Início » Maranhão » Imperatriz


Imperatriz - Maranhão



Imperatriz faz parte do estado do Maranhão, sendo sua segunda cidade mais populosa, com 247.553 habitantes e área de 1.367,901 km², dos quais 15,480 km² estão em zona urbana. Sede da Região Metropolitana do Sudoeste Maranhense, a cidade se estende pela margem direita do rio Tocantins, e é atravessada pela Rodovia Belém-Brasília, situando-se na divisa com o estado do Tocantins.

Imperatriz é o maior entroncamento comercial, energético e econômico do estado, sendo ainda o segundo maior centro populacional, econômico, político e cultural do Maranhão e possui um posicionamento estratégico útil não só ao estado mas também para todo o norte do país. Imperatriz está num cruzamento entre a soja de Balsas, no sul do Maranhão, a extração de madeira na fronteira com o Pará, a siderurgia em Açailândia e a agricultura familiar no resto do estado, com destaque para a produção de arroz, e também das futuras potencialidades como a produção de energia e celulose com a implantação da hidroelétrica de Estreito,Serra Quebrada e da fábrica da Suzano Papel e Celulose em Imperatriz. Além dessas potencialidades, pode-se perceber também intensa atividade extrativista, principalmente na reserva do Ciriaco. Para dar suporte logístico a todas essas atividades, Imperatriz assume postura de capital local, pois através do Complexo atacadista do Mercadinho e do Centro Varejista do Calçadão, a produção do sul do Maranhão, norte do Tocantins e leste do Pará é escoada. Para tanto Imperatriz conta com a Rodovia BR-010 (Belém-Brasília), com um dos maiores rios do país, o Rio Tocantins e com a Ferrovia Norte-Sul e a Estrada de Ferro Carajás. Além disso, por Imperatriz passam as principais linhas de transmissão de energia elétrica do Maranhão e de outros estados.

Hoje, por força de seu grande desempenho nos setores do comércio e da prestação de serviços, Imperatriz ocupa a posição de segundo maior centro político, cultural e populacional do estado, segundo maior PIB do Maranhão e 217º do Brasil com PIB de R$ 2.000.735,00 milhões, superada apenas pela capital São Luís. É também o principal pólo da região que aglutina o sudoeste do Maranhão e norte do Tocantins. A história e o desenvolvimento de Imperatriz deram-lhe diversos títulos, entre eles o de "Portal da Amazônia - Capital da Energia".

História da cidade de Imperatriz Maranhão - MA

Não estavam ainda definitivamente estabelecidos os limites entre as então provincial do Pará e Maranhão, e o presidente da primeira incumbiu, em 1851 Frei Manuel Procópio do Coração de Maria, natural da Bahia, de edificar uma vila "em território do Pará próximo onde tivesse limite com o Maranhão".

O religioso subiu o Tocantins, encontrando, depois da confluência com o Araguaia, uma clareira elevada que lhe pareceu lugar ideal e fundou, em 1852, a povoação de Santa Teresa da Imperatriz (homenagem a D. Teresa Cristina, Imperatriz do Brasil) .

Enquanto ele se desincumbia da missão, foi sancionada a Lei n.º 639, de 12 de junho de 1852, determinando o limite entre as duas províncias , que passou a ser pelo rio Gurupi e transferindo para a cabeceira deste o ponto de partida da linha este-oeste até o Tocantins.

Desta demarcação resultou ficar o povoado do frade em terras maranhenses, o qual só foi habitado em 1854/55, prejudicando o governo paraense pelo ônus que teve com a indébita instalação.

Frei Manuel conformou-se com a nova situação e soube tirar proveito, empregando toda a sua inteligência e influência para tornar a sua povoação uma vila de fronteira maranhense.

O interesse despertado em imigrantes baianos, cearenses, piauienses, paraibanos, pernambucanos e mesmo maranhenses pela castanha preta (tocaí-una), determinou o rápido progresso do Município, de vez que era passagem obrigatória dos que subiam e desciam o rio Tocantins. A farta receita municipal propiciou condições para desenvolver a comuna que, de início, constava apenas de uma rua. com 84 casas, edificadas ao longo do rio, e de um quadrilátero onde foi construída a Igreja Matriz.

Sua elevação á categoria de cidade data de 22 de abril de 1924, no governo Godofredo Viana, através da Lei nº 1179.

Em 1926, sofreu grandes perdas com a inundação do Rio Tocantins.

Até o ano de 1958, quando foi iniciada a construção da Belém-Brasília, o município de Imperatriz e sua sede permaneceram geográfica e politicamente distantes de São Luís, o que resultou um lento crescimento econômico e populacional. A partir de 1960, entretanto, Imperatriz experimentou acelerado surto desenvolvimentista e , já na década de 70, era considerada a cidade mais progressista do país, recebendo contingentes migratórios das mais diversas procedências. Hoje, por força de seu desempenho nos setores da agricultura, pecuária, extrativismo vegetal, comércio, indústria e serviços, Imperatriz ocupa a posição de segundo maior centro econômico, político, cultural e populacional do Estado do Maranhão.

Gentílico: imperatrizense

Formação Administrativa

Elevado à categoria de vila com a denominação de Vila Nova da Imperatriz, pela lei provincial nº 398, de 27-08-1856, desmembrado do município de Chapada atual Grajaú. Sede no atual distrito de vila nova da Imperatriz. Constituído do distrito sede. Não temos datada de instalação.

Pela lei provincial nº 524, de 09-07-1859, transfere a sede de vila Nova da Imperatriz para a povoação de Porto Franco.Pela lei provincial nº 631, de 05-12-1862, transfere novamente a sede para vila Nova da Imperatriz. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, vila aparece constituído de 4 distritos: Vila Imperatriz, Ariparituia, Pombal e Porto Franco.Elevado à condição de cidade com a denominação de imperatriz, pela lei estadual nº 1179, de 22-04-1924.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município aparece constituído do distrito sede. Não figurando os distritos de 1911.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pela lei estadual nº 269, de 31-12-1948, é criado o distrito de Montes Altos e anexado ao município de Imperatriz.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 2 distritos: Imperatriz e Montes Altos.

Pela lei estadual nº 1354, desmembra do município de Imperatriz o distrito de Montes Altos. Elevado à categoria de município.

Pelo Acórdão do Superior Tribunal Federal, de 02-09-1957, representação nº 294, é extinto o município de Montes Altos, sendo seu território anexado ao município de Imperatriz.

Pela lei estadual nº 1607, de 14-06-1958, desmembra do município de Imperatriz o distrito de Montes Altos. Elevado novamente à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão terão territorial datada de 2005.

Alteração toponímica municipal

Vila Nova Imperatriz para Imperatriz alterado pela lei provincial nº 631, de 05-12-1862.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 1.368,988: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 102: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 40.697: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 12.359: matrículas
Número de unidades locais: 6.486: unidades
Pessoal ocupado total: 60.667: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 23.007,71: reais
População residente : 247.505: pessoas
População residente - Homens: 119.227: pessoas
População residente - Mulheres: 128.278: pessoas
População residente alfabetizada: 198.642: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 89.530: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 138.785: pessoas
População residente, religião espírita: 1.135: pessoas
População residente, religião evangélicas: 78.992: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.037,27: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 2.289,11: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 255,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 401,67: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,731:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Imperatriz: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Imperatriz? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: