Início » Rio Grande do Sul » Faxinal do Soturno


Faxinal do Soturno - Rio Grande do Sul



Faxinal do Soturno faz parte do estado do Rio Grande do Sul.

O local onde hoje encontra-se o município de Faxinal do Soturno pertenceu ao município inicial de Rio Pardo, sendo iniciado o povoamento da sede pelo ano de 1884. É destacável o fato de a sede nunca ter sido vila, tendo sido elevado à categoria de cidade com a emancipação do município.

Tanto para as antigas denominações quanto para o nome atual não existem documentos que determinem sua origem. Sobre o nome Faxinal do Soturno sabe-se que foi motivado pelos pantanais ribeirinhos que, nos primeiros tempos, se apresentavam cobertos de mato cerrado e escuro, lugar soturno e perigoso, principalmente no inverno. O nome foi aplicado por uma equipe da carta geográfica que percorreu o rio Jacuí estudando as possibilidades de navegação. Junto ao rio Soturno havia grandes extensões de faxinal, campo coberto de mato curto. Então se uniram os dois nomes formando Faxinal do Soturno

História da cidade de Faxinal do Soturno Rio Grande do Sul - RS

No ano de 1877 dentro da epopéia da imigração italiana, ocupados os cumes do nascedouro da Serra de São Martinho e fundado o povoado de Silveira Martins. Quarto Núcleo da colonização italiana, foram sendo formados novos núcleos, entre os quais Vale Veneto, considerado o berço histórico do município de Faxinal do Soturno.

O Contínuo afluxo de imigrantes fez a Colônia de Silveira Martins expandir-se pelas quebradas da serra, dando origem a novos núcleos, quais foram: Soturno, Novo Treviso, Ribeirão, Vai Veronês (1880), São João do Polêsine (1893) e Santos Anjos (1895). O núcleo denominado Soturno foi subdividido em Barracão (atual município de Nova Palma) e Geringonça (atual Vila Novo Treviso). Posteriormente, entre estes dois núcleos surgiu a cidade sede do município de Faxinal do Soturno, cujo território, na sua maior parte desmembrou-se do município de Cachoeira do Sul e uma pequena parte do município de Júlio de Castilhos.

A primeira denominação recebida pelo atual município foi Campo do Meio. Após, pelo acervo de utensílios indígenas encontrados nas lavouras, pelos novos colonizadores, indicando que esta área ocupada pelos índios Tapes, passou a denominar-se Campo dos Bugres.

O nome FAXINAL originou-se da denominação dada à vegetação que cobria esta região, na época da colonização, que era uma vegetação rasteira, tipo pastagem, com grupo de árvores esguias.

O nome SOTURNO, teve sua origem, segundo relatos, quando da elaboração da carta geográfica da região. Um grupo que levantava a navegabilidade dos afluentes do Rio Jacuí, ao chegar no atual Rio Soturno, deparou-se na altura do atual município com pantanais, ribeirinhos ao rio, cobertos de mato cerrado e escuro, dando ao local e ao rio um aspecto soturno e perigoso.

Dentre os pioneiros, considerados os fundadores de Faxinal do Soturno, destacamse 4 nomes: JOàO BATISTA ZAGO, JOSé MARQUES RIBEIRO (Coronel Marques),VICENTE PIGATTO E VITóRIO DE DAVID. João Batista Zago foi quem trouxe da Itália a imagem e a devoção a São Roque, padroeiro de Faxinal do Soturno. Foi ele também quem dirigiu a construção da primeira capela e da primeira escola.

Faxinal do Soturno emancipou-se do município de Cachoeira do Sul, em plebiscito realizado no dia 30 de novembro de 1958 e o novo município foi criado pela lei estadual nº 3711, de 12 de fevereiro de 1959. Hoje comemoramos como o Dia do município a data do plebiscito, 30 de novembro.

Gentílico: soturnense

Formação Administrativa

Município e distrito criado com a denominação de Faxinal do Soturno, pela lei estadual nº 3711, de 12-02-1959, desmembrado de Cachoeira do Sul e Júlio de Castilhos. Sede no Povoado de Faxinal do Soturno. Constituído do distrito sede. Instalado em 30-051959.

Pela lei municipal nº 7, de 23-10-1959, é criado o distrito de São José do Polêsine ex-povoado e anexado ao município de Faxinal do Soturno.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Faxinal do Soturno e São José do Polêsine.

Pela lei estadual nº 43, de 20-10-1961, é criado o distrito de Dona Francisca e anexado ao município de Faxinal do Soturno.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 3 distritos: Faxinal do Soturno, Dona Francisca e São João do Polêsine ex-São José do Polêsine.

Pela lei estadual nº 4993, de 17-07-1965, desmembra do município de Faxinal do Soturno o distrito de Dona Francisca. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 2 distritos: Faxinal do Soturno e São João do Polêsine.

Pela lei estadual nº 9601, de 20-03-1992, desmembra do município de Faxinal do Soturno, o distrito de São João do Polêsine. Elevado á categoria de município.

Em divisão territorial datada de 2001, o município é constituído do distrito Sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 169,514: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 4: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 703: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 173: matrículas
Número de unidades locais: 307: unidades
Pessoal ocupado total: 1.667: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 21.190,39: reais
População residente : 6.672: pessoas
População residente - Homens: 3.274: pessoas
População residente - Mulheres: 3.398: pessoas
População residente alfabetizada: 5.952: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 1.881: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 5.662: pessoas
População residente, religião espírita: 44: pessoas
População residente, religião evangélicas: 855: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.700,52: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 2.677,09: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 436,67: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 633,33: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,720:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística


Faxinal do Soturno: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Faxinal do Soturno? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: