Início » Amazonas » Manacapuru


Manacapuru - Amazonas



Manacapuru faz parte do estado do Amazonas. Pertencente à Mesorregião do Centro Amazonense e Microrregião de Manaus,. encontra-se a sul de Manaus, capital do estado, distando desta cerca de 84quilômetros. Ocupa uma área de 7329,234km² e sua população, estimada pelo IBGE em 2012, era de 86985 habitantes, sendo assim o quarto município mais populoso do estado do Amazonas, superado por Manaus, Parintins e Itacoatiara, e o segundo de sua microrregião. Juntamente com outros sete municípios, integra a Região Metropolitana de Manaus, a maior região metropolitana brasileira em área territorial e a mais populosa da Região Norte do Brasil. Sua área representa 0.4666% da área do estado do Amazonas, 0.1902% da Região Norte e 0.0863% de todo o território brasileiro.

O município possui uma temperatura média anual mínima de 24°C e de 35°C como média máxima. Na vegetação do município predomina uma formação arbórea esparsa. Em relação à frota automobilística, em 2009 foram contabilizados 12492 veículos. O município contava, em 2009, com 24 estabelecimentos de saúde. O seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,663, sendo considerando inferior à média nacional e baixo, comparando com o IDH apresentado pelo estado que foi de 0,780.

A história de Manacapuru está fortemente ligada à aldeia dos Índios Mura, que se estabeleceram na margem esquerda do rio Solimões por volta do século XVIII, fazendo com que surgisse a localidade. A etimologia de Manacapuru é desconhecida, tendo em vista que seu nome foi sempre o mesmo, desde sua origem até o momento atual. Além dessas características, Manacapuru é conhecida nacionalmente como a Princesinha do Solimões, apelido que ostenta desde meados do século XIX. Muitos de seus atrativos naturais são conhecidos nacionalmente, assim como suas festas populares que estão entre as mais visitadas por turistas na Amazônia.

História da cidade de Manacapuru

O Território a que corresponde o atual Município era habitado pelos índios muras. Belicosos e hostis, os muras foram pacificados em 1774 por Matias Fernandes, diretor da aldeia de Santo Antônio do Imaripi, no Japurá.

Por volta de 1785, já existia à margem do rio Solimões, pouco abaixo da foz do Manacapuru, sob a administração de Sebastião Pereira de Castro, uma Feitoria de Pesca denominada Caldeirão, cuja produção era destinada ao abastecimento da guarnição militar sediada em Barcelos, a essa época sede da Capitania.

Segundo comunicação do administrador da Feitoria ao General Pereira Caldas, "a 27 de setembro havia chegado ali um grosso número de gentio mura", que desejava estabelecer-se nas vizinhanças. Em resposta a essa comunicação, Pereira Caldas recomendou fossem os índios encaminhados à povoação de Anamã ou outro lugar designado pelo administrador. O local escolhido foi a margem do lago Manacapuru, onde os indígenas, em número de 290, se estabeleceram em 15 de fevereiro de 1786, edificando a povoação que recebeu o nome do lago.

Formação Administrativa

A Lei n.° 148, de 12 de agosto de 1865 criou a Freguesia de Nossa Senhora de Nazaré de Manacapuru, com sede na povoação de Manacapuru.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Manacapuru, pela lei estadual nº 83, de 27-09-1894, desmembrada do município de Manaus. Instalado em 16-06-1895

A Comarca de Manacapuru foi criada pela Lei n.° 354, de 10 de setembro de 1901. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município aparece constituído de 13 distritos: Manacapuru, Aiapuá, Arara, Beruri, Caapiranga, Campina,Conceição de Manacapuru, Guajaratuba, Jaitenga, Manaquiri, Mundurucus, Paratari, Tamanduá.

Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920, o município aparece constituído de 5 distritos: Manacapuru, Aiapuá, Campinas, Manaquiri, Terra Preta.

Por força da Lei n.° 1.126, de 5 de novembro de 1921, foi extinta a comarca de Manacapuru e restabelecida no ano seguinte, conforme Lei n.° 1 133, de 7 de fevereiro.

Elevada à condição de cidade com a denominação de Manacapuru, pelo ato estadual nº 1639, de 16-07-1932.

Em divisão territorial datada de o município aparece constituído do distrito sede.

Pelo decreto-lei estadual nº 176, de 01-12-1938, foram criados os distritos de Caapiranga e Beruri e anexado ao município de Manacapuru.

No quadro fixado apara vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 3 distritos: Manacapuru, Beruri e Caapiranga.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955.

Pela lei municipal nº 14, de 07-6-1957, é criado o distrito de Vila Rica e anexado ao município de Manacapuru.

De acordo com a divisão administrativa vigente em dezembro de 1959, compõem o Município três distritos: Manacapuru, Beruri e Caapinanga.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 4 distritos: Manacapuru, Beruri, Caapiranga e Vila Rica.

Pela lei estadual nº 1, de 12-04-1961, desmembra do município de Manacapuru o distrito de Beruri. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 7, de 09-04-1963, desmembra do município de Manacapuru os distritos de Caapiranga e Vila Rica. Elevando-os à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Alteração toponímica municipal

Nossa Senhora de Nazaré de Manacapuru para Manacapuru, alterado pela lei estadual nº 83, de 27-09-1894.

Fonte: IBGE

Código do Município

1302504

Gentílico

manacapuruense

Prefeito

BETANAEL DA SILVA DANGELO

População
População estimada [2018]96.236 pessoas  
População no último censo [2010]85.141 pessoas  
Densidade demográfica [2010]11,62 hab/km²  
Trabalho e Rendimento
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016]1,8 salários mínimos  
Pessoal ocupado [2016]3.960 pessoas  
População ocupada [2016]4,2 %  
Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo [2010]46,1 %  
Educação
Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade [2010]92,3 %  
IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental [2015]4.9  
IDEB – Anos finais do ensino fundamental [2015]4.5  
Matrículas no ensino fundamental [2017]19.785 matrículas  
Matrículas no ensino médio [2017]5.177 matrículas  
Docentes no ensino fundamental [2015]807 docentes  
Docentes no ensino médio [2017]189 docentes  
Número de estabelecimentos de ensino fundamental [2017]152 escolas  
Número de estabelecimentos de ensino médio [2017]11 escolas  
Economia
PIB per capita [2016]13.027,29 R$  
Percentual das receitas oriundas de fontes externas [2015]88,3 %  
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010]0.614  
Total de receitas realizadas [2017]169.816,00 R$ (×1000)  
Total de despesas empenhadas [2017]165.592,00 R$ (×1000)  
Saúde
Mortalidade Infantil [2014]14,62 óbitos por mil nascidos vivos  
Internações por diarreia [2016]0,8 internações por mil habitantes  
Estabelecimentos de Saúde SUS [2009]24 estabelecimentos  
Território e Ambiente
Área da unidade territorial [2017]7.336,579 km²  
Esgotamento sanitário adequado [2010]23,7 %  
Arborização de vias públicas [2010]60,2 %  
Urbanização de vias públicas [2010]11,9 %  
Notas & Fontes

Notas:

  1. População ocupada: [pessoal ocupado no município/população total do município] x 100

  2. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: [População residente em domicílios particulares permanentes com rendimento mensal de até 1/2 salário mínimo / População total residente em domicílios particulares permanentes] * 100

  3. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: [população residente no município de 6 a 14 anos de idade matriculada no ensino regular/total de população residente no município de 6 a 14 anos de idade] x 100

  4. Docentes no ensino médio: Os docentes referem-se aos indivíduos que estavam em efetiva regência de classe na data de referência do Censo Escolar., No total do Brasil, os docentes são contados uma única vez, independente se atuam em mais de uma região geográfica, unidade da federação, município ou localização/dependência administrativa., No total da Região Geográfica, os docentes são contados uma única vez em cada região, portanto o total não representa a soma das regiões, das unidades da federação, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total da Unidade da Federação, os docentes são contados uma única vez em cada Unidade da Federação (UF), portanto o total não representa a soma das 27 UFs, dos municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., No total do Município, os docentes são contados uma única vez em cada Município, portanto o total não representa a soma dos 5.570 municípios ou das localizações/dependências administrativas, pois o mesmo docente pode atuar em mais de uma unidade de agregação., Não inclui os docentes de turmas de Atividade Complementar e de Atendimento Educacional Especializado (AEE)., Os docentes são contados somente uma vez em cada localização/dependência administrativa, independente de atuarem em mais de uma delas., Inclui os docentes que atuam no Ensino Médio Propedêutico, Curso Técnico Integrado (Ensino Médio Integrado) e Ensino Médio Normal/Magistério de Ensino Regular e/ou Especial.

  5. Internações por diarreia: [número de internações por diarreia/população residente] x 1000

  6. Esgotamento sanitário adequado: [população total residente nos domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário do tipo rede geral e fossa séptica / População total residente nos domicílios particulares permanentes] x 100

  7. Arborização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com arborização/domicílios urbanos totais] x100

  8. Urbanização de vias públicas: [domicílios urbanos em face de quadra com boca de lobo e pavimentação e meio-fio e calçada/domicílios urbanos totais] x 100


Fontes:

  1. População estimada: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2018

  2. População no último censo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  3. Densidade demográfica: IBGE, Censo Demográfico 2010, Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2011

  4. Salário médio mensal dos trabalhadores formais: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  5. Pessoal ocupado: IBGE, Cadastro Central de Empresas 2016. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  6. População ocupada: IBGE, Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) 2016 (data de referência: 31/12/2016), IBGE, Estimativa da população 2016 (data de referência: 1/7/2016)

  7. Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: IBGE, Censo Demográfico 2010

  8. Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: IBGE, Censo Demográfico 2010

  9. IDEB – Anos iniciais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  10. IDEB – Anos finais do ensino fundamental: MEC/INEP - Censo Escolar 2016

  11. Matrículas no ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  12. Matrículas no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  13. Docentes no ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  14. Número de estabelecimentos de ensino fundamental: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  15. Número de estabelecimentos de ensino médio: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais - INEP - Censo Educacional 2017

  16. PIB per capita: IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, Secretarias Estaduais de Governo e Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

  17. Percentual das receitas oriundas de fontes externas: Secretaria do Tesouro Nacional (STN) - Balanço do Setor Público Nacional (BSPN) 2015

  18. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD

  19. Total de receitas realizadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  20. Total de despesas empenhadas: Contas anuais. Receitas orçamentárias realizadas (Anexo I-C) 2017 e Despesas orçamentárias empenhadas (Anexo I-D) 2017. In: Brasil. Secretaria do Tesouro Nacional, Siconfi: Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro. Brasília, DF, [2018]. Disponível em: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/pages/public/consulta_finbra/finbra_list.jsf. Acesso em: set. 2018

  21. Mortalidade Infantil: Ministério da Saúde, Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS 2014

  22. Internações por diarreia: Ministério da Saúde, DATASUS - Departamento de Informática do SUS, IBGE, Estimativas de população residente

  23. Estabelecimentos de Saúde SUS: IBGE, Assistência Médica Sanitária 2009

  24. Área da unidade territorial: Área territorial brasileira. Rio de Janeiro: IBGE, 2018

  25. Esgotamento sanitário adequado: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  26. Arborização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

  27. Urbanização de vias públicas: IBGE, Censo Demográfico 2010

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.


Manacapuru: Imagens da cidade e Região

imagem de Manacapuru+Amazonas n-1
imagem de Manacapuru+Amazonas n-2
imagem de Manacapuru+Amazonas n-3
imagem de Manacapuru+Amazonas n-4
imagem de Manacapuru+Amazonas n-5
imagem de Manacapuru+Amazonas n-6
imagem de Manacapuru+Amazonas n-7
imagem de Manacapuru+Amazonas n-8
imagem de Manacapuru+Amazonas n-9
imagem de Manacapuru+Amazonas n-10
imagem de Manacapuru+Amazonas n-11
imagem de Manacapuru+Amazonas n-12
imagem de Manacapuru+Amazonas n-13
imagem de Manacapuru+Amazonas n-14
imagem de Manacapuru+Amazonas n-15
imagem de Manacapuru+Amazonas n-16
imagem de Manacapuru+Amazonas n-17
imagem de Manacapuru+Amazonas n-18
imagem de Manacapuru+Amazonas n-19

Disponibilizamos uma vasta lista de hotéis de variados preços no município de Manacapuru e arredores.


Você conhece a cidade de Manacapuru? Então deixe seu comentário!


Comentários (1)

  1. Emília Saraiva's avatarEmília Saraiva

    Olá!,

    Aos 10 anos estive em Manacapuru com meus avós.

    Meu avó nasceu em Manacapuru na data entre 1901 a 1904; seu nome era Arnaldo de Sousa Saraiva. Porém, ele assinava Arnaldo Saraiva.

    Sua mãe, também nasceu aí. Seu pai, imigrante de Portugal. Seu nome era Arnaldo Maria Saraiva.

    Gostaria de saber, se existe cartório de registro de nascimento do sec. XIX a partir de 1888 1894.

    Gostaria de ter a certidão de nascimento de meu avó e a certidão de casamento de seus pais.

    Arnaldo Maria Saraiva e dona Ursulina de Sousa Saraiva.

    Obrigada, Bom dia

    Emília Saraiva

    #1 – 15/12/2016 - 04:54

Postar um comentário

     (Opcional)




Estados





Compartilhe Esta Página: