Início » Minas Gerais » São Thomé das Letras


São Thomé das Letras - Minas Gerais



São Thomé das Letras ou São Tomé das Letras faz parte do estado de Minas Gerais. A população avaliada em 2008 era de 6 880 habitantes.

Seu nome deve-se a uma lenda sobre o encontro de uma estátua de São Tomé em uma gruta, por um escravo fugido do Barão de Alfenas, juntamente com uma carta de escrita perfeita (impossível a um escravo analfabeto). Tal fato gerou a posterior alforria do escravo pelo seu dono, que ficou bastante impressionado pelo relato do escravo e que ordenou também a construção de uma igreja ao lado da referida gruta, que hoje se encontra no que é o Centro de São Tomé das Letras.

São Tomé das Letras é uma localidade tipicamente na região serrana, edificada sobre um largo depósito mineral de quartzito - conhecidas como pedras-de-são-tomé (utilizadas largamente na pavimentação de bordos de piscinas) que foram utilizadas na construção de algumas casas no município, no calçamento das ruas e, atualmente, muito utilizadas na elaboração do artesanato local.

História da cidade de NOTAS HISTORICAS

Fala-se que os indios caraguases tenham sido os primeiros habitantes desta região, e que nos finais do seculo XVII, a expedição de Fernão dias passou por estas terras, em busca de ouro. Entretanto, a ocupação de São Thome das letras, se inicia com a ereção de uma capela em Louvor a São Thome, por provisão de 23 de março de 1770, a pedido do Pe. Francisco Alves Torres, e construida, pelo fazendeiro João Francisco Junqueira, proxima a gruta em que foi encontrada a imagem do Santo. Mais Tarde, em 1785, no local da Capela foi edificada a atual Matriz, que tem trabalhos artisticos de Joaquim Jose da Natividade, discipulo de Aleijadinho. Desde a formação do povoado, os principais nomes ligados ao seu desenvolvimento são: Pe. João Ribeiro Maia (vigario), João Francisco Junqueira, Gabriel Francisco de Andrade junqueira (Barão de Alfenas), Jose Leoncio de Andrade Penha, Guilherme Jose Pereira, Jose Justino Alves, José da Costa Rezende.

A ocupação de São Thome das letras se inicia em 1770, com a construção de uma ermida. Seus primeiros habitantes civilizados dedicavam-se à exploração agricola e pecuaria, e mais tarde iniciou o extrativismo mineral com a extração de pedras quartzito

A origem da cidade esta cercada de lendas. A primeira delas diz que, em 1770, um escravo fugido da fazenda Campo alegre, e morando numa gruta no alto da serra certo dia recebeu a visita de um estranho de maneiras finas e, depois de alguma conversa entre ambos, o desconhecido fez daquele escravo João Antão um mensageiro ao antigo senhor. Lida a mensagem, o fazendeiro João Francisco Junqueira partiu para o local onde encontrou apenas a imagem de Sãp Thome. Neste local o fazendeiro mandou construir uma ermida dedicada ao Santo..

A outra lenda diz "da existencia de uma santo jusuita, desejoso de santificação, o qual, transportando-se para aquela serra, se fez acompanhar de uma imagem do apostolo São Thome. Vivia numa gruta, absorto na contemplação davina. A gruta se distinguia pelos desenhos semelhantes a Letras. Querendo o povo aludir à residencia daquele filho de Santo Inacio, dizia: a gruta de São Thome das Letras".

Outra versão relata que "os indios cataguases habitavam as tocas e atribuiam a autoria das inscriçãoes a "Sumé", uma personalidade lendaria de uma homem branco que aparecia aos indigenas brasileiros, ensinando-lhes a agricultura, a moral e impondo-lhes regras de conduta".

Entretanto pressupoe-se que a imagem de São Thome, encontrada na gruta, tenha sido esquecida naquele lugar por um dos integrantes de expediçãoes dos bandeirantes em busca de ouro.

No toponimo do municipio, q denominação "São Thome" refere-se à imagem do apostolo encontrada na gruta; e a expressão "das Letras" devido a inscriçãoes em forma de letras, de cor vermelha, gravadas na parte superior da gruta.

FORMAÁÁO ADMINISTRATIVA

A formação do povoado de São Thome das letras se deu no final do seculo XVIII, apos a construção da capela em 1770.

De acordo com a Lei Provincial n°. 164, de 09 de março de 1840, o povoado foi elevado a Freguesia, criando a paroquia então pertencente a Freguesia de Nossa Senhora da Conceição, em Carrancas, termo de São João Del rei. Em 24 de março de 1841 foi instituida cononicamente, sendo o primeiro vigario Pe. João Ribeiro Maia, passando a pertencer a Baependi.

A Lei n°. 202, de 1oº de abril de 1841 transferiu a freguesia do Muncipio de Baependi para o de Lavras.

Na divisão Administrativa do Brasil-1911, o Distrito de São Thome das Letras pertencia novamente ao Municipio de Baependi.

Finalmente, a Lei Estadual n°. 2.764 de 30 de dezembro de 1962, ratificada em 30 de agosto de 1966, elevou São Thome das Letras à condição de Municipio, sendo então desmembrado do Municipio de Baependi

FORMAÁÁO JUDICIARIA:

O Municipio de São Thome das Letras jurisdiciona-se ao Termo e Comarca de Baependi e hoje a Tres Coraçãoes. Possue Cartorio de registro Civil e notas e Delegacia de Policia

Fonte: IBGE

Autor do Histórico: MARIA GORETH PERPÁTUO ALVES

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 369,747: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 5: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 866: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 256: matrículas
Número de unidades locais: 250: unidades
Pessoal ocupado total: 1.905: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 12.021,07: reais
População residente : 6.655: pessoas
População residente - Homens: 3.539: pessoas
População residente - Mulheres: 3.116: pessoas
População residente alfabetizada: 5.436: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 2.247: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 5.496: pessoas
População residente, religião espírita: 41: pessoas
População residente, religião evangélicas: 617: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.198,49: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.440,02: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 350,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 436,67: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,667:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

São Thomé das Letras: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de São Thomé das Letras? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: