Início » Bahia » Belo Campo


Belo Campo - Bahia



Belo Campo faz parte do estado da Bahia. A população avaliada em 2004 era de 19.376 habitantes.Está na região do centro-sul baiano, mais precisamente na região de Vitória da Conquista.

Está situada a uma altitude de mais ou menos 1000 metros acima do nível do mar, e se localiza à cerca de 300 km do mar.Na sua área rural, está a serra de Tremedal, onde é predominante a terra vermelha.

Sua vegetação e seu clima são típicos de caatinga, possui um inverno não tão rigoroso, e um verão escaldante, devido à sua localização. Seus principais atrativos são as feiras livres, que acontecem lá toda segunda-feira, e atrai gente de municípios vizinhos e da zona rural, e a procissão do dia de São Sebastião no mês de janeiro. Sua principal característica se deve por ser uma típica cidade pequena do sertão nordestino.

História da cidade de Belo Campo

A região era primitivamente habitada pelos índios imborás e mongoiós.

Seu povoamento iniciou-se no final do século XIX, por fazendeiros procedentes de Tremendal que ali se estabeleceram desenvolvendo a agropecuária.

A fertilidade do solo atraiu novas famílias, que no local se fixaram formando o Povoado Belo Campo.

Em 1915, criou-se o distrito subordinado ao Município de Vitória da Conquista.

O topônimo é uma referência à beleza da paisagem.

Gentílico: belo-campense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Belo Campo, pela Lei Estadual nº 1126, de 27-08-1915, subordinado ao Município de Conquista.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Distrito de Belo Campo figura no Município de Conquista.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo Decreto-lei Estadual nº 141, de 31-12-1943, retificado pelo Decreto Estadual nº 12978, de 31-06-1943, o Município de Conquista tomou a denominação de Vitória da Conquista.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o Distrito de Belo Campo, figura no Município de Vitória da Conquista.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Elevado à categoria de município com a denominação de Belo Campo pela Lei Estadual nº 1623, de 22-02-1962, desmembrado de Vitória da Conquista. Sede no antigo Distrito de Belo Campo. Constituído do distrito sede. Instalado em 07-04-1963.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE

Autor do Histórico: NILO ANTôNIO MONTEIRO DE MENDONçA

Código do Município

2903508

Gentílico

belo-campense

Prefeito

JOSÉ HENRIQUE SILVA TIGRE

População
População estimada [2018]17.317 pessoas  
População no último censo [2010]16.021 pessoas  
Densidade demográfica [2010]25,47 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,6 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]991 pessoas  
População ocupada [2016]5,4 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]50,9 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]95,2 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]4,1  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]3,4  
Matrículas no ensino fundamental [2017]2.850 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]672 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]193 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]27 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]38 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]1 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]6.466,01 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]96,7 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0,575  
Total de receitas realizadas [2017]43.220,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]44.273,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]41,86 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,5 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]10 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]772,757 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]2,6 %  
Arborização de vias públicas [2010]35,9 %  
Urbanização de vias públicas [2010]0 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Belo Campo: Imagens da cidade e Região

imagem de Belo+Campo+Bahia n-1
imagem de Belo+Campo+Bahia n-2
imagem de Belo+Campo+Bahia n-3
imagem de Belo+Campo+Bahia n-4
imagem de Belo+Campo+Bahia n-5
imagem de Belo+Campo+Bahia n-6
imagem de Belo+Campo+Bahia n-7
imagem de Belo+Campo+Bahia n-8
imagem de Belo+Campo+Bahia n-9
imagem de Belo+Campo+Bahia n-10
imagem de Belo+Campo+Bahia n-11
imagem de Belo+Campo+Bahia n-12
imagem de Belo+Campo+Bahia n-13
imagem de Belo+Campo+Bahia n-14
imagem de Belo+Campo+Bahia n-15
imagem de Belo+Campo+Bahia n-16
imagem de Belo+Campo+Bahia n-17
imagem de Belo+Campo+Bahia n-18
imagem de Belo+Campo+Bahia n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Belo Campo e arredores.


Você conhece a cidade de Belo Campo? Então deixe seu comentário!


Comentários (2)

  1. anonimo de belo campo's avataranonimo de belo campo

    As eleições estao chegando, então por favor eu pesso aos senhores vereadores e prefeito que se eleger que, dá mais atenção à área da saúde, não usem da leigalidade das pessoas para tentarem de se fazerem de santos não, em vez de dá atenção aos próprios da panelinha. Dá atenção à todos, pelomenos na área da saúde, no hospital coloquem profissionais, e não pessoas desabilitadas que tão lá só porque São seus eleitores, atende bem todos A ou B, eu já precisei no hospital de ambulância, e disseram que não tinha no momento, sendo que tinha sim, vi pessoas quase mortas sendo mal atendidas por não residirem na cidade, nem um apoio psicológico deram. Então senhor futuro prefeito dá mais qualidade de vida às pessoas, vocês São apenas nossos representantes e não deus acima de tudo, ainda quero ver o dia que as pessoas entenderam que nos temos muito mais poder sobre às leis e os governantes do que imaginam. Nos postinhos mudem os procedimentos para que todos possam marcarem seus exames, mesmo que marquem para um ano, mas que marquem.

    Incentivem o trabalho formal, para que todos possam trabalhar registrados e tragam algum tipo de fábrica pra a cidade.

    E melhore a infra estrutura da cidade sempre, e não somente nos dias próximo às eleições.

    Em fim principalmente na área da saúde, preste serviço à todos, e não somente à panelinha.

    Ainda quero ver um dia fiscalização no Brasil. Esses que vão para conquista fazer faculdade, no começo ia so a panelinha, não sei como está hoje, espero ter mudado

    #2 – 07/09/2016 - 03:07

  2. Maria Fernandes's avatarMaria Fernandes

    Há muito tempo não vou em Belo campo, fico muitonteistw com as notícias da família que ainda moram lá, por ser uma cidade pequena poderia ser controlada a violência, mas pela falta de estrutura administrativa noque fico sabendo que existe tráfico de Drogas, e muitos roubos. Quando eu morava lá era uma cidade super tranquila. Acho uma pena que a evolução foi para esse lado.

    #1 – 28/08/2016 - 23:45

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: