Início » Minas Gerais » Buenópolis


Buenópolis - Minas Gerais



Buenópolis faz parte do estado de Minas Gerais, localizado em seu centro-norte, em uma região conhecida como área dos grandes sertões popularizada pelo escritor Guimarães Rosa .

A cidade em si remonta do século XVIII, tendo início no povoado de Curimataí. Supõe-se que o povoado teve início com a existência do Curral da Contagem, que funcionava como entidade alfandegária. Outra hipótese levantada é de que os primeiros habitantes do local eram sonegadores de impostos da coroa referentes à extração de diamantes e ouro do Arraial do Tejuco. Existe um relato do viajante e naturalista francês Auguste de Saint Hilaire esteve em Curimataí, por volta de 1817, e relatou suas impressões: “De todas as povoações por onde passei desde o começo da viagem pelo sertão, Curmatahy foi a única em que vi jardins, os vegetais aí plantados dão a essa localidade um ar de frescor que não possuem Contendas (hoje Brasília de Minas), Coração de Jesus etc. Mas é preciso convir que os habitantes de Curmatahy são favorecidos no que respeita à água: pois que correm da montanha vários regatos, que deslizam em volta da povoação, entretem nela um pouco de humidade e fornecem os meios de fazer irrigações”. O aglomerado de casas na fazenda Riachão, de propriedade da família Teixeira de Toledo, no início do século passado, juntamente com a chegada dos trilhos da Estrada de Ferro Central do Brasil, que dá início as suas obras em meados de 1910, propiciam o surgimento de uma região central que posteriormente será denominado de Buenópolis. O engenheiro Pedro Dutra foi incumbido de construir a estação ferroviária, traçar a planta de uma cidade ao seu redor, demarcando ruas e praças, em uma região que era de mata fechada, dando início à construção da matriz e da 11a Residência da Companhia. A estação foi inaugurada a 4 de setembro de 1914, e a região recebe o nome de Buenópolis, em homenagem ao então presidente do estado, Coronel Júlio Bueno Brandão. Segundo informantes locais, os trilhos da estrada de ferro iriam seguir os rios Curimataí, das Pedras e Riachão, acompanhando a Serra de Minas, passando pela fábrica de tecidos Santa Bárbara, instalada ao final do século XIX pela família Matta Machado. Contudo, o engenheiro Dolabela Portela, responsável pela execução das obras, alterou o traçado original para que a ferrovia passasse por terras de sua propriedade. Em 7 de setembro de 1923, através da Lei n° 843, Buenópolis passou a ser distrito de Diamantina, desmembrado do distrito de Joaquim Felício. Sua instalação, porém, só foi efetivada em 19 de maio de 1927, permanecendo assim até 1938. Nesse ano, foi elevado à categoria de município, em 17 de dezembro, através da Lei n° 148, encampando 3 distritos do município de Diamantina – Buenópolis, Curimataí e Joaquim Felício – além do distrito de Augusto de Lima, criado com parte do território da sede municipal. Em 1962, perdeu estes dois últimos, elevados à categoria de município, permanecendo com dois distritos, o da sede e o de Curimataí. A história de Buenópolis está estreitamente vinculada à ferrovia. Até 1927, os trilhos iam só até a cidade. As boiadas que vinham do norte de Minas e da Bahia passavam pelo meio das ruas, em direção ao curral de contagem e à estação de embarque, para serem transportadas para a Capital e o sul do País. Esse foi um período áureo para a localidade, até que foi feita a ligação da ferrovia com Montes Claros, desviando tal fluxo de transporte e comércio. É possível perceber a influência da ferrovia na orientação da expansão urbana do município, na disposição e hierarquia das vias, pois próximo às praças Henrique Ciuli e Professor Herculino França, concentram-se a Prefeitura, Igreja Matriz e Fórum, a Estação Ferroviária e antigos escritórios da RFFSA. http://www.buenopolis.mg.gov.br/

História da cidade de Buenópolis

O MUNICÁPIO originou-se da Fazenda Riachão, de propriedade dos Teixeira de Toledo. Dentre os primeiros a se instalar no lugar, cita-se o baiano Jazon Antunes de Souza.

Desenvolvia-se o núcleo populacional quando, por volta de 1912, a chegada dos trilhos da Estrada de Ferro Central do Brasil deu impulso à localidade, elevada a Povoado.

Fazendeiros e agricultores, atraídos pela fertilidade das terras e pelo transporte ferroviário, fixaram-se na região onde existiam uma capela e pequeno comércio.

Logo depois, surge novo surto de povoamento, com a criação da 11.oª Residência da Estrada de Ferro e a vinda de elevado número de ferroviários e seus familiares.

A denominação Riachão caracteriza o riacho que nasce em terras da fazenda, desaguando no rio das Pedras, que corta a Cidade.

Com a inauguração da Estação da Estrada de Ferro, em 1914, o local passou a denominar-se Buenópolis, homenagem a Júlio Bueno Brandão, então Presidente do Estado.

Os naturais do Município são chamados buenopolenses.

Gentílico: buenopolitano ou buenopolense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Buenópolis, pela lei estadual n°. 843, de 07-09-1923, com área desmembrada do distrito de Joaquim Felício, subordinado ao município de Diamantina.

Em divisãoes territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o distrito de Buenópolis, figura no município de Diamantina.

Assim permanecendo em divisãoes territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Elevado à categoria de município com a denominação de Buenópolis, pelo decreto estadual n°. 148, de 17-12-1938, desmembrado de Diamantina. Sede no antigo distrito de Bunópolis ex-localidade. Constituído de 4 distritos: Buenópolis, Augusto Lima, criado pela mesma lei quae criou o município, Curimataí e Joaquim Felício. Ambos desmembrados de Diamantina. Não temos data de instalação.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 4 distritos: Buenópolis, Augusto Lima, Curimataí e Joquim Felício.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Pela lei estadual n°. 2764, de 30-12-1962, desmembra do município de Buenópolis os distritos de Augusto Lima e Joaquim Felício. ambos elevados à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 2 distritos: Buenópolis e Curimataí.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 1.599,881: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 6: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 1.273: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 390: matrículas
Número de unidades locais: 174: unidades
Pessoal ocupado total: 1.052: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 9.564,04: reais
População residente : 10.292: pessoas
População residente - Homens: 5.166: pessoas
População residente - Mulheres: 5.126: pessoas
População residente alfabetizada: 8.127: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 2.780: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 8.456: pessoas
População residente, religião espírita: 140: pessoas
População residente, religião evangélicas: 996: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.217,91: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.672,57: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 309,11: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 396,40: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,669:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Buenópolis: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Buenópolis? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: