Início » Amapá » Serra do Navio


Serra do Navio - Amapá



Serra do Navio é um município no centro do estado do Amapá.

O município de Serra do Navio foi criado em 1º de maio de 1992, através da lei n.º 007/92.

O primeiro relato da presença de manganês no estado do Amapá veio de um relato do engenheiro Josalfredo Borges, a serviço do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), em local indefinido às margens do rio Amapari. Com a criação do território federal, em 1943, a pesquisa despertou o interesse do interventor, o capitão Janary Gentil Nunes, que já em seus primeiros meses de gestão deu ampla publicidade ao relatório de Borges. Para o militar, a mineração seria a base da economia e do desenvolvimento do território, ao invés da pesca e dos produtos tradicionais de extração, como a borracha ou a castanha. Em 1945, ele ofereceu um prêmio em dinheiro para quem fornecesse informações que levassem à identificação de depósitos de minério de ferro. Um comerciante ribeirinho chamado Mário Cruz levou pessoalmente ao interventor algumas pedras escuras e pesadas, que usara como lastro para seu barco, em busca da recompensa prometida. O material foi analisado na sede do DNPM no Rio de Janeiro, pelo engenheiro Glycon de Paiva, que constatou tratar-se de manganês de teor elevado.

O Município de Serra do Navio foi criado pela Lei no 0007, em 01 de maio de 1992, está localizado ao sul do estado (Meso Região Sul), a 190 km da Capital Macapá. Com um distrito: Serra do Navio. Limita-se com os municípios: Calçoene, Oiapoque, Pedra Branca do Amapari, Ferreira Gomes e Paracuúba.

Quem nasce em Serra do Navio é serranaviense (gentílico).

Histórico: Dizem alguns que o rio que passa em frente à cidade, se observado de cima (de um avião), possui a forma de um navio. Mas, a origem da cidade sede do município, deu-se quando da implantação da ICOMI - Indústria e Comércio de Minérios S/A, que construiu em plena selva amazônica, casas para abrigar seus funcionários, consideradas na época essas construções de engenharia muito avançada.

Um destaque para este município é o seu clima, que por estar localizado em uma serra, a temperatura é sempre amena. No período do inverno chegando aos 15o C, é quando também surgem neblinas, que às vezes de tão densa não permite a visualização a mais de 6 metros.

Economia: Em sua economia utiliza-se no Setor Primário da cultura de mandioca, do arroz, do milho, da criação de gado bovino, bubalino e Suíno.

Mas, é no Setor Secundário que o município se sobressai ou sobressaiu-se por muitos anos, já que as reservas do manganês esgotaram-se, paralisando a ICOMI suas operações (extração) em 1997, embora o contrato com o governo do Estado, que era de 50 anos, só terminria no ano 2003. O município possui também algumas serrarias e poucas padarias.

No Setor Terciário possui um pequeno comércio (um supermercado) e os serviços de um hotel, possui também um cartório de registro civil.

Atração Turística: Por possuir infra-estrutura de cidade do sul do país, pois está situada numa região serrana, Serra do Navio, uma cidade climatizada, que por si já é uma atração turística.

Eventos Culturais: é festejado a criação do município em maio (01/05). Em julho são realizados os festejos em louvor a Santa Ana, padroeira da cidade. Além do Festival do Cupuaçu, e alguns derivados como sucos, tortas, geléias (e principalmente as polpas de frutas), etc. Da semente do cupuaçu também já é produzido o chocolate branco.

Fonte: SOUZA, Manoel Dorandins Costa de. A Evolução Política, Demográfica e Sócio-Econômica do Amapá. Coordenação do Curso de História. Universidade Federal do Amapá.Macapá/AP, 1995. 101 p. (trabalho de conclusão de curso)

Autor do Histórico: JOEL LIMA DA SILVA

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 7.713,046: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 4: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 988: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 340: matrículas
Número de unidades locais: 36: unidades
Pessoal ocupado total: 457: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 11.998,70: reais
População residente : 4.380: pessoas
População residente - Homens: 2.333: pessoas
População residente - Mulheres: 2.047: pessoas
População residente alfabetizada: 3.377: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 1.613: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 2.484: pessoas
População residente, religião espírita: 4: pessoas
População residente, religião evangélicas: 1.430: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 961,03: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 2.550,33: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 184,25: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 471,20: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,709:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Serra do Navio: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Serra do Navio? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: