Início » Rio de Janeiro » Rio das Flores


Rio das Flores - Rio de Janeiro



Rio das Flores é um município do estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Fica a uma altitude de 525 metros. Segundo a estimativa populacional de 2008, a cidade tem 8 686 habitantes. Estende-se por uma área de 477,662km², distribuídos em quatro distritos: Rio das Flores, Manuel Duarte, Taboas e Abarracamento.

Antes da chegada dos primeiros colonizadores portugueses, no século XVI, a região era habitada pelos índios puris. Ela começou a ser colonizada mais intensamente a partir do século XIX, durante o Ciclo do Café. Em 1851, construiu-se uma capela dedicada a Santa Teresa, instituindo a Freguesia de Santa Teresa de Valença, então distrito de Marquês de Valença. A região começou a enriquecer muito com as lavouras de café, ao ponto de, em 1882, ser inaugurada a estação da Estrada de Ferro Rio das Flores e, em 1890, se emancipar do município de Valença, tornando-se a Vila de Santa Teresa.

Devido à Lei Áurea e à crise econômica do primeiro ciclo cafeicultor, a cidade foi entrando em declínio, sofrendo acentuado êxodo e gradual câmbio do foco produtor para o setor pastoril. Em 1929, a vila foi elevada à condição de cidade e, em 1943, passou a se chamar "cidade de Rio das Flores". Atualmente, tem a sua economia baseada na agropecuária e no turismo.

História da cidade de Rio das Flores

Na primeira metade do século XIX, chegaram à região hoje ocupada pelo município de Rio das Flores os primeiros grupos de colonizadores, que se dedicaram desde logo, à cultura do café, cujas plantações , em breve, recobriram vastas extensões até essa época ocupadas pela mata virgem.

Em 1815, a localidade foi capela curada, sob a invocação de Santa Teresa, subordinada à freguesia de Nossa Senhora da Glória , Vila de Valença, atual município de Marquês de Valença, recebendo, quatro anos mais tarde, o predicamento de freguesia.

Já no período republicano, foi a localidade emancipada da tutela de Valença. Localizando-se a sede da nova comuna fluminense na vila de Santa Teresa, que foi elevada à categoria de cidade em 1929.

Atualmente, sob a nova denominação de Rio das Flores o município vem tendo suas terras utilizadas na policultura e na pecuária.

Gentílico: rio florense

Formação Administrativa

Freguesia criada com denominação de Santa Teresa, por lei provincial nº 814, de 06-10-1855, no município de Valença e pela deliberação de 13-10-1891 e os decretos estaduais nº 1, de 08-05-1892 e nº 1-A, de 03-06-1892.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Santa Teresa, pelo decreto estadual nº 62, de 17-03-1890, desmembrado de Valença. Sede na atual vila de Santa Teresa. Constituído do distrito sede. Instalado em 22-04-1890.

Pela deliberação de 13-10-1891 e decretos estaduais nº 1, de 08-05-1892 e nº 1-A, de 03-06-1892, são criados os distritos de Abarracamento, Porto das Flores e Taboas e a anexado à vila de Santa Tereza.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila de Santa Teresa é constituída de 4 distritos: Santa Teresa, Abarracamento, Pôrto das Flores e Taboas.

Elevado à condição de Cidade com a denominação de Santa Tereza, pela lei estadual nº 2335, de 27-12-1929.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 4 distritos: Santa Teresa, Abarracamento, Pôrto das Flores e Taboas. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto-lei estadual nº 1056, de 31-12-1943, o município de Santa Tereza passou a denominar-se Rio das Flores e o distrito de Porto das Flores passou a denominar-se Manuel Duarte.

Em divisão territorial datada de I-VII-1950, o município já denominado Rio das Flores é constituído de 4 distritos: Rio das Flores, Abarracamento, Manuel Duarte e Taboas.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de I-VII-1960.

Em "Síntese" de 31-XII-1994, o município é constituído de 4 distritos: Rio das Flores, Abarracamento, Manuel Duarte e Taboas.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica municipal

Santa Teresa para Rio das Flores, teve sua denominação alterada, por força do decreto-lei estadual nº 1056, de 31-12-1943.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 478,313: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 13: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 1.270: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 335: matrículas
Número de unidades locais: 232: unidades
Pessoal ocupado total: 2.544: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 20.178,14: reais
População residente : 8.561: pessoas
População residente - Homens: 4.211: pessoas
População residente - Mulheres: 4.350: pessoas
População residente alfabetizada: 7.301: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 2.650: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 4.961: pessoas
População residente, religião espírita: 143: pessoas
População residente, religião evangélicas: 1.518: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.242,20: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.900,83: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 324,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 453,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,680:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Rio das Flores: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Rio das Flores? Então deixe seu comentário!


Comentários (1)

  1. jane simas's avatarjane simas

    Não só conheço, como vou morar lá. É uma cidadezinha muito gostosa, com pessoas agradáveis. só o que falta é, plantar mais flores, para fazer jus ao nome.

    #1 – 27/12/2015 - 18:54

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: