ituberá), levando notícia tão importante e esperada, o lar do velho Barachísio Lisbôa era enriquecido com o nascimento, que tomou, em razão das alegrias do evento, o nome de Vitória Libânio, tal personagem era a esposa de Manoel Libânio Da Silva Filho " Maneca Libânio", a quem muito devem o comércio, a política e toda a sociedade ganduense.

Pertencendo ao município de Ituberá, a antiga vila foi crescendo com o trabalho do seu povo, ao ponto de levantar-se um movimento para sua emancipação política, tendo a frente grandes homens da terra.

Gentílico:

Formação Administrativa

Através da Lei nº 1008, de 28 de julho de 1958, foi criado o município de Gandu, desmembrado assim de Ituberá e constituído dos distritos de Gandu (sede), Nova Ibiá e Itamari.

Com a Lei nº 1725 de 18 de julho de 1962, o distrito de Itamari foi emancipado, ficando Gandu com apenas dois distritos (sede) e Vila Nova Ibiá.

Fonte: IBGE

Autor do Histórico: EDIGAR ALVES GOUVEIA

Código do Município

2911204

Gentílico

ganduense

Prefeito

LEONARDO BARBOSA CARDOSO

População
População estimada [2018]32.202 pessoas  
População no último censo [2010]30.336 pessoas  
Densidade demográfica [2010]124,76 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,6 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]3.138 pessoas  
População ocupada [2016]9,5 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]43,1 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]96,8 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]4,7  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]3,9  
Matrículas no ensino fundamental [2017]4.748 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]1.508 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]225 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]85 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]39 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]4 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]9.656,97 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]92,4 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,632  
Total de receitas realizadas [2017]59.939,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]54.632,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]20,22 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]1,8 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]12 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]229,631 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]53,8 %  
Arborização de vias públicas [2010]43,9 %  
Urbanização de vias públicas [2010]14,3 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Gandu: Imagens da cidade e Região

imagem de Gandu+Bahia n-1
imagem de Gandu+Bahia n-2
imagem de Gandu+Bahia n-3
imagem de Gandu+Bahia n-4
imagem de Gandu+Bahia n-5
imagem de Gandu+Bahia n-6
imagem de Gandu+Bahia n-7
imagem de Gandu+Bahia n-8
imagem de Gandu+Bahia n-9
imagem de Gandu+Bahia n-10
imagem de Gandu+Bahia n-11
imagem de Gandu+Bahia n-12
imagem de Gandu+Bahia n-13
imagem de Gandu+Bahia n-14
imagem de Gandu+Bahia n-15
imagem de Gandu+Bahia n-16
imagem de Gandu+Bahia n-17
imagem de Gandu+Bahia n-18
imagem de Gandu+Bahia n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Gandu e arredores.


Você conhece a cidade de Gandu? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: